Resenha #121 - A namorada do meu amigo - Graciela Mayrink - Novo Conceito


Título: A namorada do meu amigo
Autor (a): Graciela Mayrink
Editora: Novas Páginas
ISBN: 9788581635637
Ano: 2014
Páginas: 336

Livro recebido em parceria com a editora


Sinopse: Quando voltou das férias de verão, Cadu não imaginava a confusão em que a sua vida se transformaria. Era para ser um ano normal, mas ele entrou em uma enrascada e está correndo o risco de perder a amizade do cara mais legal do mundo. O que fazer quando a namorada do seu amigo vira uma obsessão para você? Os churrascos da turma da faculdade talvez ajudem a esquecer Juliana, e, se depender do esforço do divertido Caveira, não faltarão garotas gente boa para preencher o coração de Cadu. Mas não adianta forçar... Quem consegue mandar no coração? Alice, a irmã de Beto, é só mais uma das dores de cabeça que Cadu tem que enfrentar. A vida inventa cada cilada!

Novamente me senti um tolo, um idiota. E fiquei com raiva por sentir aquilo tudo. Muita raiva, porque naquele momento percebi o que estava acontecendo comigo: estava começando a me apaixonar pela namorada do meu amigo e não conseguia evitar que isso acontecesse. Por mais que eu tentasse, não conseguia parar de pensar em Juliana desde que a revi.

A namorada do meu amigo é o segundo livro da autora Graciela Mayrink lançado pelo selo Novas Páginas da Editora Novo Conceito. Assim que eu soube do lançamento do livro fiquei empolgada, sou fã da Graciela. Amei seu primeiro livro, "Até eu te encontrar", já resenhado aqui no CdT. Adorei a premissa do novo livro e se tratando de Graciela as chances de eu amar o romance eram enormes. Não deu outra, me rendi aos encantos de uma história simples e encantadora. 

Cadu, Caveira e Beto são amigos inseparáveis desde sempre e por isso foram apelidados de "Os Três Mosqueteiros". A paz do trio só era perturbada na infância pela presença de Juju, a vizinha alguns anos mais nova que o trio. Juju sonhava em ser o D`Artagnan desse trio, mais como todos os meninos na idade de 12 anos, o trio era cruel. Juju vivia dizendo que iria casar com Cadu, porém o que Cadu mais gostaria de ver, era a aquela menina magricela longe, muito longe dele. Para a alegria do trio, Juju teve que mudar de cidade e Os Três Mosqueteiros viram seus mais íntimos desejos serem realizados, enfim estavam livres de Juju.

É assim que começa a história de amor, traição e acima de tudo amizade de A namorada do meu amigo. Após oito anos a amizade do trio se consolidou e ficou mais forte, Cadu, Caveira e Beto continuam inseparáveis. Beto e Cadu até fazem faculdade de direito juntos. A convivência diária desse trio só é quebrada em época de férias. Cadu após a separação dos pais viaja todos os anos para Floripa, onde sua mãe mora agora. Nas férias desse ano não foi diferente, após ter sido intimado pela namorada a escolher entre Floripa e ela, Cadu viaja para Floripa solteiro, e passa três meses por lá. Ao voltar para Rio das Pitangas - Minas Gerais, Cadu é surpreendido pelas novidades: Juju está de volta à cidade e está namorando seu melhor amigo, o Beto.

Para o azar de Cadu, Juju que agora é Juliana, não se parece em nada com a menina magricela e chata que deixou Rio das Pitangas há oito anos, Juliana cresceu, é uma menina linda, simpática e meiga, dona de um sorriso que faz com que o coração de Cadu dê várias cambalhotas dentro do peito. Desde o dia em que Cadu coloca os olhos em Juliana, ele não consegue mais não pensar na ex-amiga. É proibido, é desleal, contudo os sentimentos de Cadu são mais fortes do que ele poderia imaginar, Juliana simplesmente arrebata o coração do rapaz. Agora ele tem que lidar com o fato dela ser, nada mais nada menos, que a namorada do seu melhor amigo.

Não se pode deixar nada nesta vida sem tentar, para depois não se arrepender.

Podem me julgar, mas eu adoro um triângulo amoroso. Amei a maneira que a Graciela conduziu o tema, o fato da história ser narrada pelo Cadu não deixou o livro meloso, conseguimos entender as frustrações e os medos de Cadu em relação aos seus sentimentos. Ter a visão da história por olhos masculinos fez toda a diferença. Acredito que o exercício de se colocar no lugar do menino para contar a história deva ter sido um desafio para a Graciela. O bom é concluir que ela se saiu muito bem, o livro ficou leve e fluído. O time dos acontecimentos foi perfeito, nem rápido demais nem lento demais, tudo na medida certa.

Eu sou uma pessoa que prezo muito a amizade, e gostei muito de ver a cumplicidade do trio. Mesmo Cadu passando por uma fase “amigo da onça”, ele sempre se preocupou em não magoar o Beto. Serei sincera, no começo eu julguei o Cadu, achei erradas as atitudes dele, o fato dele trair a confiança do amigo, mesmo sabendo que o amigo era apaixonado pela namorada. Porém com o desenrolar da história Cadu foi me convencendo, afinal não escolhemos por quem nos apaixonamos, e ainda não criaram uma pílula de amar e  de deixar de amar. Questões do coração são sempre complicadas.

