Resenha #132 - As batidas perdidas do coração - Bianca Briones - Editora Verus


Título: As batidas perdidas do coração
Autor (a): Bianca Briones
Editora: Editora Verus
ISBN: 9788576863229
Ano: 2014
Páginas: 400




Sinopse: Viviane acaba de perder o pai. Com a mãe em depressão, ela se vê obrigada a assumir o controle da casa com o irmão mais novo. Rafael teve o pai assassinado há alguns anos e agora viu quatro pessoas de sua família, incluindo a única irmã, morrerem em um acidente de carro. Viviane pertence a uma classe social que ele despreza. Rafael é tudo o que ela sempre ouviu que deveria evitar. Eles são opostos, porém dividem a mesma dor. Jamais se aproximariam se a morte não os colocasse frente a frente, e agora, por mais que saibam que são completamente errados um para o outro, não conseguem evitar uma intensa conexão, que poderá salvá-los ou condená-los para sempre. As batidas perdidas do coração é uma história sobre perdas e como cada um lida com elas. É o encontro atormentado entre a dor e o amor. Com uma narrativa sexy, envolvente e repleta de música, este livro traz a última tentativa de duas pessoas arruinadas que, juntas, buscam desesperadamente se encontrar.
A vida é muito mais que uma sucessão de fatos ao acaso. Quando você acha que nada mais pode acontecer, é exatamente aí que tudo muda.

Para e pensa em um livro que te tira o ar. Seria muito piegas de minha parte dizer que ele fez meu coração pular uma batida? Não. Nada é piegas quando estamos falando sobre algo pelo qual nos apaixonamos. Bianca Briones conseguiu em um só livro compilar todas as características que eu amo em um personagem. Rafael me conquistou, abalou minhas estruturas, fez com que eu me apaixonasse e despertou em mim um instinto protetor que poucos personagens foram capazes até hoje.

Rafael é um personagem marcante, e já teve uma cota de perdas mais que suficiente em sua vida, há alguns anos ele perdeu o pai assassinado por assaltantes, e agora acabou de perder mais quatro membros de sua família, incluindo sua única irmã, em um acidente, motivado por um "mauricinho" que estava em um racha. Acredito que cada um tenha uma forma de lidar com as perdas da vida, alguns conseguem encarar essa realidade dura sem nenhum auxílio, outros como Rafael não conseguem suportar a carga e se entregam. Para alguns a válvula de escape é a depressão, para outros a bebida. Rafael se entregou às drogas para afugentar e abrandar sua dor.

Mesmo com todos seus problemas Rafael é do bem. Trabalhador, ganha seu dinheiro como barman, mas não um barman qualquer, Rafael dá um espetáculo, ele é performático, ele seduz, ele é um show. E além de tudo é músico, lindo, sexy e tem aquele ar de badboy, que pra mim é irresistível. Tudo bem podem me julgar... sou louca por badboys. Tirando as qualidades físicas e artísticas do Rafa, ele ainda é um bom rapaz, que com a morte dos tios, se tornou responsável por seu primo Lucas, um adolescente, que ao contrário do Rafa, consegue lidar com a perda sem precisar de nenhum subterfúgio. Ele encontra apoio não só em Rafa, que se tornou uma espécie de irmão torto pra ele, como em Rodrigo, seu mais novo amigo.

Em contraponto ao Rafa, temos Viviane, ou simplesmente Vivi, ela é uma "patricinha", mimada, muito ligada a roupas, a moda, a looks. Se o livro se passasse em 2014, Vivi seria um sucesso como blogueira de moda, mas o livro se passa em 2004, e algo me diz que naquela época isso ainda não era tendência. Vivi apesar de ter uma vida confortável, ser rica, viver em um bairro nobre de São Paulo, também está lidando com uma grande perda, seu pai que fora diagnosticado há dez meses com câncer, depois de passar por um tratamento intensivo e difícil veio a falecer. Vivi acompanhou de perto o tratamento do pai, uma vez que a doença afetou também sua mãe. A mãe não conseguiu enfrentar a doença do marido e se rendeu a depressão.

E é em meio a esse caos o destino apronta uma das suas e aproxima essas duas pessoas tão diferentes. Esses personagens tão marcados pela dor vão encontrar um no outro o apoio necessário para enfrentar seus mais profundos fantasmas, traumas e vícios.

Por mais incrível e maluco que possa parecer o que vou dizer agora, eu tenho sorte, porque neste mundo imenso, em meio a toda a minha dor, eu te encontrei.
Poderia ser muito pior sem você.

Eu adorei cada minuto que passei com os personagens de As batidas perdidas do coração, não tem como ficar indiferente ao sofrimento e a guerra que os personagens travam o tempo todo. A autora conseguiu criar personagens verdadeiros, com problemas reais. Quantos Rafas não existem por esse mundo? Quantas pessoas já tentaram largar o vício das drogas e não conseguiram? Quantas pessoas levaram consigo para o buraco as pessoas que mais amavam? Ficar indiferente aos dramas apresentados no livro é quase impossível.

