Resenha #104 " O Peculiar " - Stefan Bachmann - Galera Junior


Título: O Peculiar
Autor (a): Stefan Bachman
Editora: Galera Junior
ISBN: 9788501401854
Ano: 2013
Páginas: 271




Sinopse: Parte romance gótico, parte mistério e aventura steampunk. Após a invasão do mundo pelos seres mágicos, as fadas foram aceitas entre os mortais, mas os mestiços não têm lugar. Os irmãos Barthy e Hettie vivem com medo. Tudo piora quando Peculiares são encontrados, ocos, boiando no Tâmisa. Mas eles estão seguros em Bath, não? Talvez... Se não fosse pela misteriosa dama em veludo ameixa que aparece na vizinhança. Quem é ela? E o que quer?





Olá pessoal, tudo bom?

Antes de tudo quero dizer para vocês que essa capa é LINDA. A arte é muito bem feita e boa parte do desenho possui alto relevo. Um excelente trabalho gráfico. Eu falo isso, pois foi a primeira coisa que me chamou a atenção, quem nunca se interessou pela capa e depois pelo livro em si? Logo depois da atração visual, eu fui ler a sinopse e ver do que se tratava o livro. Infantojuvenil com elementos de fantasia e steampunk. Pronto! Me ganhou completamente, rsrsrs. Adianto que eu gostei do livro, mas tenho vários pontos a ressaltar nessa resenha. Primeiramente vamos saber do que se trata a história? 

Em um determinado dia, numa antiga cidade chamada Bath, penas negras começaram a cair do céu. Os moradores acharam aquilo estranho, alguns optaram por se trancarem em casa, outros abriram seus guarda-chuvas e continuaram com a vida. Um tempo depois todos os habitantes da cidade desapareceram sem deixar rastros. E mais coisas estranhas vieram a acontecer, tais como: crianças desaparecidas e animais doentes. 

Com receio de ser um ataque inimigo, o governo britânico enviou suas tropas para averiguar o que estava acontecendo naquele lugar. E descobriram que as fadas invadiram nosso mundo. E então a guerra começou.

O oficial no comando dos ingleses, um homem engomadinho chamado Briggs, disse logo que eram suspeitas de grandes crimes e deveriam ir a Londres imediatamente para interrogatório, o que era ridículo, como dizer ao mar que este deveria ser julgado por todos os navios que engolira.

A magia das fadas não fora suficiente para vencer a guerra, pois os canhões, a cavalaria e as infinitas tropas dos ingleses, foram superiores. Com isso, Bath se tornou o lar de uma nova província. Ganhou o nome de Nova Bath. A magia das fadas foi taxada como uma doença, e os ingleses descobriram algumas formas de inibir tal coisa. Primeiramente foram os sinos, por algum motivo, quando os sinos batiam, a magia que estivesse em andamento parava. O ferro, já era conhecido e passou a ser usado com muito mais frequência, portanto, A Idade da Fumaça começara, professores e físicos voltaram seus estudos para a mecânica e a indústria.

Com o passar dos anos as fadas foram se misturando a cultura inglesa de tal forma que passaram a ser uma parte inseparável da Inglaterra. As fadas superiores chamadas Sidhe não conseguiram engolir aquilo tudo facilmente. Elas conheciam varias maneiras de provocar um motim e bastaria uma palavra, ou apenas a tinta, para determinar a morte de um homem.

Hoje em dia, a vida segue normalmente na Inglaterra, até então, cada um cuidava da sua vida do jeito que lhe convinha. Bartholomew Kettle, um medonho, nome dado às crianças meio fadas, pois eram extremamente feias, vivia uma vida miserável com sua irmã e mãe. Ele sempre sonhara em ter uma fada doméstica, assim tudo em casa seria mais fácil, mas sua mãe possuía uma aversão muito grande a tudo que tinha relação com elas. Certo dia, Barth ao espiar pela janela presenciou uma estranha cena na casa de um dos vizinhos. Uma elegante mulher aparecera e aparentemente negociara a posse da criança que ali vivia, ao saírem para o quintal, um emaranhado de asas negras envolveu os dois e assim ambos desapareceram do local.