A autora conseguiu criar personagens verdadeiros, até mesmo os personagens secundários são encantadores, minha única ressalva é sobre a personagem da Juliana, por ela ser a figura central da trama a senti um tanto apagada na história, gostaria de conhecer melhor a personagem, meninos são muitos sucintos em suas narrativas. O ponto alto da história com toda certeza é o laço de amizade genuíno entre todos os personagens, mais do que um livro sobre uma história de amor, A namorada do meu amigo é um livro sobre a amizade. O final do livro me surpreendeu demais, a Graciela soube de forma brilhante fugir do óbvio. 

A narrativa da Graciela é envolvente, você lê as 336 páginas desse livro sem nem mesmo perceber. Não é um livro arrebatador daqueles que te tira o fôlego, é um livro cadenciado com diálogos simples. Uma leitura leve e despretensiosa, que cumpre muito bem seu papel de entretenimento e ainda nos traz uma bela lição sobre a amizade. A Graciela Mayrink é uma das autoras mais promissoras da nova safra de autores nacionais e eu sempre indico a leitura do seu primeiro livro, não seria diferente com A namorada do meu amigo, leiam!!! Vale muito a pena.

Os momentos de decisão são importantes em nossa vida, mas nem sempre significam algo bom ou fácil.





24 comentários:

  1. Oi Patty, gostei muito da sua resenha. Deu para saber mais do livro. Desejo muito, muito sucesso para a Graciela.
    Ela merece.
    Beijos
    http://marlicarmenescritora.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. A primeira vez que vi essa capa, fiquei logo com vontade de ler primeiro pelo nome do livro e depois pela fotografia, achei bem bacana, me lembra o livro Tipo destino, que li e amei.
    No meu ver a amizade deles é tão importante, não sei como acaba, mas seria bem bacana se ele não ficasse com ela. rs Também adoro triângulos amorosos.
    Beijos!

    http://www.pamlepletier.com/

    ResponderExcluir
  3. Oi Patty!
    Esse parece ser um romance bem leve, ótimo para passar o tempo.
    Ele ser narrado pelo ponto de vista masculino, é definitivamente um diferencial.
    Adorei a resenha =)

    ResponderExcluir
  4. Olá Paty

    Questão difícil essa!
    Há pessoas que trocariam amizades de anos sem titubear, mas há outras que são muito mais fiéis aos amigos do que a qualquer outra pessoa.
    Por um lado as pessoas dizem que amizades duram para a vida toda, mas eu sou testemunha de que isso nem sempre é verdade.
    Um amor pode ser mais duradouro do que uma amizade e um amor pode se transformar na sua família.
    Só acho que as pessoas não precisam escolher entre um e outro, a não ser que estejam na situação do Cadu, ai fica difícil manter os dois.

    Adorei sua resenha! Beijos


    Raíssa Martins - O Outro Lado da Raposa
    Facebook
    Twitter

    ResponderExcluir
  5. Mesmo tendo triângulo amoroso fiquei interessada nesse livro pra ver como as coisas vão se resolver para o Cadu com esse "amor proibido". Só o fato de ser narrado por ele deve dar um ótimo toque ao livro.
    Sério que a autora fugiu do óbvio no final? Ah, não! Eu quero ler agora!
    Ótima resenha! Bjs, Patty <3

    ResponderExcluir
  6. Oi Patty! Eu não sou tão fã assim de triangulos amorosos ainda mais quando envolvem amigos. Acho que uma amizade verdadeira é muito dificil de se achar hoje em dia e estragar uma por paixonites é bobeira. Não sei se é o amor mesmo o que Cadu sente, se for isso é até perdoavel, tenho que ler pra ver o que eu acho né

    ResponderExcluir
  7. Patty eu estou com muita vontade de ler esse livro, parece ser bem gostoso e de fácil leitura!

    Beijinhos
    www.serleitora.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oi Patty, tudo bom?
    Já li um livro da Graciela e curti a história. Quando eu li a sinopse também julguei o Cadu, mas pela sua resenha eu fiquei repensando sobre o assunto. Imagina se apaixonar pela namorada do seu amigo? Não escolhemos quem amar, não é mesmo? Uma ótima indicação e espero ler em breve.
    Beijos!
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi. Tudo bem?
    Eu ja vi um filme, aliais vi qe ia passar!! Não assintir mas...!
    Eu curti bastante a historia ela realmente e bem maluco .
    Pois o amigo não sabe de fato o que senti com a namorada do amigo o.O

    http://b-maluco.tk/

    ResponderExcluir
  10. Oi, tudo bom?
    Eu gostei muito da resenha, adorei a premissa do livro, tenho certeza de que ele irá me agradar muito, gosto desses tipos de romances, mas esse negocio de gostar de namorado (a) dos outros é complicado graças a Deus eu não passei por isso.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir
  11. Oi Patty linda, quero muito ler os livros da Graci tenho os dois, mas os livros de parceria sempre passa na frente, adorei sua resenha e fiquei empolgada para ler esse! Bjkas
    Dani Casquet- Livros, a Janela da Imaginação