Esse é um daqueles livros que você não consegue parar de ler, e que quando termina a tristeza se apodera de você. Porque você se apegou tanto aos personagens, sofreu tanto com eles, torceu tanto por eles, que deixa-los ir é doloroso. A cada vitória e a cada derrota é como se o coração do leitor perdesse uma batida. E não é só com os personagens principais do livro que você tem essa sensação, os personagens secundários são muito bem escritos, e todos tem voz ativa na trama, cada um contribui muito com o desenrolar da história.

A narrativa do livro é intercalada entre a Vivi e o Rafa, e a autora conseguiu com maestria separar muito bem as narrativas, não tem como duvidar que é a personalidade do Rafa que está naquelas páginas. E ainda nos brinda com uma playlist de tirar o fôlego, eu amo a junção de música e literatura, eu acredito que elas se complementam, não tem como ouvir The Calling - Could it be any harder e não se lembrar do Rafa, como não há como ouvir Eva Cassidy - Over the Rainbow e não pensar em Vivi. A cada início de capítulo há um trecho de uma música. O livro tem 400 páginas divididas em 80 capítulos, o que proporciona um dinamismo à leitura, eu já li algumas resenhas que falavam que o livro é muito corrido, eu discordo, pra mim ele tem o tempo certo.

As batidas perdidas do coração é um NA muito bem escrito, que nos deixa com aquela sensação de quero mais, e traz consigo as características marcantes do gênero: histórias de vidas trágicas, a busca pelo recomeço e o erotismo. Um livro intenso, porém com uma narrativa fácil e fluída, uma trama que te vicia. Cada batida perdida do meu coração valeu a pena, e claro que indico a vocês embarcarem nessa história de amor, amizade, superação e perder algumas batidas também.


Meu pai dizia que, quando descobrimos que estamos apaixonados, o coração fica tão assustado que pula um batimento, como se estivesse se preparando para todas as variações de velocidade que vai ter que enfrentar a partir daí. É o que ele chamava de "batidas perdidas do coração".
Segundo ele, o coração nunca recupera o ritmo correto até se encontrar no peito de outra pessoa.




22 comentários:

  1. Oi Patty!!

    Esse livro foi muitooooooo surpreendente pra mim, amei tanto!! Impossível não amar né? <3

    O livro tem elementos únicos que nos envolvem demais na trama! O Rafael é apaixonante, a Vivi é uma boa protagonista também. O drama da história é de doer o coração e tudo o que eles enfrentam é intenso e tocante! A narrativa ser intercalada também foi ótimo né?

    Me apaixonei pelo livro e nem sou fã de New Adult! A Bianca Briones conseguiu fugir do comum dentro do estilo! Amei demais!

    Ótima resenha Patty, descreveu o que senti também!
    Beijos!!

    http://livrosontemhojeesempre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oiee

    Ainda não tinha visto nenhum resenha do livro, mas amei a capa e sinopse agora lendo sua resenha então deu vontade de sair correndo e ler o livro agora rssr

    Beijos

    www.livrosechocolatequente.com.br

    ResponderExcluir
  3. Hellooooooooooooooooooooo, Patty. *-*

    Não sei quantas resenhas ao total li desse livro, mas cada uma me faz ficar mais afim de lê-lo. Parece aquele tipo de livro que você não quer parar de ler. Rafa e Vivi devem ser puro amoooooor.

    Amo The Calling e Could it be any harder é uma das minhas músicas favoritas deles. Acho que irei fazer uma playlist pra escutar enquanto estiver lendo. Irei perder algumas batidas do meu coração nessa leitura.

    Autor nacional é tudo de bom e muito sucesso pra Bianca. E mais livros lindos em sua carreira.

    Visite: http://paradisebooksbr.blogspot.com.br/

    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Oi, Patty! Li o livro há alguns dias e simplesmente adorei. Chorei muito nas páginas em que o Rafa passava pela desintoxicação, me pareceu tudo tão real que eu tinha que parar um pouco para me situar na realidade. Enfim, não sei se isso fez muito sentido hahaha O livro foi lindo e mais lindo ainda por ninguém ter morrido no final, apesar de todos terem sofrido muito.

    ResponderExcluir
  5. Oii
    EU. TÔ. LOUCA PARA LER. ESSE. LIVRO.
    No primeiro momento, porque é um NA e depois, pela sinopse. É perfeita, a capa é linda, eu já quero esse homem, já amo as músicas, já amo tudo!!!
    Amei sua resenha, só tenho ouvido elogios, mas os seus foram demais! Você realmente gostou! kkk Ai, preciso ler logoooo! kkk
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Oi, Patty!
    Gente, depois de ler a sua resenha fiquei com uma necessidade enorme de ter esse livro!
    Só vejo coisas boas sobre ele, o que só aumenta minha vontade de lê-lo.
    Ele deve ser incrível, para conquistar tantos elogios desse jeito.
    Beijos
    Construindo Estante || Facebook Tem promoção de Halloween lá no blog. Não fique fora dessa!

