Resenha #169 - Sem Esperança - Colleen Hoover - Galera Record



Título: Sem Esperança
#Hopeless 2
Autor (a): Colleen Hoover
Editora: Galera Record
ISBN: 9788501065124
Ano: 2015
Páginas: 320


Livro recebido em parceria com a Editora



Sinopse: Assombrado pela culpa e pelo remorso por não conseguir salvar Hope nem Less, Holder desenvolveu uma personalidade agressiva. Mas, quando finalmente se depara com Hope depois de tantos anos, não poderia imaginar que o sofrimento seria ainda maior após o reencontro. Em Sem esperança, Holder revela como os acontecimentos da infância de Hope, que agora se chama Sky, afetaram sua vida e sua família, fazendo-o buscar a própria redenção na possibilidade de salvá-la. Mas é apenas amando Sky que ele finalmente será capaz de começar a se reconciliar com si mesmo.
Droga, como estou com saudade de você. Me desculpe mesmo por tê-la desapontado. Me desculpe por não ter conseguido perceber o que realmente estava acontecendo toda vez que você me dizia que estava bem.
Então... Por que, Less? Por que fez isso?
H.
Oi gente!
Quem acompanha o blog sabe o quanto eu sou fã de Colleen Hoover e como eu me apaixonei pelo primeiro livro de Hopeless, Um Caso Perdido. Aguardei ansiosamente o lançamento de Sem Esperança, queria tanto ler esse livro que não consegui esperar a editora me mandar o exemplar físico, comecei a ler os primeiros capítulos no kindle.

Comecei a ler com altas expectativas, e mesmo sabendo que o livro não é na realidade uma continuação, e sim a visão de Holder sobre a mesma história, esperava sentir algo novo, esperava que o livro me arrebatasse como o primeiro, esperava demais, vocês já devem saber o que aconteceu. Quando se esperava demais dificilmente suas expectativas serão alcançadas. 

Não. O livro está longe de ser um livro ruim. Na realidade ele é ótimo. O problema todo é que me senti assistindo o "Vale a pena ver de novo". Sabe aquela novela que passou a menos de um ano e que você ainda lembra com detalhes de tudo que aconteceu? Esse foi meu sentimento com Sem Esperança.

Já li outros livros que tiveram essa mesma proposta, a mesma história narrada por outros olhos, e por mais que fosse a mesma história, os fatos importantes para o narrador eram diferentes, então era como se fosse outra história com o mesmo desfecho. Sem Esperança não foi assim, parece que todos os fatos marcantes para a Sky foram marcantes para o Holder, pois as cenas são as mesmas, não tive nenhuma surpresa, nenhum friozinho na barriga e acho que isso meio que me decepcionou.

Irônico, não é? Eu me afastei dele há treze anos e arruinei sua vida. Agora, se eu decidir não me afastar, vou arruinar sua vida novamente.
Isso só prova que faço tudo errado. Sou mesmo um caso perdido.
H.

Como é a mesma história o ponto alto para mim em Sem Esperança é o diálogo que Holder mantém com Less, sua irmã gêmea que morreu. Holder encontra um caderno de Less e nele ele começa a escrever cartas para a irmã contando seu dia, suas descobertas, seus medos e seus arrependimentos. Esse caderno funciona como uma válvula de escape para o personagem, que carrega consigo o peso de sentir que falhou com as únicas pessoas que amava na vida, Hope e Less.

Apeguei-me a esses momentos do livro, pois era neles que eu podia conhecer melhor o personagem e a relação próxima que ele tinha com a irmã gêmea. É tão triste acompanhar o sofrimento de Holder, ele sofre pela irmã, ele sofre por não saber como irá conseguir ajudar Sky, ele sofre por sentir raiva do que a irmã fez e ao mesmo tempo não entender o motivo, ele sofre por ver a mãe sofrendo. E mesmo com todo o conflito que existe no personagem ele ainda é um menino de ouro, que pensa antes de qualquer coisa no bem estar da pessoa que ama.

