Resenha #197 - À Flor da Pele - Helena Hunting - Suma de Letras


Título: À flor da pele
Autor (a): Helena Hunting
Editora: Suma de Letras
ISBN: 9788581052885
Ano: 2015
Páginas: 336


Livro recebido em parceria com a editora


Sinopse: Tudo na tímida Tenley Page intriga o tatuador Hayden Stryker de um modo que ninguém jamais conseguiu: do cabelo longo e esvoaçante com aroma de baunilha até a curva suave do quadril... E o interesse dele só aumenta quando ela pede que ele tatue um desenho incomum em suas costas.Com seu jeito durão, Hayden é tudo que Tenley nunca se atreveu a desejar. A química entre os dois é instantânea e desperta nela o desejo de explorar o corpo escultural que há por baixo de tantas tatuagens. Traumatizada por um passado trágico, Tenley vê em Hayden a chance de um recomeço. No entanto, o que ela não sabe é que ele também tem segredos que o impedem de manter um relacionamento por muito tempo.
Quando os dois mergulham em uma relação excitante e enfim passam a confiar um no outro, lembranças e problemas batem à porta — e talvez nem mesmo a paixão entre eles seja capaz de fazê-los superar seus traumas.
 


"Quando eu estava perto de Hayden, todas as partes do passado que eu queria deixar para trás desapareciam, mesmo que só por uns instantes. Mas aquilo ia muito além da atração física, que tinha se tornado impossível de ignorar. Ele entendia o conceito da arte corporal como expressão pessoal de um jeito que minha família e Connor não conseguiram. Era intenso de uma maneira que eu jamais tinha experimentado, e sua presença agia como um bálsamo que eu precisava e nem sabia."
Quando eu recebi o e-mail com os lançamentos de junho da Suma de Letras e bati os olhos na capa de À flor da pele de cara eu percebi que a probabilidade de que eu fosse gostar desse livro era enorme. E não deu outra, apesar do final aberto, que devo confessar me deixou um pouco chateada, o livro tem pontos fortes que foram muito bem trabalhados pela autora. Várias vezes eu já afirmei que não aguento mais livros em série, porém existem casos em que vale a pena abrir uma exceção, À flor da pele é um exemplo.

Hayden é um dos três tatuadores donos do estúdio Inked Armor em Chicago, seu passado é trágico e doloroso. A culpa o consumiu durante anos de sua juventude, e ele só não se acabou nas drogas por conta da ajuda que recebeu de seu tio Nate e de seu amigo e agora sócio Jamie. Hayden sempre precisou de um vício para poder sobreviver e assim substituiu as drogas pelo sexo, e teve um envolvimento pra lá de doentio com uma stripper por mais de quatro anos. Nada em seu passado recente é motivo de orgulho, porém Hayden conseguiu encontrar na ordem e na constância do TOC uma normalidade que aliviava sua ansiedade.

A aparência de Hayden era intimidante, ele destruía as convenções sociais. O cabelo escuro curto dos lados e mais comprido no topo, olhos azuis acinzentados, tatuagens que cobriam seus braços, duas argolas duplas no canto esquerdo da boca, um transversal na orelha direita e um curvo preto na sobrancelha direita completavam o visual de tirar o fôlego. Hayden durante muito tempo conseguiu manter as pessoas à certa distância. Até se ver fascinado pela nova funcionária do antiquário de sua tia, a jovem Tenley Page.

Tenley se mudou para Chicago para cursar mestrado. A princípio seu trabalho de meio expediente no antiquário da dona de seu apartamento era algo para se distrair até começar as aulas. Tenley na realidade precisava de um recomeço. Respirar novos ares talvez a ajudasse a superar suas perdas. Talvez a ajudasse a superar suas culpas, suas ansiedades, talvez longe de casa Tenley conseguisse se livrar dos remédios dos quais vinha fazendo uso desde o acidente. A única certeza que ela tinha é que ainda não estava preparada para encarar a realidade, as perdas, a solidão.

Aos 21 anos Tenley perdera os pais, o noivo, a família, era uma sobrevivente, porém o peso dessa verdade a perseguia dia e noite. Pesadelos a atormentavam, seus gritos noturnos eram ouvidos pelos seus vizinhos, sua angustia era enorme, só que ela ainda não estava pronta para dividir seu passado com ninguém.

Tenley a princípio tenta evitar se envolver com Hayden e se mostra até arrisca em várias situações, porém com o passar do tempo os dois desenvolvem uma espécie de "amizade". Tenley admira o trabalho de Hayden como tatuador, e decide fazer uma tatuagem nas costas como uma lembrança das pessoas que ela perdeu. Hayden fica fascinado e ao mesmo tempo apreensivo com o desenho de Tenley, a tatuagem irá cobrir as costas inteira da garota. Ele logo percebe que existe algo de muito grave no passado de Tenley.

