Resenha #108 - Abandono - Meg Cabot - Galera Record


Título: Abandono
Autor (a): Meg Cabot
Editora: Galera Record
ISBN: 9788501095343
Ano: 2013
Páginas: 304


Sinopse: Pierce tem dezessete anos de idade e sabe o que acontece quando morremos. É assim que ela conheceu John Hayden, o misterioso estranho que fez ela voltar a vida normal — ao menos a vida que Pierce conhecia antes do acidente — quase inacreditável. Embora ela pense que escapou dele — começando em uma nova escola em um novo lugar — confirma-se que ela estava errada. Ele a encontra. O que John quer dela? Pierce acha que sabe… também acha que ele não é um anjo da guarda, e seu mundo sombrio não é exatamente o céu. Mas ela não consegue ficar longe dele, especialmente porque ele está sempre lá quando ela menos espera, exatamente quando ela mais precisa. Mas se ela deixa cair qualquer coisa, ela pode se ver no lugar que ela mais teme. E quando Pierce descobre uma verdade chocante, sabe de onde John a salvou: o submundo.


Irá caçá-la por todas as cidades,
Até que a tenha levado ao Inferno,
De onde a inveja a libertou.
(Dante, Inferno, Canto I)

Abandono é o primeiro livro da trilogia Abandon inscrita por Meg Cabot, e é inspirado no mito de Hades e Perséfone. Pra quem não conhece o mito, o deus Hades, o senhor dos mortos, se apaixonou por Perséfone, que era filha única de Zeus e Demeter, mesmo não conseguindo o consentimento para se casar com ela, Hades não se deu por vencido, e um dia enquanto Perséfone estava colhendo narcisos ele apareceu na terra e a levou para o mundo dos mortos.

Eu sempre ouvi ótimos comentários sobre os livros da Meg Cabot, como sua narrativa era envolvente e deliciosa. Acredito que por conta disso iniciei a leitura de Abandono com expectativas muito altas, o grande problema é que sempre acabo me decepcionando em casos como esse. Não que o livro seja ruim, a proposta é inovadora e o enredo é bem construído, o único problema pra mim, foi justamente, a tão comentada narrativa de Meg Cabot. Eu esperava mais.

Pierce Oliveira é uma garota de 17 anos que passou por uma EQM (experiência quase morte). Após esse evento a vida de Pierce tomou um rumo desastroso, seus pais se separaram, sua melhor amiga morreu e ela foi expulsa do colégio, como se não bastasse ela teve que se mudar para Isla Huesos, uma pequena ilha na Flórida, onde sua mãe cresceu.

O que Pierce mais deseja é ter uma vida normal, o problema é que as lembranças de sua EQM ainda estão muito presentes em sua vida. Ao contrário do que muitos contam Pierce não viu uma luz branca, ela reencontrou o charmoso e misterioso John, que é considerado por muitos o deus da morte, e de quem Pierce teve que fugir para poder voltar a viver.

A prova de que foi verdade o que viveu, é o colar que John lhe deu enquanto esteve no mundo inferior e do qual ela não se desgruda. O intrigante colar muda de cor sempre que Pierce encontra-se em perigo, o que se tornou constante em sua vida desde a sua EQM. Nesses momentos de perigo, além do colar mudar de cor, Pierce sempre conta com a ajuda de John que aparece para salvá-la. O problema é que John não tem um temperamento muito brando, e sempre que ele aparece para ajudar Pierce, acaba a envolvendo em uma série de situações sem explicações plausíveis. A vida de Pierce vai ficando cada vez mais complicada, solitária e cheias de indagações e desconfianças. 

Ele me encarou. Sua expressão deixava bem claro que não estava feliz em me ver. Claro, eu tinha acabado de dar um berro na cara dele. Esse tipo de coisa geralmente não atrai a simpatia dos outros. Principalmente dos meninos, imagino.

O sentimento entre Pierce e John é algo do qual os dois não podem fugir, e temos que convir que ser perseguida por um deus da morte charmoso e lindo de viver, com um ar de badboy, até que não é tão ruim quanto parece. John tem um temperamento explosivo e por conta disso ele se torna contraditório em alguns momentos, ele luta contra sua natureza e com a vontade de arrastar Pierce para o mundo inferior com ele, porém consegue ser carinho e prestativo em alguns momentos, e para as mais românticas esse personagem rende alguns inúmeros suspiros.

Abandono possui um texto original e inovador. Sua narrativa em primeira pessoa nos faz conhecer bem de perto os pensamentos de Pierce, seus defeitos e suas carências, ela apesar da pouca idade é uma garota bem independente e corajosa, seus pensamentos e atitudes rendem ao leitor algumas boas risadas, principalmente quando esses pensamentos são direcionados a John.

