Resenha #173 - Uma vez - Anna Carey - Galera Record


Título: Uma Vez
Eva #2
Autor (a): Anna Carey
Editora: Galera Record
ISBN: 9788501092762
Ano: 2015
Páginas: 288


Livro recebido em parceria com a editora


Resenha NÃO contém spoiler do primeiro livro.

Sinopse: Pela primeira vez desde que fugiu da escola, muitos meses atrás, Eva pode dormir tranquila. Ela está morando em Califia, um refúgio para mulheres, protegida do aterrorizante destino reservado às meninas órfãs na Nova América. Mas a estabilidade tem um preço: foi obrigada a se separar de Caleb, o garoto que ama. Mas, quando fica sabendo que ele está em perigo, abandona tudo para encontrá-lo e acaba caindo em uma armadilha. Agora, presa na Cidade de Areia e vigiada 24 horas por dia, Eva descobre um segredo de seu passado que não poderia ter imaginado nem em seu pior pesadelo.
Conforme eu perambulava pelo convés descascado do barco, senti Caleb ao meu lado, a mão apoiada nas minhas costas. Ele apontou para o céu, me mostrando os pelicanos mergulhando no mar e o jeito como a neblina tomava o topo das montanhas, cobrindo tudo com uma camada de branco. Às vezes eu me flagrava falando com ele, murmurando palavras doces e abafadas que só eu conseguia ouvir.


Uma vez é o segundo livro da trilogia Eva, estamos novamente em um mundo que um vírus quase dizimou toda a população mundial, onde a segregação entre os sexos é severa. Estamos em uma sociedade onde a realidade é distorcida e manipulada pelo poder. A sequência dessa história realmente me surpreendeu. A autora nos apresenta fatos novos e bombásticos, que mudam totalmente a conduta dos personagens. Acredito que por conta disso foi tão mais fácil ler esse livro. Comparado a Eva, Uma vez é um livro com mais ação, o que o torna muito mais rápido e intenso.

A vida de nossa protagonista dá um giro de 360 graus. Ela finalmente descobre o porquê que o Rei a perseguiu com tanto empenho. O segredo revelado mudou sua maneira de viver, porém isso não afetou seu carácter, Eva ainda não concorda com as atitudes tiranas do Rei, e fará de tudo para ajudar suas amigas que ainda estão atrás dos muros da escola, além é claro de lutar para poder ficar com Caleb, que agora é um inimigo do governo procurado pela morte de dois soldados, injustamente é claro.

Nesse livro conseguimos entender melhor como funciona o governo, quais são suas verdadeiras motivações e metas. Fica claro que a justiça não existe, e sempre irá prevalecer à vontade do Rei, independente dos fatos.

A autora conseguiu complicar ainda mais a vida de Eva, como se já não bastasse toda a confusão do primeiro livro. Eu gostei do artifício utilizado pela autora, e como sempre odiei o Rei, eu tinha algumas suspeitas do que ele queria com Eva, porém não estava preparada para a realidade apresentada. Não que seja chocante, é bem mais leve do que eu esperava, mas isso não significa que seja fácil de aceitar.
Eu queria odiá-lo, tentei me lembrar de todas as coisas que ele havia feito, tentei imaginar Arden, Ruby e Pip naquele prédio de tijolos. Ele era o motivo por Caleb estar na Periferia, o motivo pelo qual não podíamos ficar juntos. Mas, naquele momento, partilhávamos algo que ninguém mais no mundo poderia...

Com a parte distópica mais presente no livro, a autora nos apresenta também a resistência ao regime. É claro que em uma sociedade subjugada por um Rei tirano, existem pessoas que se rebelam. Porém mais uma vez essas pessoas são penalizadas por conta de seu envolvimento com Eva e toda sua ingenuidade. Mesmo que em determinados momentos eu tenha sentido certo amadurecimento da personagem, ela está longe de ser aquela heroína que toma as rédeas da situação e amadurece com o sofrimento.

