Resenha #67 "Prenda-me, por favor!" Catharina Ingleman-Sundberg - Editora Gutenberg



Título: Prenda-me, por favor!
Autor (a): Catharina Ingelman-Sundberg
Editora: Gutenberg
ISBN: 9788582351024
Ano: 2013
Páginas: 336




Sinopse: No Lar Diamante, uma casa de repouso em Estocolmo, moram Martha, uma adorável senhora de 79 anos, e seus amigos Anna-Greta, Stina, Krattan e Snillet, todos na mesma faixa etária. Depois que o local é vendido, a nova administração torna as coisas bem complicadas: o tratamento recebido pelos idosos está horrível, a comida é racionada e de péssima qualidade, a rotina está tediosa, e nem sair para se exercitar eles podem mais. Ninguém aguenta mais ficar ali. E Martha fica imaginando que eles estariam muito melhor se fossem para a prisão sueca… Que, aliás, ela pensa, é uma ótima solução! O grupo, então, se reúne e planeja um grande roubo, que deverá garantir que todos sejam condenados. Com o assalto perfeito combinado, eles escapam do asilo e a aventura começa. Porém, nem tudo ocorre como o planejado, e logo eles se veem envolvidos em uma trama inusitada, que poderá fazê-los conseguir a tão sonhada vida melhor. Atrás das grades…

- Dá mais orgulho ousar ir em frente do que se extinguir como uma chama - declamou ela, abrindo os braços. Embora nunca tivesse conseguido  se tornar  a bibliotecária que sonhava ser, Stina continuou cultivando seu interesse por literatura. Aquilo que ela não sabia em relação aos grandes escritores suecos, como Heidenstam, Selma Lagerlöf e Tegnér, não valia a pena saber.

Em Prenda-me, por favor conhecemos cinco simpáticos velhinhos que estão insatisfeitos com o tratamento que tem recebido no asilo de idosos, Martha (79), Snillet (78), Anna-Greta (81), Stina (77) e Krattan (84) vivem no Lar Diamante S/A que após a mudança da administração passou a racionar alimentos além de diminuir o número de funcionários e os passeios diários, tudo para que o novo dono obtenha mais lucros, a ganância da nova direção é tamanha que até remédios para diminuição do apetite e o aumento do sono é ministrado aos internos.

Após assistir um documentário sobre a vida nos presídios de Estocolmo (Suécia), Martha tem ilusão que a vida dos presos é bem melhor do que a sua e de seus amigos, então surge a ideia de planejar um grande roubo, com o intuito de serem pegos e poderem morar em algum presidio, para Martha isso melhoraria muito a qualidade de vida deles.

É assim que nasce a gangue dos aposentados, cinco velhinhos liderados por Martha, que resolvem não esperar pela bondade de terceiros e tomam as rédeas de suas vidas, embarcando em uma aventura sem volta ao mundo dos crimes perfeitos.

- Os presos podem sair ao ar fresco, sim, pelo menos em um pátio da prisão, e se servem de comida bem feita, nutritiva, e podem trabalhar na oficina. Eles têm, sim, uma vida melhor que a nossa.

Uma leitura leve e divertida, que nos prova que idade para aqueles que querem fazer algo é um mero número e nunca um empecilho.

Cada personagem tem uma personalidade marcante e características próprias, Martha como já falamos é a líder, apaixonada por romances policiais, ela é a mentora de tudo, a paixão de Snillet por coisas mecânicas lhe confere o papel de pensar na parte técnica dos planos, Krattan é um ex-marinheiro daqueles que é pau para toda obra, Stina é nossa mandona e se enfurece quando contrariada, por último mais não menos importante temos Anna-Greta uma ex-bancária que auxilia a gangue na parte financeira.

O livro é narrado em terceira pessoa, em capítulos curtos, as 336 páginas são divididas em 75 capítulos, o que dá um certa dinâmica a narrativa, temos a perspectiva dos velhinhos, da polícia e das vitimas. Esse foi o segundo livro do mês que me tirou da minha zona de conforto, mais gostei bastante da leitura, a narrativa da autora é bem simples, apesar do livro apresentar alguns nomes em Sueco, o que eu nunca conseguiria pronunciar, a tradução sempre vem logo em seguida entre parênteses, na maioria das vezes são nomes de ruas ou lugares de referência.

Eu gostei bastante da ideia central do livro, os velhinhos bolam um plano tão bem arquitetado que nem a polícia nem as vitimas conseguem acreditar que são eles que cometem esses delitos, muitas vezes subestimamos a capacidade dos idosos, como se fosse impossível eles serem pessoas inteligentes ou aptas, a autora nos faz pensar diferente, nos mostrando personagens muito inteligentes e bem dispostos.

Outro ponto que gostei muito foi o fato deles serem os responsáveis pela tomada de atitude, que faz com que as suas mudem completamente, nos mostrando que nunca é tarde, tudo isso de uma maneira muito divertida porém intensa, repleta de ação e aventura. Não é um livro de arrebatador, mas com certeza é um livro muito bem escrito e uma leitura bem prazerosa.

- O roubo é, de fato, um negócio sério - disse Anna-Greta. - Nós passamos de simples sequestradores de quadros, conscientes de que era necessário cuidar do produto do roubo, e nos tornamos criminosos de verdade. Estará isso, realmente, em conformidade com a filosofia da gangue de aposentados?