Um romance sobrenatural, que envereda pelo mundo mitológico, assunto esse que pra mim é fascinante. Os personagens são bem construídos, e mesmo sendo um livro introdutório ele não tem muitas pontas soltas, é claro que o final te deixa com aquele gostinho de o que será que vem por aí.

Como eu disse antes, eu me decepcionei um pouco com a narrativa da Meg Cabot, acho que eu esperava muito desse livro, por ser o primeiro que eu leio da autora. Tinha em mente uma leitura mais rápida e mais fluída, o que não ocorreu, a leitura foi meio arrastada e não me empolgou, porém não tiro o mérito da autora pela originalidade. 

O livro ganhou vários pontos pela diagramação e pela capa, a editora está de parabéns pelo primor. Mesmo não tendo me arrebatado, acredito que o livro cumpriu bem seu objetivo. E para os amantes de um bom romance sobrenatural é uma boa opção de leitura.

Falando sério, a expressão "esquecer e perdoar" não faz sentido para mim. Perdoar faz com que paremos de insistir no assunto, o que nem sempre é saudável (é só ver o exemplo dos meus pais).
Contudo, se esquecemos, não aprendemos com nossos erros, o que pode ser fatal.







24 comentários:

  1. Não conheço muitos livros da Meg Cabot além dos mais populars (Diário de uma Princesa e A Mediadora), mas sempre quis ler algumas coisas dela. Muitas pessoas falam bem e mal das obras dela, o que me deixa com um pouco de receio de ler e não gostar, como é o caso de Abandono - o livro me chama a atenção, mas eu fico com o pé atrás com o enredo.

    http://www.laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Gosto muito dos livros da Meg Cabot, mas ainda não li Abandono. Adoro romance sobrenatural e com certeza quero ler esse livro.

    ResponderExcluir
  3. Oiee

    Adorei a capa do livro, e nunca li nada da Meg Cabot , mas já tenho alguns livros em casa e sempre ouvi falar bem deles.

    Gostei da idéia do livro mas talvez só lesse se já tivesse todos os livros.

    Beijos

    www.livrosechocolatequente.com.br

    ResponderExcluir
  4. Eu amooo os livros da Meg Cabot... sempre me fascinam <3

    ResponderExcluir
  5. Patty, vou ser sincera: não sei o que pensar sobre o livro; estou com aquele sentimento; gostei ou não gostei?. Acredito que terei que ler muito mais sobre ele para ver o que decido. Agora sobre a autora, já vi e ouvi ótimos comentários como você, tenho muita curiosidade em conhecer o trabalho dela, porém por livros que sejam únicos, que não façam parte de duologias ou trilogias entende. Se puder me indicar um que já tenha ouvido falar muito bem lhe agradeço.

    Bjssss

    ResponderExcluir
  6. Ahhhhhhhhhhhhhhh eu quero MUITO mesmo ler esse livro.
    Meg né.... rs Até que ele não estava tão caro quando eu vi. Vou tentar comprar ele nesse mês, quem sabe \o/ Curto muito sobrenatural, então... sei que vou gostar.

    ResponderExcluir
  7. Oiiiieeeee
    Patty esse livro me ganhou só pela capa.
    Li uma outra resenha esses dias e tinha ficado curiosa sobre esse John, porque não mencionava o que ele era.
    OMG, ele é um deus da morte!!! Já sou caidinha por essa "espécie" desde Não Pare!, Hahahahaha

    Beijinhos
    Sou eu... Pri!

    ResponderExcluir
  8. Não é a primeira vez que vejo uma resenha mostrando alguns pontos fracos em Abandono, parece que a Meg perdeu a mão neste, mesmo assim, como boa fã sei que ela tem créditos por todo o trabalho dela hehehe

    Beijos Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
  9. Oii..
    Eu nunca li um livro da autora Meg, mas tenho vontade. Desanimou a narrativa ser arrastada.
    O livro parece ser ótimo e tem uma capa linda.
    Mas tenho vontade de dar uma chance a obra.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Oi
    Eu gosto muito da Cabot, não por ela ter uma narrativa excepcional, mas por envolver os leitores em uma leitura gostosa, divertida e instigante. Não li essa série ainda, na verdade, eu li mais os chick-list dela, talvez por isso a sua narrativa passe outra impressão. Tô curiosa pra saber como a Meg desenvolve a mitologia (que eu sou louca de paixão!!!).
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Gente eu estou louca para conhecer o trabalho da autora! Ainda não li nenhum livro dela, mas ando lendo resenhas pelos blogs e estou ficando encantada com as mesmas.
    Gostei muito da resenha e pretendo tentar ler esse livro em breve.