Conhecer Holder por ele mesmo me fez perceber que Sky não estava errada quando descreveu ele na sua narrativa, ele é apaixonante, viciante e fofo. Dificilmente alguém não irá gostar desse personagem.

Sem Esperança nos traz outra visão sobre uma história que mexeu comigo de uma forma muito profunda, o passado de Sky esconde fatos chocantes, de dilacerar até os corações mais resistentes. Um drama sem o tão famoso "mimimi", uma linda história de amor e reencontro, repleta das melhores primeiras vezes que qualquer relacionamento possa ter, embalada por uma narrativa fácil, gostosa e envolvente, que te prende do começo ao final. 

Se você já leu Um Caso Perdido não terá muitas revelações com Sem Esperança. Se você ainda não leu o primeiro livro e quer ler os dois, aconselho que não leia na sequência, de um bom espaço de tempo entre eles, assim você não cairá na vala do mais do mesmo. Só por ser Colleen Hoover já vale muito a pena ler.

Amo você mais do que imagina.
Espero que nunca se deixe acreditar que fiz isso porque você fracassou comigo de alguma maneira. Todas aquelas noites em que ficava me abraçando, deixando eu que eu chorasse... você não tem ideia de quantas vezes me salvou.
Less






28 comentários:

  1. Não cheguei a ler o primeiro livro, mas vejo bastante resenhas positivas sobre o livro e a autora. Tenho muita vontade de lê-lo. Beijos!

    http://alguns-livros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Não li nenhum dos livros ainda, mas quando ler vou seguir seu conselho de ter um intervalo entre eles...

    Beijos ;*
    Resenhista LivreandoFacebook | e | Proseando com uma BibliophileFacebook

    ResponderExcluir
  3. Amei a resenha! Acho que vou me arriscar e escolher apenas um dos livros pra ler, já que a história é a mesma, quando bater saudade eu compro o outro, hehe
    Beijos! :)

    ResponderExcluir
  4. Eu não curto muito esses livros que são a mesma história pela visão de outro personagem exatamente porque tudo me parece muito igual, não consigo me envolver.
    Acho que até leria o primeiro livro da série, mas dificilmente leria a continuação.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de fevereiro. Você escolhe o livro que quer ganhar!

    ResponderExcluir
  5. Oi, Patty.
    Não li nem o primeiro livro, mas ouvi falar muito sobre os dois na blogesfera e eles foram muito elogiados, principalmente o primeiro.
    Realmente quando vamos com muita expectativa para um livro acabamos nos decepcionando, principalmente se ele é uma espécie de "releitura".

    http://lisos-somos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Que inveja, poxa vc já leu :o
    Eu tbm estou ansiosa pra ler ele, esperando uma promoção, contando os dias para ter ele e a continuação de A seleção, A herdeira <3 preciso muito desses livros.

    http://talento-feminino.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi Patty!
    Sou fã de Colleen Hoover, mas ainda não li Um Caso Perdido. Vou seguir seu conselho, quando for lê-lo vou dar um tempo depois para ler Sem Esperança.
    É uma pena que tenha ficado repetitivo, já li outras séries onde o segundo livro é narrado sob outro ponto de vista e gostei bastante, por exemplo Desastre Iminente, que é narrado sob o ponto de vista do Travis e me agradou muito mais do que o primeiro livro...rs.. Enfim..
    Beijos

    Li
    literalizandosonhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Ainda não li o "Um caso perdido", mas ele é o próximo da lista ^^
    Meu namorado adorou a leitura, e agora está super ansioso pela leitura de "Sem esperança".
    E eu por todas as resenhas já lidas de ambos, estou igualmente ansiosa. ^^

    ResponderExcluir
  9. Ainda não li nenhum dos dois livros, mas eles estão na minha lista. Vi maravilhas sobre Um Caso Perdido e creio que ele vá me conquistar, mas agora, depois de saber que o segundo muda apenas o personagem que narra os acontecimentos, darei mesmo um intervalo entre eles.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Eu já li o primeiro e posso dizer que me apaixonei pela história e então penso logo - claro que vou ler a versão dele- embora em alguns casos eu acho que não precise de uma versão dos dois personagens como a de Belo desestre, mas arrisquei dar uma chance e mesmo parecendo como você disse " vale a pena ver de novo" eu leio com a expectativa de conhecer melhor o personagem, não a historia em si.

