Bla, bla, bla#12 - Projeto Com amor, por favor, sem flash! O Conto...



Olá galerinha!

Para os que não sabem eu faço parte de um projeto de cartas chamado Com amor, por favor, sem flash, criado pela Sarah do Blog Endless Poem, esse projeto já se encontra na 3ª edição, eu ainda não recebi minha cartinha, porém já enviei a minha para a Ana Paula Souza do blog Chá com Bolacha, e nessa rodada cada integrante deveria reescrever um conto.

Pois bem, eu escrevi meu conto, é a primeira vez que faço algo do tipo, e resolvi postar pra vocês (mesmo morrendo de vergonha), espero que gostem!

A história por detrás da história de Branca de Neve.


Você deve ter escutado durante toda sua vida a história da Branca de Neve, uma jovem menina de cabelos negros e lábios carmim, que teve sua morte encomendada pela madrasta má e que se deixou salvar pelo belo príncipe encantado e viveu feliz para sempre. Nunca imaginei que sentiria vontade de contar a história por detrás da história, sempre fui romântica e adoro a versão que todos conhecem, mas hoje o belo Príncipe Encantado me tirou do sério, e uma coisa é verdadeira, uma mulher irritada é capaz de tudo. Perdoe-me não me apresentei, sou a Branca de Neve e hoje irei contar a minha versão dessa história.

Meu pai foi um grande rei, justo e bondoso, porém ele viveu muito tempo solitário após a morte prematura de minha mãe, dizem que foi dela que herdei os cabelos negros e os lábios carmim. Por este motivo não culpo meu pai por ter se apaixonado pela megera da minha madrasta, eu sei que muitos perguntam, “Mas será que ela era realmente má?”, para essas pessoas eu respondo, ela era pior, teve uma vez que a infeliz colocou pó de mico nas minhas roupas. Pura maldade.

Ela era realmente bela, a minha madrasta, disso eu não posso discordar, mas também era fútil, egoísta e extremamente vaidosa, claro que meu pai não enxergava esse lado nela, estava completamente apaixonado, ou melhor, enfeitiçado por ela, mas essa parte da história eu acredito que vocês já conheçam, essa é a parte real da história. Após a morte de meu pai, a minha madrasta herdou o reino, espalhou maldades, e incomodada com a minha aparência, ordenou minha morte. Foi nessa época que conheci o caçador, ele realmente era um bom homem, e aqui tenho que fazer uma observação, o homem também era muito bonito, mas enfim, ele além de não me matar conforme o desejo de minha madrasta má, também me apresentou a alguns amigos, na fábula que vocês ouviram eles são conhecidos como os Sete Anões.

Meus amigos me acolheram e me protegeram, passávamos horas conversando, suas esposas eram pessoas maravilhosas, e logo perceberam que eu não oferecia perigo nenhum. Vivíamos em uma pequena aldeia, distante do reino que um dia fora de meu pai, quase na divisa do reino vizinho, nós plantávamos e vendíamos maçãs no vilarejo desse reino. É verdade, eles não eram mineradores e nem cantavam enquanto trabalhavam, eram homens honrados, que ganhavam suas vidas na lavoura, claro que tinham outras habilidades, como o manejo da espada, por exemplo, o que foi muito útil, uma vez que graças a eles que sei como empunhar uma espada com maestria.

Para não ser reconhecida, cortei os cabelos, vivia com roupas menos chamativas e mantinha sempre um manto com um capuz que encobria boa parte do meu rosto. Em uma de nossas excursões ao reino vizinho, foi que conheci o Príncipe Encantado, nosso primeiro encontro foi meio cômico, ele tropeçou na caixa de maçãs que eu estava vendendo. Maçãs corriam pela vila e ele corria atrás das maçãs, pensei comigo “Que homem é esse?” um príncipe tão despretensioso. Assim que nossos olhares cruzaram estremeci dos pés a cabeça. Ele diz que o mesmo aconteceu com ele, eu acredito, porque quando foi falar comigo estava meio gago, um charme por sinal.

Nossa história de amor foi mágica, contei pra ele quem eu era e toda a minha história, ele jurou que iria me ajudar me protegendo de minha madrasta, meu sogro a princípio não aceitava nosso relacionamento, pois ninguém poderia saber na realidade quem eu era. Como explicar para a corte que Encantado se casaria com uma plebeia e não com uma princesa?

