Resenha #99 - A Verdade Nunca Morre - Valter dos Santos - Petit Editora


Título: A verdade nunca morre
Autor (a): Valter dos Santos
Editora: Petit editora
ISBN: 9788572532358
Ano: 2013
Páginas: 256


Livro recebido em parceira com a Editora.


Sinopse: Entre dois mundos, um triângulo amoroso está formado...
Michael é um jornalista inglês, profissional talentoso. Gina, sua esposa, após o nascimento do terceiro filho, para trabalhar na TV. Paul, primo de Michael, é editor chede de uma rede de TV. Tudo parece perfeito até que um trágico acidente abala a todos... Atravessando o tempo, o ódio bate à porta daqueles que sonhavam com a tão almejada felicidade.
Podemos cobrar fidelidade àqueles que deixamos em outro plano da existência? Por quanto tempo adiaremos nosso encontro com o verdadeiro amor, perdoando os vingadores que desejam o nosso mal? Michael, Gina e Paul precisam descobrir que a verdade nunca morre...
Jesus foi o espírito mais perfeito que Deus ofereceu ao homem para lhe servir de guia e modelo, o ser mais puro que apareceu na Terra. Ele compartilhou com os homens as verdadeiras leis de Deus.

É a primeira vez que eu resenho um livro espirita aqui no CdT. Eu li muitos livros do gênero em uma época da minha vida, mas já fazia certo tempo que eu não lia nada. Então motivada pela saudade de um tempo que não volta mais, que eu resolvi solicitar para a Petit o livro A verdade nunca morre.


Em A verdade nunca morre iremos conhecer a história de Michael, Gina e Paul. Michael é um jornalista talentoso e trabalha com seu primo Paul, que é editor chefe, em uma rede de TV. Michael é casado com Gina e é pai de três filhos. Eles se conheceram quando cobriram os Jogos Olímpicos de Sydney, para duas emissoras diferentes. Após o nascimento do caçula, Gina resolvera deixar o trabalho para se dedicar a criação dos filhos, e leva uma vida tranquila.

A vida seguia seu rumo, até que um dia, após uma discussão com Paul, Michael sofre um acidente e vem a falecer. A morte prematura do marido deixa Gina frágil, porém ela conta com a ajuda de Paul para superar essa difícil fase de sua vida. Ele se mostra um amigo fiel, prestativo e com o tempo o que era uma amizade, vira um relacionamento sério. E esse relacionamento é o estopim para as provações que eles enfrentarão em um futuro próximo.

No plano espiritual, Michael começa a entender o porquê de sua desencarnação precoce. E com sua evolução, surge à vontade e a oportunidade de visitar seus familiares na terra. Ao perceber que Gina se envolvera com Paul, sentimentos mundanos e negativos assolam o espirito de Michael, que decide não retornar a colônia onde reside, e por em prática seu plano de vingança para separar o casal.

Deus sempre nos dá a opção de escolher nosso caminho para que possamos aprender com a nova experiência. Todos os problemas e obstáculos em nossa vida são para nosso próprio benefício e deveriam ser utilizados para acelerar nosso processo de aprendizado.

Se você não está acostumado com a literatura espirita, porém tem curiosidade sobre o assunto, o livro A verdade nunca morre pode lhe esclarecer alguns questionamentos. O autor conseguiu introduzir ensinamentos sobre a doutrina nas páginas do livro. E de forma simples ele nos explica sobre o plano espiritual, as colônias e a evolução dos espíritos.

Através da história de Michael, Paul e Gina, podemos entender a extensão do amor e do perdão. O desenvolvimento da trama é até que previsível, o espirito de Michael se revolta e é através do sofrimento que ele acaba evoluindo.

É uma leitura para reflexão, você começa a questionar alguns comportamentos e policiar mais suas atitudes. O grande aprendizado que livros espiritas nos trazem, é sermos pessoas melhores, e não prejudicar os outros através de nossas ações.

A verdade nunca morre é um livro fácil de ler, porém não é uma leitura arrebatadora, o autor através de sua narrativa consegue passar a calma e a perseverança da doutrina espírita. 
Eu indico a leitura para os que gostam do gênero e para aquelas pessoas que tem curiosidade em aprender um pouquinho sobre a doutrina espirita. É uma boa oportunidade para nos despirmos do preconceito e nos tornarmos pessoas melhores.
Lembre-se sempre - ela continuou - de que todos nós temos nosso livre-arbítrio e, portanto, todos nós escolhemos nosso caminho. Deus não é injusto com ninguém, filho. Se algo acontece, seja bom ou ruim, é porque tinha que ser daquele jeito. Todos nós, de alguma forma, nos beneficiamos daquela experiência.