    ResponderExcluir
  11. Oi Patty

    Eu me decepcionei muito com esse livro pois esperava muito mais e nem sabia que seria mais do mesmo rsrs mas claro a escrita da Collen continua ótima mas acho que esse livro seria melhor se tivesse alguns capítulos a mais no primeiro volume.

    Beijos

    www.livrosechocolatequente.com.br

    ResponderExcluir
  12. Oi!

    Acho que eu me sentiria igual a você: o livro é bom, mas é um vale a pena ver de novo! Eu não dou prioridade aos livros que são lançados para apenas mostrar outro ponto de vista!

    Beijos,
    Déia!
    Own mine

    ResponderExcluir
  13. Oi Patty,

    Não li nenhum dos dois, mas gosto da Colleen por outros que já li. Adorei sua resenha, vc descreve com uma suavidade, que mesmo sendo mais do mesmo, a gente ainda fica curioso pra conhecer o livro. :)

    No mais, sai a pouco de um livro que me deixou sem chão (Proibido) então, acho que esse aí vai no mesmo caminho... mas mesmo assim eu gosto!

    Um abração

    ResponderExcluir
  14. Colleen Hoover é uma autora super comentada, mas tenho lá os meus receios em ler seus livros. Sempre é bom se aventurar em novos gêneros, mas não tenho tanta certeza assim. De qualquer maneira, adorei a resenha.

    ResponderExcluir
  15. Eu já li a trilogia de Métrica e me apaixonei pela simplicidade da Colleen Hoover, como o romance nos faz suspirar sem a necessidade de cenas picantes ou algo do tipo. E quando soube de Um Caso Perdido fiquei bastante curiosa, mas não cheguei a pesquisar muito sobre ele e lendo a resenha eu entendi que ele pode ser mais dramático que Métrica, e eu me interessei bastante por tratar de um trauma, que é muito comum e que muitas vezes assombra a vida de uma pessoa para sempre.

    ResponderExcluir
  16. Oi Patty, tudo bem?
    Tenho lido várias resenhas sobre o Sem Esperança aqui na blogosfera e parece que ele tem desapontado boa parte das pessoas que leram!
    Todo mundo criou muita expectativa eu acho, já que o 1° livro foi tão bom!
    Espero ler os dois ainda e pretendo seguir sua dica e dar um espaço de tempo entre as leituras.

    Beijo ;*
    http://www.livrosesonhos.com/

    ResponderExcluir
  17. Gostei muito da sua resenha e confesso que depois de ler muitas resenhas sobre esse livro não tenho interesse em ler ele, talvez quem sabe leia o primeiro mas, como todo mundo diz que o segundo decepciona por trazer exatamente os mesmos fatos, acho que pararia por ai.

    Bjos!
    http://luadeneonblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Ei Patty,

    Sempre que leio resenhas deste livro fico intrigada, pq a história é fantástica, mas me incomoda ser a mesma coisa do primeiro livro, n ser continuação .. preciso me aventurar e ler p ver o q realmente eu achoo! To doida p conhecer a tão bem falada Collen, mas vou começar por métrica!
    Bjos!

    Aline Praça
    www.leituravipblog.com

    ResponderExcluir
  19. Nossa! amei a resenha! Quero muito ler esse livro!!!