Enfim, os conselheiros do Rei acharam que o povo ficaria feliz em saber que o príncipe escolhera uma pessoa igual a eles para se tornar sua mulher, e nos casamos, eu vivia sim um lindo conto de fadas, Encantado era gentil, lindo e amava maçãs, dizia ele que elas tinham me trazido até ele, porém a paz de nosso casamento acabou no dia em que minha madrasta descobriu que eu estava viva, ela não se conformou com a notícia, mandou matar o pobre caçador que tinha me ajudado, e começou a me caçar, como uma louca que era.

Não podia sair do castelo, vivia trancava, por conta do medo que Encantado sentia, achando que ela pudesse me fazer algum mal, o triste é que mesmo dentro dos muros do castelo, a megera conseguiu me atacar. Seu plano não saiu como o planejado, para minha sorte e azar de Encantado, eu comentei com vocês que meu lindo príncipe era doido por maçãs???

Em uma noite comum como tantas outras enquanto jantávamos, foi servido um doce de maçãs em calda, o preferido de Encantado, enquanto eu conversava com minha sogra, o danado de meu marido comeu a parte dele e a minha, alegando que eu deveria manter a forma, vocês acreditam nisso? O que o pobre não sabia é que minha madrasta tinha contrato os serviços de uma de nossas serviçais, em troca de uma grande quantia de moedas de ouro a infeliz envenenou meu prato de doce.

Encantado começou a passar mal, na mesma hora, seu rosto antes lindo e corado ficou branco como cera, suas mãos tremiam, e ele começou a ter alucinações, meu desespero foi imenso, passei os dias mais agonizantes de minha vida, ao contrário do que a fábula disse, eu não cai em um sono profundo, porém vi o amor da minha vida, se contorcer de dor, por dias consecutivos, minha madrasta não tinha poderes especiais, a magia não existe, o que existe e o que sempre existiu foi à alquimia, que é capaz de juntar ingredientes e transforma-los em venenos ou em remédios.

Felizmente tínhamos no castelo um grande alquimista, que não mediu esforços para curar Encantado. Após longos 5 dias, Encantado apresentou uma grande melhora, apesar de abatido e com vários quilos a menos, meu marido estava vivo. Minha madrasta pagou por seus feitos, meu sogro decretou guerra ao antigo reino de meu pai, e minha madrasta acabou morrendo durante a guerra.

Vocês devem estar se perguntando cadê o lado romântico dessa história? O mundo resolveu escrever nossa história de uma forma que servisse de inspiração aos amores impossíveis, eu realmente gosto de ouvir a versão romanceada desses fatos, porque por mais que a verdadeira história não seja tão romântica, quando vi meu primeiro e único amor abrir os olhos depois de todos aqueles dias de angústia, foi como se meu coração parasse por um segundo, desse uma batida a menos, aquele foi o momento mais mágico que já vive em minha vida, foi perfeito!

Porque estou contado essa história agora?

Hoje é dia de nosso décimo aniversário de casamento e sabe onde está meu amado Príncipe Encantado?
Se souber, por favor, me conte, porque ele ainda não chegou, estou esperando ele pra jantar e ele ainda não apareceu em casa!
E sabe qual é o presente que ele me deixou hoje pela manhã?
Uma maçã! Uma maçã... uma maçã... uma.... – suspiro.
Pelos deuses, ele me deixou uma maçã! O símbolo de nossa união, o que nos uniu e o que quase o tirou de mim!

Depois de dez anos Encantado ainda continua romântico, e eu brava com ele, onde será que ele está? – meu coração esta dando saltos dentro do peito no momento em que a porta de meu quarto se abre, meu Encantado entra com um buquê de flores do campo, como ele esta lindo, como ele é lindo, suspiro ao ver o amor brilhando em seus olhos, enquanto ele vem ao meu encontro, esqueço o que estou fazendo no momento em que seus lábios exercem uma pressão adorável contra os meus, só consigo pensar o quanto o amo, e o que na verdade importa é que estou vivendo o meu final feliz, como na fábula que contam sobre nós.

Essa é a certeza que todos podem ter, meu final feliz aconteceu...