Quando o olhar dela pousou na que moravam, Bartholomew se abaixou atrás do batente da janela. Hettie já estava lá. Não seja notado e não será enforcado. Talvez esta fosse a regra mais importante para os medonhos. E era uma boa regra.

Em Londres, Arthur Jelliby, membro do Parlamento, estava atrasado para uma reunião. Arthur não tinha o perfil de político, mas conseguira o cargo por influencia de sua mãe. O assunto a ser discutido hoje, era que recentemente foram achados no Tamissa, corpos de diversos medonhos. Até então nada a se preocupar, tais criaturas eram detestadas, tantos pelos humanos, quanto pelas fadas, ninguém suportava olhar para tanta feiura por muito tempo. Mas, o alarmante da situação, era que elas não estavam apenas mortas, e sim ocas.

A vida de Arthur não será a mesma, e seu destino se cruzara com o de Barth. O que será que vai acontecer a Londres?

Como eu disse anteriormente eu gostei do livro. Mas tenho que ressaltar algumas coisinhas que me desagradaram. 

A narrativa do livro é feita em terceira pessoa, intercalando entre o ponto de vista do Barth e do Arthur. Eu particularmente prefiro esse tipo de narrativa, e digo que Stefan soube fazer tudo com maestria. Sua escrita é sensacional, ele não se perde em descrições excessivas e enfadonhas. A narrativa pra mim fluiu bastante no inicio, porém achei o meio da narrativa um tanto quanto confuso. Parecia que o autor estava prolongando o assunto, onde ele poderia ter agilizado bem mais a história.

Os personagens foram muito bem estruturados. O autor soube dar um toque humano a todos eles, eu me apaguei de verdade a Barth e a sua história. Eu me vi torcendo para que o menino conseguisse cumprir o que precisava. Eu senti muita pena dele durante boa parte da história. Arthur é um homem bom, ao contrário dos outros políticos do parlamento, ele não possui lados, é naturalmente neutro. Sua participação nessa história foi puramente por acaso, ele particularmente nunca se envolveria em algo do gênero, mas nesse caso ele não teve muita escolha.

O mundo criado por Bachmann é incrível! Ele é gigante, e se for bem trabalhado, é uma porta de entrada para diversas coisas. Um ponto que pecou na história para mim, foi o fato de o livro prometer, uma história steampunk, e na realidade, somente em alguns pequenos momentos vemos o gênero presente. Eu esperava um pouco mais do desenvolvimento das fadas, suas magias e sua história, isso também ficou a desejar, acredito que será mais elaborado no próximo e último livro da duologia. O livro também trás uma mensagem bacana. O preconceito está encrustado em praticamente todos os personagens desse livro, e podemos perceber que a aparência nem sempre é tudo.

Recomendo esse livro para aqueles, como eu, que gostam de uma boa história infantojuvenil. Uma história despretensiosa, divertida com uma leitura rápida. Só não vão com muita sede ao pote, caso queiram uma história steampunk.



33 comentários:

  1. OOOOOOOOOOOOOOI, Gabriel! Tudo bem, sim, e com você? ♥ *-* Antes de tudo que eu quero dizer: concordo contigo, auhsauh! Fala sério, a capa é perfeita! Bem colorida, atrai a atenção do leitor, né? É isso que aprecio num livro! Infanto-juvenil? Caraaaaaaaaaaaaaaaaaa, eu amooooooooooooooo histórias juvenis, hahaha! Me ganhou também! Ai, Deus, sério que o livro tinha que envolver animais? Uauashuashuhas, desculpa por isso, mas é que sou muito sensível quando diz respeito a eles, hahaha! Enfim... A história logo me intrigou! Fadas? Sério? Uauahsuhas, achei que ia ser um monstro, ou sei lá, hahaha! :33 Ei, achei que as fadas fossem do bem! Me iludi, :# Infância acabada. Hahahahaha! Aaaah, as fadas eram feias, uashuhsahusauhs! Meu Deus, isso sim é que é um livro autêntico, haha! gostei da históriaaaaaaa! Ai, que medo, hahahahaha! Elas são malignas! Deus me livre, haha! Opa, opa, adoro livros que narram em terceira pessoooooa! Gostei muuuuito da sua resenha, Gabriel! Ah, esse livro é perfeito pra mim, pois eu amo histórias infanto juvenis, hahaha! Me deixou tãoooo curiosa, hahaha! ♥