    ResponderExcluir
  7. Oi Patty, eu realmente não leria esse livro pelo motivo que a pessoa que eu mais amava ter falecido e acho que ler um livro assim só me faria mais mal e me deixaria mais triste ainda.
    Beijos - lendocomabianca.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Estou com expectativas enorme em relação a este livro!
    Um dos fatores são um serie de resenhas elogiado esta obra!
    Por isso me interessei bastante pra ter um futura leitura
    O historia parece se linda e gostosa de ser ler
    e capa e perfeita e doce

    ResponderExcluir
  9. Fiquei com muita vontade de ler esse livro, com certeza está na lista de desejados!!

    http://lendoporamor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Esse é um dos livros nacionais que mais quero ler..
    Pelo jeito tá todo mundo amando ele!

    Forever a Bookaholic
    Curta a página do blog

    ResponderExcluir
  11. quero muito ler....
    estou apaixonada...
    com certeza minha proxima leitura....
    amo NA, amo o cenário de musica....
    omg tenho que ler esse livro...

    ResponderExcluir
  12. Patty, eu não dava nada pra esse livro quando vi ele sendo lançado mas eu li tanta resenha boa sobre ele que acho que mudei completamente de ideia. O livro deve ser maravilhoso pra merecer tanto elogio de tanta blogueira assim. E UAU, o Rafael parece ser demais, o tipico personagem pelo qual a gente se apaixona.

    ResponderExcluir
  13. Oi Patty!
    Ta aí um NA que eu fiquei com vontade de ler xD
    Vi tanta gente falando bem que é impossível não despertar a curiosidade.
    Todo mundo sabe que tu ama badboys, já não é mais segredo HUSHUSHUSH
    Mais um marido pra lista Patty? xD

    ResponderExcluir
  14. Oi Patty amei essa resenha e corri para perguntar a Verus se ainda podia solicitar ele, fiquei muito interessada pela história, ainda mais envolvendo música! Olha um personagem chamado Rafael é bem legal!
    Bjkas
    Dani Casquet- Livros, a Janela da Imaginação

    ResponderExcluir
  15. Leio livros NA muito raramente e só quando fico muito interessado que é o caso desse, gosto de livros em que os personagens sofrem e precisam lidar com perdas e dores, tendo momentos de superação, o contraste entre as personagens dos personagens é bem definido só pela resenha dá para perceber, achei a divisão do livro muito bem pensada realmente para dar uma agilizada na leitura, como envolve fortes dramas e ainda música é um livro que pretendo dar uma chance.

    ResponderExcluir
  16. Patty quero muito ler o livro da Bianca o quanto antes, só vejo elogios portanto quero muito conhecer estes personagens, como amo o gênero tenho certeza que vou amar!
    Ahh e a capa é linda né?!

    Beijos Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
  17. Já vi bastante resenhas sobre esse livro, todas positivas e fiquei bastante curiosa, a sua resenha me deixou ainda mais interessada. Gosto bastante de historias que nos emociona. Achei a capa maravilhosa, quero ele pra mim <3

    ResponderExcluir
  18. Esse Rafael parece ser perigosamente irresistível.... Parece ser uma boa leitura e fiquei curioso com o livro apesar de fugir um pouco do que costumo e gosto de ler... mas seria uma boa curva da minha zona de conforto.

    ResponderExcluir
  19. Deve ser um livro lindo,os dois tentando superar essas dolorosas perdas e encontrando um no outro um certo tipo de conforto.Eu também tenho que confessar minha quedinha pro lado badboy.A Bianca fez um ótimo trabalho e como estou cada vez mais apreciando os nacionais espero ler esse em breve.

    ResponderExcluir
  20. Nossa, não conhecia esse livro. Mas depois de sua resenha estou simplesmente apaixonada por ele. Necessito urgentemente lê-lo!

    ResponderExcluir
  21. Oi Patty!
    Já li algumas resenhas positivas sobre o livro, que entrou para minha lista de prioridades! Gosto muito quando um livro consegue me envolver, como parece ter acontecido com você, eu também torço muito pelos personagens e já estou contando que o Rafa vai ser um personagem inesquecível... Sem contar que também não resisto a um badboy kkk
    Bjs

    ResponderExcluir
  22. Quero MUITO ler esse livro. Já li tantas resenhas tão positivas que é impossível não ficar nem um pouco curiosa para lê-lo. E cá entre mais, aquele livro que nos deixa com sensação de quero mais é a melhor coisa né? Ficar na ansiedade por uma continuação ou alguns capítulos a mais é muito <3

    ResponderExcluir

Comente, ficarei muito feliz em saber sua opinião!!!