Algo que mudou muito nesse segundo livro é o cenário, em Eva passamos a maior parte do tempo entre ruínas e desolação. Já em Uma Vez vivemos dentro dos muros da Cidade de Areia, que é algo como um forte, um luxuoso forte onde quem entra não pode sair. Novos personagens são apresentados, dentre eles Charles, um dos assistentes do Rei que o auxilia nos projetos arquitetônicos da reconstrução da cidade, que eu ainda não entendi direito se ele é do bem ou não. Só sei que ele tem um papel muito importante nas mudanças que ocorrerão na vida de Eva.

Não diferente do primeiro livro, Uma vez tem um final de deixar qualquer um se mordendo de curiosidade e loucos pela continuação. Pelo menos foi assim comigo, eu preciso saber o que irá acontecer, qual será o desfecho dessa história. Eva teve tão poucos momentos de felicidade nesses dois livros que fico ansiando por um clichê para o próximo livro, um final do estilo feliz para sempre com uma Eva que prove ser uma grande heroína. Só que alguns acontecimentos de Uma Vez não me permitem sonhar muito alto. Enfim, eu gostei mais da leitura do segundo livro, com certeza é bem mais rápida, mais que recomendo a leitura dessa trilogia, não é só uma capa bonita, vale a pena ler.

...Qualquer que seja a circunstância, onde quer que você esteja, sei que está feliz. Minha esperança é que seja uma felicidade grande e sem fronteiras e que se infiltre em cada canto de sua vida. Saiba que estou com você agora, como sempre estive.

Eu te amo, eu te amo, eu te amo,
Mamãe...

Dobrei a carta em meu colo. Não me mexi. Fiquei sentada na cama, o rosto inchado e avermelhado, até ouvir a voz do Rei, como se me sobressaltando de um sonho.
- Genevieve - disse ele, a voz severa. - Está na hora.





21 comentários:

  1. Não li o primeiro livro, mas a resenha e gostei.
    Pelo o que entendi, no primeiro Eva terá que escolher entre o ruim e o bem, Caleb.
    Nessa com sua escolha feita, vai ser uma luta pelo amor e pra salvas as amigas.

    Bom saber que teremos vai ação, aventura em UMA VEZ.

    ResponderExcluir
  2. Não preciso nem comentar que estou ficando cada vez mais interessada nessa trilogia, eu tinha visto a resenha do segundo livro em outro blog já, e vi a Pam Gonçalves comentando o primeiro livro em um dos vídeos dela, acho muito interessante esses livros que falam sobre sociedades diferentes da nossa, tento entender o que os personagens sentem e me intriga muito esse tipo de livro.
    Abraços
    www.estantedepapel.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Patty

    Gostei da resenha, você tomou todo um cuidado para não tirar as surpresas da história e estou lendo este livro no momento espero gostar e só e ser uma leitura rápida eu já gosto rsrs

    Beijos

    www.livrosechocolatequente.com.br

    ResponderExcluir
  4. Não li o primeiro livro e até falei que talvez eu leia essa série só depois. A resenha está ótima e desperta curiosidade, mas ainda acho que essa série não fará muito o meu tipo.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. O simples fato de ter uma resistência já chama a atenção para essa distopia. Adoro quando existe uma contraposição ao Estado totalitário.
    Parabéns pela resenha. Não é fácil resenhar uma continuação sem spoiler.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de março. Você escolhe o livro que quer ganhar!

    ResponderExcluir
  6. Cada vez mais louca por essa trilogia. Eu sempre espero que o segundo livro de uma trilogia seja "o melhor", e aparentemente acontece com Eva. Você seguiu a sequencia da trilogia bem depois de ler o primeiro, e isso prova que o livro é mesmo incrível, viciante e de deixar a pessoa curiosíssima. Gosto assim \o/ Acabei de colocar Eva nos meus mais desejados!

    ResponderExcluir
  7. Quando eu vi que esse livro ia ser lançado, eu fiquei muito curiosa com a história e agora que eu li a sua resenha, eu estou com muita vontade de ler. Vou colocar na minha lista de leitura, com certeza.

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
  8. ahm tá , é a continuaçao de Eva, pela resenha posso dizer que de cara já gostei desse livros tanto quanto gostei do primeiro! a capa é bem bonita

    ResponderExcluir
  9. Eu comecei lendo a resenha desse livro e logo de cara achei o mesmo com tendo uma ótima ideia.. gosto bastante de distopias.. e claro esse não pode ficar de fora.. ainda não li nenhum dos dois mas espero poder ler em breve.. pelo que entendi vai ter continuação.. então talvez eu espere estar finalizado pra iniciar a leitura..