30 comentários:

  1. Por estar intimamente ligada a doutrina evangélica passo longe desse gênero. Mas cada um com seu gosto ne? rs

    ResponderExcluir
  2. Oi Patty, tudo bem?
    Eu já li um livro espírita e apesar de ser um pouco forte no início, no fim a mensagem era linda. Acho que a maioria deles possui essa função, nos trazer ensinamentos para tentarmos sermos pessoas melhores.
    Esse deve ser um deles também. Eu leria.
    beijinhos.
    cila-leitora voraz
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Confesso que não curto muito livros espíritas, portanto, não pretendo ler. Não curti muito a sinopse também. Dessa vez eu passo a leitura.

    Um beijo,
    Lê.

    ResponderExcluir
  4. Oi Patty..
    Eu já li um livro espírita uma vez e não gostei muito. Sei lá, acho que não gostaria deste livro.
    Mas vi algumas resenhas já falando bem.
    A capa sem dúvida é linda. Para quem gosta é um prato cheio.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Eu realmente não suporto esse tipo de livro, é tão chato e falso para mim, essa leitura é tão entendiante. Desculpe, terei que passar. Mas a resenha foi boa.

    The Lord of Thrones

    ResponderExcluir
  6. Realmente cada um com seu gosto... Podemos respeitar mais o blog do coleguinha né?!
    Enfim, eu gosto da editora e já li esse livro. Concordo com você e gostei mais de O preço de uma Traição.
    Acho que as lições foram colocadas de forma mais sutil, e não ficam parecendo "palestras".

    Beijinhos
    Sou eu... Pri!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pri, pensei exatamente a mesma coisa... mas deixa quieto né...

      Excluir
  7. Oi Patty, já fiz alguma tentativas com livros do gênero e não funcionou muito bem para mim. Não fico confortável com a história e nem entendo-a completamente. Tendo outras opções prefiro deixar passar esses livros. Ainda assim, acho que sua resenha ficou bem legal.

    Dani
    A Thousand Lifetimes

    ResponderExcluir
  8. Bom tirando todo o preconceito a respeito de religião, pois espiritismo é uma doutrina, respeito todo o tipo de leitura e gosto muito dos livros espiritas eles mandam mensagem que muitas pessoas infelizmente não tem maturidade para assimilar! Adorei sua resenha Patty nota 10!
    Bjkas
    Dani Casquet- Livros, a Janela da Imaginação

    ResponderExcluir
  9. Oi Patty, tudo bem? Eu não sou espírita mas já li dois livros com mensagens muito bonitas. Esse também não parece ser diferente, ainda não conhecia.

    Beijos

    Mari
    cantinhodeleituradamari.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Oi Patty

    Assim como você já li muitos livros espirita, no passado não muito distante , e inclusive foram que esses livros que me colocaram no mundo da leitura por serem bem fáceis de ler, mas por ler tantos livros do mesmo gênero acho que as história são muito parecidas e repetitivas e para quem já entende um pouco da doutrina acaba se tornando cansativo ler sempre a mesma coisa, mas é sempre bom ler coisas que nos trazem aprendizado quem sabe um dia volte a ler livros assim!

    Beijos

    www.livrosechocolatequente.com.br

    ResponderExcluir
  11. Olá Patty,
    não gosto de literatura espirita, nada contra a religião. Mas não suporto livros com essa temática.
    Não leria esse livro.
    Sua resenha ficou muito boa.
    Beijinhos!
    http://eraumavezolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oiee ^^
    Já tentei ler livros espíritas mas acabo abandonando já nas primeiras vinte páginas, então não arriscaria ler este.
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Já li alguns livros espiritas e curti bastante e com esse não foi diferente...fiquei bem curiosa com a estória e adoreei a capa dá vontade de tocar em todas essas flores :D

    http://livroaoavesso.blogspot.com.br/
    https://www.facebook.com/livroaoavesso

    ResponderExcluir
  14. Eu não sou muito fã dos livros espiritas, não me interessei muito por A verdade nunca morre, mas que bom que você gostou.

    Bjok

    ResponderExcluir
  15. Acho que o tema espiritual nao faz meu estilo, mas achei bem diferente mostrar o ponto de vista do michael apos a morte. Mas eu ja estou morrendo de pena do paul em ter perdido o primo depois de uma briga! mas como o tema espiritual nao faz meu tipo, nao lerei nao!

