Resenha #140 - Caçadora de Unicórnios - Diana Peterfreund - Galera Record


Título: Caçadora de Unicórnios
Série: Ordem da Leoa #1
Autora: Diana Peterfreund
Editora: Galera Record
ISBN: 978-8501098603
Páginas: 364

Sinopse: Esqueça a lenda. Unicórnios não são fofinhos. Nem alados. Muito pelo contrário: são cruéis, carnívoros e venenosos. É o que Astrid cansou de ouvir de sua, digamos, "um pouco obcecada" mãe. Ao que parece, as duas fazem parte de uma longa linhagem de caçadoras de unicórnios, descendentes de Alexandre, o Grande. Ah, e o Bucéfalo? O famoso cavalo do mais temido conquistador da história? Sim, você adivinhou... Unicórnio. Claro que Astrid costumava zombar dessas excêntricas histórias - até que o namorado foi atacado por um... pônei com chifre? E salvo do estranho veneno por uma droga milenar, um remédio mítico feito à base de unicórnios e guardado com zelo insano pela mãe de Astrid. Por isso, agora ela está indo para um claustro em Roma. Um antigo centro de treinamento para caçadoras. No entanto, na antiga Ordem da Leoa, nem tudo é o que parece. Fora de seus muros, os unicórnios esperam para atacar. E dentro, Astrid enfrenta outras ameaças inesperadas: paredes cobertas de troféus de caça vibram com um poder terrível, as outras caçadoras, e até mesmo seus patrocinadores sugerem intenções escurssas; mas o mais perigoso talvez seja a atração crescente por um estudante de arte... uma atração que pode pôr tudo a perder...
Não se deixe enganar pelo título e por essa capa meio estranha. Esse livro vale muito mais do que você imagina. Eu tinha ouvido algumas pessoas falarem bem da história, apesar de ficar certamente um tanto desconfiado. Afinal, o livro é sobre unicórnios. Sim, o cavalo branco com chifre, aquela criatura mitológica que quando todo mundo ouve falar, já imagina arco-íris e coisas fofinhas. Bom, se é essa é a ideia de unicórnios que você tem, se prepare, pois esse livro vai mudar a sua perspectiva sobre eles.

A história se passa no nosso mundo, a única diferença é que há muitos anos os Unicórnios andavam livremente. Essa milagrosa criatura era um risco a raça humana, afinal eles eram carnívoros e possuíam um veneno mortal em seus chifres. Por conta de sua capacidade regenerativa, matar um Unicórnio era muito difícil, as únicas pessoas capazes de se aproximarem do animal e de fato caçá-los eram as Caçadoras Virgens descendentes de Alexandre o Grande. Por algum motivo desconhecido a linhagem das caçadoras era imune ao veneno e por meio da magia existia uma espécie de conexão entre os animais e as jovens.

Os unicórnios são monstros que comem pessoas. Eles não têm asas, não são cor lavanda nem cintilantes, e você jamais conseguiria capturar um e cavalgá-lo sem que ele perfurasse seu tórax até arrancar suas tripas. E mesmo se ele não atingisse as artérias principais, coisa que nunca acontece, você ainda morreria por causa do veneno mortal que ele tem no chifre.

Hoje em dia, a população mundial não tem ideia de que unicórnios existiram muito menos que são bestas sanguinárias, pois há 160 anos eles simplesmente sumiram, e junto com eles boa parte da documentação e conhecimento sobre a época e sobre as famílias das caçadoras.

Astrid Llewelyn é uma jovem de 16 anos, suas preocupações são basicamente estudar e ter uma vida social aceitável na escola. Sua mãe Lilith, tinha uma carreira promissora, até descobrir vestígios sobre a história dos unicórnios e a linhagem da família da filha. Lilith ficou obcecada pelo assunto, e desde pequena Astrid ouvia várias e várias vezes sua mãe comentar sobre isso. Obviamente ela não acreditava em uma única palavra, afinal quem iria acreditar em Unicórnios assassinos?

Em um determinado dia Astrid estava com seu namorado Brandt e um animal do tamanho de um bode o atacou. O rapaz começou a sofrer efeitos colaterais após ter sido perfurado pelo chifre da criatura, instantaneamente Astrid percebeu que aquilo era um unicórnio. Ao recorrer a sua mãe por ajuda, Lilith conseguiu curar o rapaz e controlar a situação.

Depois disso a vida de Astrid dá uma volta de 360°. Sua vida social na escola foi arruinada pelo episódio com seu ex-namorado e tudo parecia ir de mal a pior. Lilith entrara em contato com algumas pessoas e a Ordem da Leoa estava sendo reaberta na Itália, lá Astrid seria treinada para então exercer a sua função de Caçadora de Unicórnios, mesmo que fosse contra sua vontade.

Esse livro foi uma ótima surpresa. Não se deixem levar pela maluquice que é a premissa do livro, a história é muito mais que isso. A narrativa é feita em primeira pessoa pelo ponto de Astrid. As descrições são feitas na medida certa, a autora não se perde com descrições detalhadas e enfadonhas. A leitura é rápida e bastante fluída. Astrid como narradora é perfeita, ela traz um toque cômico em tudo que está acontecendo. Afinal, nem ela mesmo acredita direito nessa coisa de unicórnios.