    ResponderExcluir
  10. Realmente a capa é linda, bom saber que a continuação da série não deixou a desejar. A resenha despertou ainda mais minha curiosidade

    Tudo que Motiva

    ResponderExcluir
  11. O segundo livro dessas trilogias quase sempre é o melhor pelo menos para mim. Acho que pensei besteira imaginando o que o Rei fazia com essas meninas, fiquei com vontade de ler essa trilogia muito curiosa em saber o porque essa divisao entre os sexos foi a soluçao que encontraram para salvar o mundo deles.

    ResponderExcluir
  12. Olha tenho que admitir que você esta quase me convencendo a ler esse livro, mas ainda estou com um pé atras. Mas acho que vou dar o braço a torce e vou tomar vergonha na cara e ler esse livro. Até porque estou morrendo de curiosidade pra saber o que esse Rei da aprontando.

    ResponderExcluir
  13. Oi Patty!
    Que bom que a autora conseguiu deixar a leitura mais rápida nesse segundo livro e que a história ficou ainda melhor com a revelação de alguns segredos. Mesmo sem ter lido o primeiro livro estou curiosa sobre o passado da Eva e o interesse do rei nela.
    Bjs

    ResponderExcluir
  14. Li essa resenha com um pouco de medo, afinal, nem li o primeiro ainda, saber spoiler do segundo seria de matar kkk porém, você não soltou nenhum na sua resenha e isso é muito bom. Agora sobre a história... Estou me sentindo mais atraída por essa distopia, a mudança e cenário e os momentos impactantes que você cita no livro estão atiçando minha curiosidade, quero começar logo a ler *--*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pronto, agora fiquei mais curiosa... principalmente depois dessa citação: "Mas, naquele momento, partilhávamos algo que ninguém mais no mundo poderia..." Oi???? O que eles partilhavam?????

      Conheci o Eva aqui mesmo no blog, e agora quero conhecer tudo!!!

      Patty suas resenhas são sempre instigantes!!!

      Um abração

      Excluir
  15. Pela capa pude perceber que houve um amadurecimento da personagem... será que acertei? Acho que a autora acertou em cheio ao deixar mais ação para o segundo livro, já que no primeiro somos apresentados àquele mundo e a conhecer os personagens. Ainda bem que você teve todo o cuidado em não soltar spoilers. haha Pois pretendo ler a série!

    ResponderExcluir
  16. Estou conhecendo este livro por essa resenha, dá realmente vontade de ler para acompanhar o que acontece com a personagem

    ResponderExcluir
  17. Minha nossa tem outro livro depois desse ainda?!
    Acho que não vou aguentar nem as emoções do primeiro kkkk
    Esse livro parece intrigante, a cada resenha me dá ainda mais vontade de lê-lo *-*

    Beijos ;*
    Resenhista LivreandoFacebook | e | Proseando com uma BibliophileFacebook

    ResponderExcluir
  18. se de um lado é ótimo quando o livro termina de uma forma que deixa o leitor doido pela continuação, por outro é ruim, ainda mais quando não se tem a continuação...
    Não li o volume 1 ainda,mas esta série me interessa.
    Bjs, Rose.
    Fábrica dos Convites

    ResponderExcluir
  19. Nossa, qual será essa ligação que a Eva tem com esse rei? Já estou imaginando mil e uma possibilidades e nem li o primeiro livro ainda kkkkkk Mas algum dia lerei, parece ser muito instigante, porém ler agora só iria me deixar ansiosa já que o terceiro ainda não está disponivel.

    ResponderExcluir
  20. Me interessei pelo primeiro livro da trilogia depois de ler a resenha aqui no blog, e essa resenha do segundo só fez me deixar com mais vontade de ler logo o livro "EVA". Quem não gosta de livros com aquele final que te deixa ansiando pelo próximo livro? É muito bom quando isso acontece, o ruim é se o livro da sequência ainda não tiver sido lançado, aí é só esperar...Bela resenha, abç!

    ResponderExcluir

Comente, ficarei muito feliz em saber sua opinião!!!