    ResponderExcluir
  16. Adorei a capa com esse labirinto com flores, mas o tema não me chama atenção.. quem sabe um dia, dai começo com este...
    Bjsss Patty

    ResponderExcluir
  17. Oi Patty preciso de uma leitura assim, as vezes ficamos presas sempre no mais do mesmo. E este conteúdo espirita me agrada bastante.
    Anotei a dica e espero ter a oportunidade de ler em breve.

    Sinto sua falta lá no blog!
    Beijos Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
  18. Não é nem questão de preconceito, até porque tenho amigas que são dessa religião e enquanto uma devora esses livros, a outra não curte O_o é realmente de gosto, mas não faz meu estilo de leitura.
    Nunca li algo do gênero por não ter interesse, e apesar dos comentários e que nos faz refletir você disse que não é uma leitura arrebatadora...

    bjs

    ResponderExcluir
  19. Mesmo nos fazendo pensar e tals, o livro é interessante mas acho que só pra quem curte esse estilo de livro, o que não é o meu caso..
    Não gosto de livros espíritas, e nem é preconceito, respeito todas as religiões..
    Bjs
    Anny

    ResponderExcluir
  20. Parece legal para quem curte, mas não gosto muito do genero, por isso não leria. Mas sua resenha ficou ótima e o livro parece bom.

    ResponderExcluir
  21. Oi Patty, pelo que vi em sua resenha o livro parece ser interessante,mas, não faz fmeu estilo pois não gosto de livros espíritas, e além do mais não aguento mais triângulos amorosos..srsr..
    Tenho uma amiga que curte e vou indicar...
    bjs

    ResponderExcluir
  22. Oi Patty, tudo bem?
    Nunca li nenhum romance espírita, mas a minha mãe sempre que lê algum livro, é um romance espírita e ao final da sua leitura ela me conta a história, como se narrando um filme, sabe. Não faz muito meu estilo de leitura, mas irei anotar o nome e quando for a uma livraria pretendo compra-lo para dar de presente a ela, e depois quem sabe não pegue emprestado. Obrigada pela indicação.
    Beijinhos,
    Andréia - StarBooks

    ResponderExcluir
  23. Ei Patty,
    Adorei a resenha, quando esse livro foi lançado, me de vontade de ler, mas estava naquela fase sem tempo ou vida, rs, e, e acabei não solicitando. Eu sempre leio romances espíritas, gosto das mensagens de amor, perseverança e perdão que passam.

    beijos
    meumundinhoficticio.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  24. Hey Patty.
    Esse não é o meu estilo de leitura preferido, rsrs, já tentei ler o clássico violetas na janela e não consegui. Acredito que por ir muito de encontro aos meus conceitos religiosos e tudo mas. Esse livro eu vou passar, mas antes preciso falar: essa capa é belíssima!

    Beeijos, Dreeh.
    Blog Mais que Livros

    ResponderExcluir
  25. Oi Patty.
    Não gosto muito de livros espíritas. Mas gostei da ideia dos livros espíritas de tentar nos tornar pessoas melhores e não prejudicar os outros.
    A trama de "A verdade nunca morre" não me interessou, mas achei a capa bem bonita.

    ResponderExcluir
  26. Oi Patty!
    Não tenho nenhuma experiência com livros espíritas, mas também não sou muito curiosa sobre o assunto... Não conhecia a história desse livro, mas uma amiga minha estava lendo há um tempo e gostou.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  27. Confesso que livro espírita não é pra mim não
    Fico pra baixo mal mesmo pq sempre alguém morre e como vc já falou que um morre quero ler não
    Absorvo legal esses livros :p

    ResponderExcluir
  28. Oii, eu sou apaixonada por essa temática, o mundo religioso, principalmente o espirita, me fascina. Achei o livro bem interessante, apesar de realmente previsível, lembra um pouco Ghost, apesar de que o novo amor da personagem não é mau, acredito eu. Se eu tiver a oportunidade, vou amar lê-lo!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  29. Oi Patty, tudo bem??
    Eu particularmente não curto livros espiritas e apesar de alguns chamarem atenção com algumas citações bonitas e alguns ensinamentos bem produtivos... eu não me interesso, pra mim se torna uma leitura cansativa e eu prefiro não ler... Xero!!!

    ResponderExcluir

Comente, ficarei muito feliz em saber sua opinião!!!