    ResponderExcluir
  12. Oi!
    Estou bastante intrigada com esse livro.
    Gostei do enredo, e estou curiosa pra saber como se desenvolve essa história amor/amizade.
    Adorei a resenha.
    Beijos
    Construindo Estante || Facebook

    ResponderExcluir
  13. Olá Patty!
    Eu nunca li nada da Graci. Mas sou louca pra ler. Acho que vou começar por esse livro já que você super indica ele. O título do livro ´bem sugestivo e nos instiga a saber mais sobre a história. Assim que puder vou adquirir o meu.
    Beijinhos!
    http://eraumavezolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Ahhh que situação, eu sinceramente não sei o que esperar deste livro, o titulo já carrega um impasse para mim mega difícil, só por isso pretendo muito em breve adquirir meu exemplar e conhecer e saber como a autora vai desenrolar esta historia!

    Beijos Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
  15. Desde o lançamento deste livro q eu estou de olho!
    Gostei de saber q os personagens foram mto bem criados e estruturados
    Gostei mais ainda em saber q o final n e óbvio! Fiquei mais instigada ainda a lê-lo!

    ResponderExcluir
  16. Hey Patty
    Adorei a resenha, fiquei super curioso para saber se a Juliana deu trela pro Cadu ou não!! Mas não se eu conseguiria ler esse tipo de livro, ele não faz nem um pouco o meu gênero literário e nem se mostrou realmente interessante para mim, fora que não gostei nem um pouco da capa =/

    Xo
    Re.View

    ResponderExcluir
  17. Oiee ^^
    Eu também gosto de triângulos amorosos, mas odeio quando a protagonista (normalmente é uma mulher e dois caras) fica com frescura (helloo, Kelsey) e enrola os dois :/
    Nunca li os livros da Graciela, mas tenho curiosidade de conhecer as histórias...

    ResponderExcluir
  18. Oiee

    Ainda nao li nenhum livro da autora adoro ela e ja´varias vezes pessoalmente agora pretendo ler muito em breve seus livros.

    Beijos

    www.livrosechocolatequente.com.br

    ResponderExcluir
  19. Oi Patty, adorei sua resenha e me interessei muito pelo livro. Apesar de preferir livros que "nos tiram o fôlego", às vezes é bom leituras assim, calminhas e simples.. Gosto também do fato de o livro ser contado por uma mente masculina, apesar de o livro ter sido escrito por uma mulher, nos ajuda a entender um pouco do que se passa na cabeça deles.. haha Assim que possível, tentarei lê-lo.. Beijoss

    ResponderExcluir
  20. Comecei a ler o livro hoje,tive que passar ele na frente de outros de tão curiosa que eu estava com a história.Adoro um bom triângulo amoroso e ainda mais fortes amizades.Quero muito saber o final então vou me apresar com a leitura e não ficar enrolando.

    ResponderExcluir
  21. Oi Patty!
    Ainda não li o primeiro livro da autora, mas fiquei bem curiosa sobre esse. pelo jeito é uma leitura leve e diferente, por ser o garoto que narra... A namorada do meu Amigo provavelmente será uma das minhas próximas compras, não consigo resistir a uma bom triângulo amoroso...

    ResponderExcluir
  22. Oii
    Que lindo!! Já estou babando por esse livro! Não leio muito, mas gosto de apreciar esses livros mais leves. Gostei do passado do quarteto, achei divertido. Kkk É complicado falar de traição, ainda mais com um amigo, mas como sempre dizemos: não escolhemos por quem nos apaixonar! E é verdade! Vou adicionar esse livro a minha lista, e vou lê-lo como algo que também me identifico, pois uma passagem semelhante aconteceu na minha vida, mesmo não tão dramática. kkk
    Beijos

    ResponderExcluir
  23. Oi , estou louca por este livro , so vejo resenhas falando muuuuuuuuuuito bem dele oque so aumenta meu interesse em ler-o , que julgue nois duas, pois tbm adoro um triângulo amoroso , mais quando o assunto é o mlhr amg , é meio complicado , ainda mais quando a amzd é desde pequenos , e achei super divertido como aquela menininha magricela quando cresce deixa os dois babando por ela , tenho certeza que vou gostar muito da leitura !

    ResponderExcluir
  24. Oi Patty! A-do-rei!!! Acabou de entrar no topo de prioridades, irei ler esse livro com urgência! Também amo de paixão triângulos amorosos, amo mais ainda amores impossíveis e para arrematar, adoro ver um garoto sofrendo de amor, pra variar um pouquinho hahaha. Livro mais que perfeito, depois de lê-lo volto aqui e dou minha nota final. Valeu a dica. Abraços!

    ResponderExcluir

Comente, ficarei muito feliz em saber sua opinião!!!