    Passei por aqui também pra dizer que marquei sua página numa #tag lá no Blog, espero que participe e goste!
    Raíssa Carvalho,
    Bju!!!

    http://obotecodaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Oi Patty!
    Eu gosto quando as autoras escrevem com o ponto de vista dos dois protagonistas, mas realmente é melhor quando existem algumas situações diferentes, para surpreender o leitor... Infelizmente eu não gostei tanto de Um caso perdido, esperava mais do livro e não consegui me prender aos personagens... Não sei se vou ler Sem esperança, apesar de que acho que iria gostar de conhecer melhor o Holder e a Less, nem que seja pelos diálogos imaginados do irmão...
    Bjs

    ResponderExcluir
  21. Oi Patty, tudo bem?

    Eu comprei Um Caso Perdido, mas ainda não li. Quero comprar Sem Esperança para conhecer o outro lado, mas por enquanto não estou comprando mais livros :(

    Eu entendo que as vezes cansa ler a mesma história em outros livros, mas algumas autoras conseguem escrever a versão masculina sem deixar o livro chato e repetitivo. Como no Caso de Easy, o livro com a versão do Lucas é maravilhoso e é a mesma história, mas de um ângulo totalmente diferente.

    Uma pena esse não ser assim, mas quero ler do mesmo jeito rsrs.

    Beijos.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  22. Oie Patty, tudo bom?
    Eu sou doida para ler essa série por causa da Beta. Ela sempre me indica e fico super curiosa.Eu ganhei de presente mas ainda não tive tempo de ler. Li em outra resenha que essa história é basicamente a mesma do primeiro livro, o que eu não acho legal. É sempre ótimo ter um elemento surpresa para o livro ter vida! Mas mesmo assim vou tentar ler!
    Beijão

    http://www.sarahmarques.com.br/

    ResponderExcluir
  23. É a segunda resenha que leio hoje, sobre Sem esperança, o que de fato me deixou incomodada, é saber que é a mesma história, só que com a visão do mocinho do livro, sinceramente, eu não consegui ficar interessada, pois achei desnecessário outro livro, com a mesma história, talvez um livro só com as duas narrativas intercaladas fossem melhor. Mas enfim, quem sabe mais para frente eu não dê uma chance ao mesmo para o primeiro livro.

    www.daimaginacaoaescrita.com

    ResponderExcluir
  24. Oi Patty, tudo bom?
    Quero muito ler essa série porque também sou apaixonada pela escrita da Colleen Hoover. Ela é uma autora que consegue emocionar e cativar o leitor. Realmente vi muitas pessoas falando que esse segundo livro ficou idêntico ao primeiro e concordo que seria melhor ler os dois em períodos diferentes. Ah, não gostei do ator da capa porque ele parece muito velho para o personagem.
    Beijos,
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  25. Oi Patty, tudo bem?

    Há acabei de ler uma resenha sobre esse livro que me deixou com menos expectativas e lendo a sua... resolvi esperar mais um pouco para ler... eu sei que é a mesma história na visão de Holder, mas andei lendo algumas resenhas dizendo que tinha um diferencial... e até tem, mas vou ler para ver o que vou achar... Xero!!

    ResponderExcluir
  26. Oi, Patty

    Estou ansiosa para ler os dois. Parece mesmo o tipo de história de que gostamos. Isso de poder soar um pouco repetitivo é complicado... eu sempre dou um tempo entre livros que se seguem - como você indicou. Então talvez não sentisse essa semelhança de forma incômoda.
    Beijos

    ResponderExcluir
  27. Oiee.
    Não li nenhum dos livros, mas estou meio curiosa. Apesar das resenhas que me fazem não querer ler a obra só por ser uma versão masculina e ficou mais curiosa.

    Beijos
    http://www.amorliterario.com

    ResponderExcluir
  28. ain, me beija, amei essa sinopse vou comprar agoraaaaaaaaaaaaaaaa

    ResponderExcluir

Comente, ficarei muito feliz em saber sua opinião!!!