Os personagens são bem variados e não são poucos. As garotas da Ordem da Leoa são bem distintas. Cada uma tem um background complicado. A vida delas não é nada fácil, afinal correm o risco de morrerem a qualquer momento. Elas não possuem muito conhecimento sobre a função que precisam exercer, e muito do conhecimento foi perdido durante os anos. A magia vai mostrando para elas pouco a pouco parte de sua essência.

É perceptível o desenvolvimento das personagens no decorrer do livro, assim como outros temas mais tensos são abordados. As jovens só podem continuar sendo caçadoras se continuarem virgens, e não é qualquer pessoa que consegue dedicar sua vida inteira a esse tipo de situação.

A história em si é bem interessante. A autora cumpriu com o que tinha proposto e o fez com maestria. Para quem gosta de fantasia, esse livro é um prato cheio. Magia, humor e muita ação são constantes durante todo o livro. As cenas de lutas são bem descritivas, e a autora não poupa o leitor dos detalhes mais sangrentos. Vale muito a pena ler!



27 comentários:

  1. Olá, Gabriel!

    Embora eu tenha achado sua resenha fantástica, não senti atração pelo livro. O tema e a capa não conseguiram me agradar. Fico feliz que tenha gostado, mas esse livro eu dispenso!

    Até logo,
    Sérgio H.

    www.decaranasletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Infelizmente não faz meu tipo de livros. Fantasia não é pra mim, mas sempre tem aquele amigo(a) que curte então é sempre bom saber de livros assim pra indicar. Abraços! :-)

    ResponderExcluir
  3. Oiee

    Infelizmente não curto livros de fantasia assim dessa forma, não sei se leria ele mas gostei da sua resenha Biel.

    Beijos

    www.livrosechocolatequente.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi Gabriel! Até que eu curto livros de fantasia, mas li um livro de unicórnios um tempo atrás e traumatizei! Não era nada do tipo arco-íris ou coisa assim... Foi muito sem sentido mesmo! Mas quando eu tiver uma oportunidade... Quem sabe?! Bjs

    folheandominhavida.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Unicórnios....não sei se leria viu Biel! mas adorei conhecer mais sobre el através de vc aqui no CDT!

    Beijos Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
  6. Eu já estava pronta para dizer que não tinha me interessado pelo livro... mas quando li a resenha fiquei tipo :o Como você disse, sempre imaginei unicórnios fofos e não assassinos. Gostei, talvez eu leia haha

    ResponderExcluir
  7. Oi, Gabriel!
    Bom, deu um problema na internet, então não sei se meu comentário foi. De qualquer modo vou tentar refazer Hehe

    Eu nunca fui muito fã de unicórnios; Normalmente as meninas adoram, mas eles nunca fizeram meu tipo. E acho que por não gostar deles é que eu acabei me interessando por esse livro, já que ele nos da uma versão beeeem diferente deles, e eu gosto quando autores ousam e desafiam os leitores com essas desconstruções.

    Não sei se essa é a capa original, mas ela é bem fraca e não chama atenção para o potencial (que eu deduzo que tenha) do livro; É uma pena, mas hoje em dia é bem comum ver capas fracas.

    Bjs
    Blog Cantar Em Verso | Fbook

    ResponderExcluir
  8. Gabriel você mi conquistou já no começo quando mencionou "o livro vale muito mais do que você imagina", esse livro tem uma capa muito feia, não importa eu com toda a certeza vou ler esse livro espero gostar da historia que pelo que li promete ser um livro incrível. Parabéns pela resenha.

    ResponderExcluir
  9. Gostei desse livro porque ele vem com a intenção de quebrar com aquela imagem perfeita que temos dos Unicórnios. Achei a premissa bem interessante e se ainda há um crescimento do personagem na obra, melhor ainda.
    Adorei a dica.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de novembro

    ResponderExcluir
  10. Biel, tive que rir de você agora e fiquei curiosa só do tanto que você faltou que o livro é bom, apesar da loucura que parece, kkkkk
    Realmente, deu pra perceber que você se surpreendeu muito, rs.
    Eu curto sobrenaturais, mas nunca li nada parecido. E fiquei triste de imaginar os unicórnios maus, eles são tão fofos na maioria das obras, rs
    beijos
    meumundinhoficticio.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. assim vc quer me matar né <3 to alucinada pra ter esse livro vc não tem noção e sem contar que eu amo unicórnios '-' sério.
    sobre a história eu acho bem inusitada sabe, por isso sou doida pra ler.
    curti a resenha ;D assim q eu ler te digo.

    Seguindo o Coelho Branco

    ResponderExcluir
  12. Oiee ^^
    Vi o titulo e a capa e quase desanimei, não imaginava que esse livro pudesse ser tão interessante. Amei a sua resenha ♥ me fez colocar Caçadora de unicórnios no topo da listinha de desejados.

    ResponderExcluir
  13. Oi Gabriel tudo bem??