20 comentários:

  1. Achei bem interessante e diferente, pois a maioria dos livros são de adolescentes, loucos... Agora velhos loucos é outro caso. Haha

    caminhandoemmarte.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Bem diferente do que estou acostumada a ler!! Gostei muito!! Vou comprar esse livro! Adorei a resenha!! Imagina os velhinhos roubando!! rsrs

    Beijinhos
    Mirelle - meumundoemtonspasteis.com

    ResponderExcluir
  3. Isso sim é um livro completamente diferente de tudo que já vi até hoje. Nunca imaginei que escreveriam um livro sobre pessoas de idade que ainda se sente vivas o suficiente para tomar decisões e as colocar em prática.

    http://spencer-pretty.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Uau, o livro parece ser muito interessante, gostei bastante da história e sua resenha ficou ótima haha.
    A autora é minha xará hahaha que emoção *-*

    Beeeijos.
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. oi Patty, gostei da premissa do livro. Parece ser bem diferente de tudo que já li, e ainda mostrar um pouco do descaso com os idosos. Mas como tenho mil e um livros para ler no momento, acho que esse seria um que levaria muito tempo para colocar na lista, rs
    beijos

    ResponderExcluir
  6. Oi Patty,
    Acredita que sou louca para ler esse livro? Acho a premissa tão divertida e diferente do que estou acostumada a ler. Assim que for possível eu pretendo fazer a leitura porque é interessante que os velhinhos tenham tomado uma decisão para sair do conformismo.
    Gosto da capa também!
    Beijos
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Gostei da História ,diferente onde os protagonistas são os Velhinhos, uma leitura cheia de ação e aventura,além de divertida.

    ResponderExcluir
  8. Olá, indiquei você para responder a esta tag: http://abstratoenotavel.blogspot.com.br/2014/02/liebster-award.html.
    P.s.: adorei a resenha :)

    ResponderExcluir
  9. Eu tenho este livro entre os meus desejados desde que li uma resenha sobre ele… A sua resenha, embora tenha dado ênfase a outros elementos do livro, também me vendeu a ideia de lê-lo (rs). Eu gosto de pensar que são idosos os protagonistas… Numa era em que somente jovens protagonizam os livros, é legal encontrar algo diferente. Com humor, pensamos sobre a idade não nos impedir de encontrar nossa própria felicidade e, também, sobre a situação de abandono e negligência que os idosos enfrentam.
    Com certeza, conhecerei a obra em algum momento.
    Beijos!

    www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Não conhecia o livro e achei fantástica a proposta. Nunca li nada sobre velhinhos maquiavélicos! rs
    Gosto do fato deles serem proativos e arquitetarem um plano bacana! Mas acho um pouco triste a questão das péssimas condições de vida no asilo, o que infelizmente é bem normal.
    bjs

    ResponderExcluir
  11. Não conhecia o livro, mas achei a trama bem inovadora e irreverente. Quem iria pensar que 5 velhinhos seriam os autores de um roubo a um banco?
    Gostei das personalidades e habilidades diferentes de cada, sendo todos importantes para executar o plano. =)

    ResponderExcluir
  12. Oi Patty!
    Nunca tinha ouvido falar desse livro, mas ele parece ser muito divertido... gostei muito da sua resenha, me deixou curiosa.
    Beijos!
    http://sobrelivrosesonhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Genteeeeee os velhinhos cometendo delitos??? KKkkkk. Acho que seria uma das pessoas a não acreditar nisso, tá uma coisa legal isso tudo, nunca parei pra pensar. Sem falar que nem é um livro tão grande e essa divisão dos capitulos também ajuda bastante na narrativa. ;-)

    ResponderExcluir
  14. A gente sempre estigmatisma tudo né, rotula... tá ai o livro pra provar que não é bem assim!
    Eu confesso que seria uma a pensar que os idosos jamais fariam isso!
    Fiquei curiosa pra sabem se eles vao presos ou se melhora a qualidade de vida do asilo... >.<

    Beijinhos
    Sou eu... Pri!

    ResponderExcluir
  15. Essa é uma história um tanto diferente...velhinhos ladrões, parece ser bem interessante.
    Mas não acho que eu iria gostar da leitura, pois não é o meu estilo, mesmo a resenha sendo positiva.
    Adorei a dica, mas nesse caso vou pensar muuuuitoooo bem antes de comprar e adiciona-lo a minha lista.
    Abraços
    Vivi

    ResponderExcluir
  16. Muito bacana, não ter idade para fazer loucuras é muito bacana, achei legal trocarem os "aborrescentes" por velhinhos, muito criativo.
    Beijocas ^^

    ResponderExcluir
  17. A leitura desse livro também me tirou da zona de conforto, mas eu achei muito divertido.
    Eu nunca me atreveria a pronunciar aqueles nomes também, mas achei interessante a ambientação. Conhecer lugares diferentes é tudo ♥
    Ca entre nós, aquela polícia é muito descrente rsrs. O primeiro plano deles dava para ser descoberto se eles quisessem haha

    Beeijos, Dreeh.
    Blog Mais que Livros

    ResponderExcluir
  18. Caramba, um livro totalmente diferente de qualquer outro. Já estou com muita vontade de ler este livro. Interessantíssimo!

    ResponderExcluir
  19. Achei muito diferente e inovadora a ideia deste livro, nunca li nada parecido e este me interessou bastante, fiquei muito curiosa! Gosto de livros narrados em terceira pessoa em que temos acontecimentos em locais diferentes acontecendo ao mesmo momento e este livro parece ser muito bom e cativante! :)

    ResponderExcluir
  20. Nunca tinha ouvido falar sobre este livro, e a sinopse dele não me chamou atenção infelizmente.

    ResponderExcluir

Comente, ficarei muito feliz em saber sua opinião!!!