    BEIJOS INFINITOOOOOOOOOOOOS! ♥

    Juu-Chan || Nescau com Nutella

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HSUHSUH Seu comentário me fez rir Juu. Pelo -chan deu pra ver que você gosta de animes, estou certo? =)
      Ultimamente eu aprendi que nem todas as fadas são como as das Disney xD

      Excluir
    2. Hahahahaha, que boooom, Ga! *-* ♥ Aah, mais ou menos... Hahahaha, é raro os animes que eu gosto! É "chan" pra ficar diferente, sabe? Hahahaha! :3

      Excluir
  2. Oii, sério essa capa é mesmo linda, foi a primeira coisa que também notei quando foi lançado. Lendo sua resenha, percebo que esse livro é muito mais do que a resenha transmite. Amo universos literários bem estruturados, vivos e envolventes. Mesmo que o steampunk (que eu amo!) não predomine, quero lê-lo, infantojuvenis me deliciam! E não tem como não querer lê-lo, quando ele recebeu elogios do Rick Riordan! kkk
    Parabéns pela resenha! Beijoss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso também né? :D
      Infantojuvenis são amor <3

      Excluir
    2. Amor demais! Vou estar de bengala e continuarei lendo-os!

      Excluir
  3. Oi gabriel!
    O steampunk não é meu genero favorito, mas gostei da mistura com fadas.. É até dificil de entender um pouco o genero misturado com a fantasia e magia... Fiquei curiosa mesmo!
    Li uma resenha anterior mas não mencionaram sobre isso, e como eu amo fadas, acho que agora me interessei!

    beijos
    soueupri.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Steampunk quando bem feito é incrível!!! :D
      Também acho bem bacana a mitologia das fadas

      Excluir
  4. Olá! Fique com vontade de ler, o livro parece ser interessante! Adoro literatura infantil e infanto-juvenil, e acho que, se bem trabalhada, se torna uma leitura muito prazeroza! Entretanto, tenho tido algumas experiências péssimas (e alguma ótimas) com escritores autais do gênero. Vou anotar o livro e, assim que a carteira permitir, darei uma chance! Quanto ao steampunk, acho o visual interessante, embora como gênero narrativo/textual, tenha pouca familiaridade, mas deve dar uma história bacana.

    Quanto ao fato do livro pecar por falta de informações em alguns momentos, acho que isso é natural quando se trata de uma obra divida em mais de um volume. Creio que, se realmente for um livro que corresponda às expectativas, trará mais conteúdo sobre o universo abordado em sua sequencia! Ainda assim, é praticamente impossível esgotar um universo narrativo, e as "brechas" deixadas na história podem ser portas para outros produtos e narrativas paralelas, ainda por publicar.

    Victor Comenho - Blog Incriativos
    http://incriativos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu realmente espero que a continuação traga o que eu senti fala nesse primeiro livro! :)

      Excluir
  5. Oi Gabriel..
    Confesso que antes eu tinha mais vontade de ler este livro, depois fui perdendo não sei porque.
    Mas acho que ainda daria uma chance ao livro. Sua resenhas tem muita coisa positiva. Deve ser um livro ótimo mesmo.
    Quem sabe um dia eu leio..

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Oi Biel
    realmente, a capa é linda! eu já me interessei e comprei livros várias vezes depois de me apaixonar pela capa. Eu curto infanto-juvenis, e é bom saber que esse é um livro leve do gênero, tem hora que precisamos de algo assim. Eu não me ligo tanto em steampunk, então não sei se me incomodaria tanto o fato dessa parte não ser muito desenvolvida

    beijos
    meumundinhoficticio.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah Bru, a questão é o livro "vender" uma coisa e não cumprir, sabe? É como se estivesse enganando o leitor... ;x

      Excluir
  7. Não gostei muito, não fez meu estilo, apesar se parecer bem escrito. não me interessei muito.