    Já conhecia o livro, tinha visto em livrarias e ele já tinha me chamado a atenção mas não sabia se era realmente bom e tal e acabei esquecendo dele. Ano passado li um livro da autora, da série Sociedade Secreta, e amei, comprei todos e a escrita dela é ótima mesmo, bem envolvente!

    Amei a resenha, agora posso colocar o livro na wishlist sem aquele medo, porque sei do que se trata mais a fundo e tudo! Parece ser muito bom, amo fantasia e unicórnios, mas acho que não vou curtir os desse livro ahahauhahua

    Beijos!

    http://livrosontemhojeesempre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. O nome do livro engana a gente hahah Interessante a autora tirar toda a fofura desse ser e transformar ele num monstro sanguinario, quem pensaria numa coisa dessas né?

    ResponderExcluir
  15. Eu já ouvi falar desse livro, mas não tinha interesse nele. Mas lendo sua resenha agora, fiquei com um pouco mais de vontade de conhecer o livro. A história parece ser bem interessante mesmo, e eu nunca li nenhum livro com unicórnios... Eu acho que até vou dar uma chance ao livro, mesmo não gostando muito de livros com muitos personagens.
    Bjss

    ResponderExcluir
  16. #aloka

    Li primeiro a resenha do segundo pra depois ler a do primeiro. :P
    Mas e que tu disse que não tinha spoilers e decidi me arriscar. Agora entendi a Astrid. Perdeu a vida que em termos tinha depois do ataque ao seu namorado e foi virar uma caçadora de unicórnios. >.< Como eu disse me interessei bastante pelos livros, mas primeiro quero saber se autora irá realmente terminar. Parabéns pela resenha, Gabriel. o//

    Visite: http://paradisebooksbr.blogspot.com.br/

    Até mais.

    ResponderExcluir
  17. Oie Gabriel!!

    Eu vou ser sincero com você!! Eu adorei sua resenha, a premissa do livro é boa e até me interessei pelo livro, ainda não acredito que os unicórnios sejam esses monstros desenhados pelo livro!! Por isso continuo com minha ideia de ler essa serie, para não modificar a ideia que tenho deles!! Até em Harry Potter eles são animais legais, malvadeza torna-los malvados!! :'(

    Xo
    Re.View

    ResponderExcluir
  18. Embora sua resenha esteja maravilhosa, o livro em si não me agradou. Não curti a capa e já pela sinopse, fiquei desanimada.

    ResponderExcluir
  19. Não tinha gostado do livro mas a resenha me ajudou a não me decepcionar com o livro !!!!

    ResponderExcluir
  20. De imediati não gostei do livro, mais, quando li a resenha me envolvi e fiquei super curiosa para ler o livro.
    Nunca pensei que iria um dia sentir vontade de ler um livro que tenha Unicórnios Assasinos. Mais tudo bem.

    ResponderExcluir
  21. Adoro livro de fantasia me leva pra lugar muuuito distante da realidade
    Isso que mais gosto deste gênero! Caçadora de Unicórnios sem duvidas
    iria me levar pra mundo bastante distante! Não conhecia este livro, achei a capa
    muito perfeita!

    ResponderExcluir
  22. Oi Gabriel..
    Estou louca pra ler esse livro,, fantasia eu gosto mas n e meu genero preferido. Mas lerei por causa da autora, q gosto bastante!
    Forever a Bookaholic
    Curta a página do blog

    ResponderExcluir
  23. Oiii
    Eu estava com um pé atrás sobre esse livro, eu realmente não achava que valia muito a pena! E se ele é tudo isso que você está dizendo, acho que estava errada! Mitologia me fascina, mas não li nada ainda em que o foco são unicórnios, o mais próximo que cheguei foi em Harry Potter. Mas parece que nesse livro a coisa muda de figura e há um mundo novo e instigante para adentrar. Gostei dessa coisa de garotas de um certa descendência imunes ao veneno e que devem se manter virgens para cumprir sua missão kkkk
    Espero lê-lo um dia, e minha imagem de unicórnios como seres lindos vai ser mudada! kkkk
    Beijos

    ResponderExcluir
  24. Eu li a resenha do segundo livro ao invés de começar por essa, mas não tem problema. Torno a falar que esse livro é totalmente fora da minha zona de conforto e, na verdade, de qualquer leitor né? Porque é bem incomum autores falarem sobre unicórnios que ''eram carnívoros e possuíam um veneno mortal em seus chifres.''. rs

    ResponderExcluir
  25. Oi Gabriel, tudo bom?
    Você sabe que fantasia não é meu forte, por mais que essa história tenha se destacado. Acho que apostaria por causa da autora, pois já li outro livro dela e curti bastante.
    O título e a capa são bem chamativos.
    Beijos!
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  26. Olha esse título que lindo!! E essa capa... Por céus. <3
    Eu gostei muito da forma que você apresentou os principais fatores da estória e tudo me deixou muito curiosa. O livro parece ser tão divertido. <3
    Eu não me importo com isto, de ser um assunto """"fora do comum"""". Tudo me deixou curiosa. Tentarei lê-lo quando possível. <3

    ResponderExcluir

Comente, ficarei muito feliz em saber sua opinião!!!