    ResponderExcluir
  12. Oi Patty!
    Tudo bom?
    Ótima resenha! Nunca li nada da Cabot, e como já disse antes não entendo esses suspiros para os badboys que vocês tanto falam hahaha.
    Acho bem bacana quando temos mitologia no meio da história, se for bem construído enriquece bastante a narrativa. =)
    apesar dos apesares, esse livro não me despertou muita vontade =)
    beijos.

    ResponderExcluir
  13. Oi Patty.
    Li Abandono e acho que estava com expectativas muito altas também e acabei me decepcionando. Já conhecia a escrita da Meg Cabot na série A mediadora e foi fantástico.
    Eu me irritei muito com a Pierce e achei que as coisas demoravam demais para acontecer.
    Não vou acompanhar a trilogia.
    Mas, a capa é realmente muito linda.

    ResponderExcluir
  14. Sou louca para ler os livros da autora, que até agora só li O Diário da Princesa...
    Esse parece ser o estilo que gosto, pois amo mitologia grega/romana...Sinto que vou me encantar.
    Adorei a resenha...

    Abraços
    Vivi

    ResponderExcluir
  15. ei Patty, tudo bem?
    Eu também estou precisando me aventurar pelo meu primeiro Meg Cabot, e também tenho medo de me decepcionar, acho que vou começar por uns dos famosos chik lits, rs
    Eu aaaamo mitologia grega, e adoro a história de Hades e Persefone, não sabia que Abandono era inspirado neles. E olha o Biel falando mal dos badboys aí em cima! Ele nunca vai nos entender, kkkk,

    beijos
    meumundinhoficticio.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. Eu achei muito interessante a proposta do livro, mas muitos dizem que a parte mitológica nao fica muito clara e não é bem explorada, o que eu acho uma pena. Mas eu leria sim. Ficou muito boa a resenha!

    ResponderExcluir
  17. Tbm acabo me decepcionando quando tenho expectativas altas. Ainda não li nenhum livro da autora.Mais como gosto de um bom livro sobrenatural vai pra lista ;)

    ResponderExcluir
  18. Adoro a Meg e sou louca pra ler essa serie mas já vi vários comentários que é bem meia boca..super na duvida se leio ou não..

    ResponderExcluir
  19. Oiee ^^
    Já faz um tempo que não leio os livros da Meg, mas vendo algumas resenhas negativas deles (principalmente dos últimos lançados) tenho mantido distância deles. Gosto bastante dela :)

    ResponderExcluir
  20. Oi!
    Eu gostei bastante de Abandono, mas não é meu livro preferido da autora, sempre indico para quem quer ler algo dela A mediadora, é uma das minhas séries preferidas! Mas tenho que admitir que o John é mocinho e tanto...
    Beijos!

    ResponderExcluir
  21. Sou apaixonada peles livros da Meg quem tem uma escrita envolvente incrível. Tenho muitas expectativas sobre este livro mas pela resenha deu para perceber que não é tão bom assim . Beijos.

    ResponderExcluir
  22. Com certeza sou uma dessas pessoas que defendem a narrativa da Meg, The mediator é uma das melhores séries que já li. Acho os livros dela de uma naturalidade e espontaneidade incríveis. Claro, uns são melhores que outros, mas isso é normal. Acabei -literalmente, de conhecer essa trilogia em outro blog e estou tão tentada a ler...Espero não me decepcionar. Ótima resenha, parabéns.

    Beijos,
    http://garotaezine.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  23. Oi Patty-fofíssima <3
    Sempre que venho dar uma olhada no seu blog quase infarto com tantos livros resenhas e livros muito bons, são deliciosos e não podia deixar de comentar a minha tão esperada resenha do Abandono da Meg Cabot.
    É um livro que a capa deixa tú fascinada, a sinopse não me enlouqueceu e sua resenha tirou um pouco do meu entusiasmo porque já li vários livros da Patricia Cabot com uma narrativa mais deliciosa impossível mas parece que esse livro não foi tão envolvente ;-;
    No entanto, tem pontos bem positivos durante sua resenha como o tal John e fico com aquele gostinho de quero mais , mas tenho medo de ficar decepcionada com a narrativa arrastada porque é um livro bem grandinho. Então, espero conseguir comprar quando estiver em alguma promoção porque ainda não comecei a ler MORDIDA outro livro dela com romance sobrenatural (:
    Bom, parabéns pela resenha Patty!

    http://romances-para-te-fazer-feliz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Comente, ficarei muito feliz em saber sua opinião!!!