Fim





19 comentários:

  1. Ai que lindo <3 adorei, adorei, adorei! Essa rodada do projeto é sensacional, amo contos de fadas!

    Um beijo
    http://escolhasliterarias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. kkk gostei *-* , amei essa parte : "Pelos deuses, ele me deixou uma maçã! O símbolo de nossa união, o que nos uniu e o que quase o tirou de mim!"

    ResponderExcluir
  3. Adoroooooo fazer parte desse projeto, essa ultima rodada foi muito legal porque despertou em nós a criatividade, eu me superei jamais pensei em escrever um conto qto mais reescrever! Muito bom.
    bjkas

    ResponderExcluir
  4. Aaaain que lindo...
    Mais contos por favor! :D
    Ficou perfeito, e só acho que vc deveria investir nisso, sabia?!
    Continuaaa...
    Amei...ótimo!
    Bjks

    ResponderExcluir
  5. Ownt....
    Muito lindo :D
    Quero mais :)
    Beijos :*
    http://umavidachamadalivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi Patty,

    O conto está lindo, sou louca por contos de fadas, nossa o seu é muito romântico e realista, achei muito fofo como você fez a história do personagens derem certo, parabéns, acho que estamos diante de uma nova escritora !

    Mayla

    ResponderExcluir
  7. Owwwnnn!!! Amei, Patty!!!
    Você conseguiu transportar a história para outro nível, mais verossímil e sem perder o romantismo. Mostrou que histórias "reais" não são perfeitas e idealizadas, com magia e etc, mas que os romances reais, apesar de serem reais, podem ser perfeitos. Amei!! Me identifiquei com o final. kkkkkkkkkkk..
    Obs: quero ler mais coisas suas!!

    Beijos!! ♥

    vivianpitanca.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. adoro essas releituras dos clássicos, tenho vontade de escrever um e tirar todo o romantismo da história hahah

    beijos
    Bia - www.livredujour.wordpress.com

    ResponderExcluir
  9. Owwwwn que bonitinho <3 Eu eu que pensei que o final ia ser triste. Dar uma maçã pra ela é sacanagem hahaha!
    Adorei essa versão!

    ResponderExcluir
  10. GENTE QUE CONTO MAIS FOFO .
    Achei meigo, e mesmo sendo bem diferente, eu gostei da forma como foi colocada. Bem engraçado pra falar a verdade. Só não gostei que o caçador morreu, o pobre salvou a branca de neve. kkkk

    Parabéns.

    ResponderExcluir
  11. Oi Patty...que conto mais fofo. Sério, não sei porque você estava com vergonha. Ficou divertido, interessante e bem escrito. Parabéns.
    Adorei a Branca de Neve falando que ele deu uma maçã no aniversário de casamento.
    ;)
    http://livrosyviagens.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  12. Parabéns pelo conto! Ultimamente ando tentando desenvolver o meu lado criativo, tenho as idéias na cabeça mas consigo desenvolver muito. Bjs...
    anna-gabby.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Aaaaah Patty eu achei lindo *-* Não tenha vergonha de expor seus textos
    Super Abraço, Victor Rosa

    ResponderExcluir
  14. Ficou perfeito, puxa.. me passe esse dom <3

    ResponderExcluir
  15. Ficou muito legal, a narração em primeira pessoa ficou perfeita, houve alguns momentos em que a história saiu um pouco dos rumos e teve alguns detalhes que não foram priorizados que dariam uma novo rumo na história (risos) Olha eu dando uma de resenhista desconsidere tudo que eu disse foi apenas um brincadeira (risos). Ficou bastante interessante adorei o fim ficou tão romântico, fiou maravilhoso, de dar suspiros.

    ResponderExcluir
  16. Eu não participei dessa rodada porque eu não ia saber reinventar um conto, isso vai além da minha imaginação huahuahuahua. Adorei a nova versão da Branca de Neve. Qual história vc mandou, Patty?

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  17. Não sei qual era o motivo da vergonha! Seu conto é ótimo!
    Amei *O*

    ResponderExcluir
  18. Que linda Patty *---* Você escreve tão bem e a história está muito criativa, nada cansativa. Esta versão está maravilhosa, real e sim muito romântica!
    Uma maça... Uma maça...
    Beijos, adorei o conto.

    ResponderExcluir
  19. Ficou muito bom, parabéns pela iniciativa. Queria eu escrever contos tão bem quanto você.

    ResponderExcluir

Comente, ficarei muito feliz em saber sua opinião!!!