    ResponderExcluir
  8. Confesso que fiquei apaixonada pela capa. Ela é linda.
    Gostei da sua resenha. Acho que vou gostar desse livro, pois adoro livro infanto-juvenil e se tem fantasia, fica melhor ainda.

    ResponderExcluir
  9. Meu Deus esta capa é linda de morrreee...
    e a resenha entãooo... too muitooo curiosa para ler este livroo!!

    ResponderExcluir
  10. Olá Gabriel tudo bem? ^^

    Esta capa é fantástica e a historia em si me empolgou bastante, agora com sua resenha é clarooooooo que vou ler ^^ agora só falta juntar a graninha hahhaa! E pra falar a verdade! Quem não gosta de um infanto-juvenil né? eu adoro, acho que acabo lendo muita mais desse gênero do que dos outros ^^

    Adorei

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou! :D
      Espero que a leitura seja agradável =)

      Excluir
  11. Oi Gabriel.
    Para falar a verdade, fiquei um pouco confusa sobre a história rs
    Achei a ideia da mistura de steampunk e mitologia das fadas bem interessante. Pena que a parte steampunk não foi tão aparente.
    A trama não me instigou tanto assim e por enquanto não tenho vontade de ler o livro, mas quem sabe mais futuramente?
    A capa é realmente muito linda! =)

    ResponderExcluir
  12. Eu não conhecia esse livro, mas fiquei encanta com a história.
    Imagino que vou gostar de tudo, porque amo histórias infanto juvenil.
    A capa desse livro, não tem nem o que falar, é perfeita.

    Abraços
    Vivi

    ResponderExcluir
  13. Oiee ^^
    Já tinha visto o livro por aí, mas não achei tããão interessante. Não sou muito fã de infanto-juvenis, até leria o livro, mas não o compraria. Essa capa é linda ♥

    ResponderExcluir
  14. Também achei a capa linda demais!
    Como gosto muito de livros infanto juvenil, gostei bastante desse! Sem contar o enredo do livro que é extraordinário! Fiquei super a fim de ler esse livro.

    ResponderExcluir
  15. Mas que capa incrível!
    Amo livros infanto juvenis e este me fascinou muito.
    A historia me agradou muito e fiquei bastante curiosa para ler o livro.
    Beijos

    ResponderExcluir
  16. Oi Gabriel... Adoreii a Capa, ela é divina, sou daquelas que compra livros por capa kkkk. Preciso confessar que estou bem confusa com a história, tem momentos que entendo e outros me perco. Como gostei bastante da capa e da sinopse, vou dar uma chance e para minha sorte é duologia ebaaaa, não vou precisar esperar muito, este literalmente vou precisar tê-lo completo.

    Bjsss

    ResponderExcluir
  17. Estou com esse livro na pilha de leitura já =)
    Só esperando a oportunidade para lê-lo. Gostei bastante da sinopse e esse tipo de livro sempre me prende sabe? Até a última página. Vamos ver se gosto.

    ResponderExcluir
  18. Nossa pareces ser um livro com um plano de fundo e tanto! EU fiquei APAIXONADA pela arte desse livro, uma linda edição e sua resenha me fez ter muita vontade de lê-lo.

    ResponderExcluir
  19. Oi!
    Também achei linda essa capa, espero que a ilustração tenha a ver com a história kkk
    Não sei porque pensei quando li a sinopse que devia ser o segundo livro de uma série, mas agora que vi que não é fiquei mais curiosa, sou fã de fantasias e essa parece ser muito boa!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  20. Meu filho esta doido pelo livro,mais quero ler ele antes. A capa é realmente linda.Adoro histórias divertidas e rápidas, vai sim pra minha lista :D

    ResponderExcluir
  21. Tô completamente apaixonada por essa capa..ganhei esse livro a pouco tempo mas ainda não li..como tem outros na frente espero poder lê-lo logo!!

    http://livroaoavesso.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Comente, ficarei muito feliz em saber sua opinião!!!