O relacionamento entre eles avança, é quente, avassalador, possessivo. Porém os dois escondem segredos que podem por o fim a essa relação antes mesmo que ela tenha a chance de se firmar.

"Hayden era exigente, xingava e seduzia, mas não se defendia. Senti o peso do seu medo naquele carinho. Ele tinha tanto medo quanto eu de responder a perguntas. Por mais que eu quisesse que ele estivesse certo quanto ao que importava e o que não importava, minha opinião era outra. Meu passado assombrava meu presente e delineava meu futuro. No entanto, por hora, eu deixaria isso pra lá porque quaisquer que fossem os demônios de Hayden, eu não precisava que eles assombrassem nós dois. Não por enquanto."

Algumas pessoas podem até achar que essa trama já está saturada, um casal com traumas do passado que se encontram e tentam superar esses traumas juntos. Eu mesma já li diversos livros com a mesma temática, mas então o que faz com que À flor da pele seja diferente dos outros?

Em minha opinião a construção dos personagens é o ponto alto desse livro, a narrativa em primeira pessoa alternada entre o Hayden e a Tenley faz com que o leitor conheça intimamente o que se passa na cabeça de cada um deles. O que os motiva e o que dá veracidade aos personagens.

Durante a narrativa e o desenvolvimento da história o "bad boy" não mudou da água para vinho, ele mantém sua personalidade, mesmo estando apaixonado. Não consigo aceitar muito bem personagens que mudam de personalidade no decorrer da história, pode até ser prematuro de minha parte dizer algo assim, uma vez que esse ainda é o primeiro livro de cinco livros da série, e muita água ainda irá passar por debaixo dessa ponte, porém nesse livro Hayden não me decepcionou.

Para aquelas pessoas que adoram cenas mais quentes, preparem para salivar, o livro é um prato cheio para a imaginação. Hayden é um forte candidato para aparecer no Top Piriguetagem Literária do final do ano. Outro ponto que eu gostei do livro foi o vocabulário utilizado, já me senti constrangida com o vocabulário utilizado em alguns livros hots, o que não ocorreu nesse livro. Um vocabulário simples alinhado a uma narrativa fluida fez a leitura ser muito rápida.

A história de Hayden e Tenley é linda, mesmo que dolorosa em certos momentos. A paixão que nasce entre o casal é sincera. Suas imperfeições trazem certo ar de realidade à história, estou muito curiosa com a continuidade. Por que é claro, “nem tudo são rosas”, e sempre aparece alguém que faz com que o passado venha à tona.

O final do livro como eu já tinha dito é aberto, pura maldade da autora, agora terei que superar a ansiedade até o próximo lançamento. Eu adorei a história de Hayden e Tenley e só posso dizer para vocês: LEIAM!!!
"Aquele homem morto que tinha sido dela sempre seria uma sombra entre nós dois. A morte imortalizava as pessoas. Os defeitos delas eram apagados, deixando para trás uma impressão agradável e favorável de perfeição. Eu estava longe pra cacete da perfeição. Aquilo doía de forma que eu não conseguia nem começar a explicar. Eu era o curativo de Tenley. A ladeira. A punição por ter sobrevivido, como o cunhado dela havia dito.
- Tenley ama o meu pau, não a mim."



Que tal conhecer um pouquinho da vida de Tenley e Hayden antes dos dois se conhecerem? Leia o conto Doce Tatuagem, disponível no site da Amazon.


Título: Doce Tatuagem
Editora: Suma de Letras
ISBN: B00U9SHN5I
Ano: 2015
Páginas: 50

Disponível no site da Amazon


Depois de sofrer um grande trauma, Tenley se muda para Chicago. Solitária na nova cidade, passa as noites olhando pela janela para o estúdio de tatuagem em frente, onde observar um dos tatuadores a distrai da tristeza. Ele, Hayden, também tem um passado perturbador, e suas relações nunca vão além de sexo casual. A chegada da nova vizinha faz isso mudar. A atração imediata entre eles dá início a uma relação complicada, cheia de fantasmas de suas antigas relações e de desafios a serem superados.



19 comentários:

  1. Pois foi o que pensei: "mas um clichê." :p Gosto de livros criativos, com enredos diferentes. Também não gosto quando um personagem muda da água para o vinho, mas acredito que isso não aconteceu porque tem mais 4 livros pela frente. Quando a história está em um único livro, é bem difícil o autor não deixar essa impressão de "rápido demais."

    E o fato de deixar o final aberto é jogada de marketing. Para não deixar o leitor desistir da série.

    ^^

    ResponderExcluir
  2. Ainda não conhecia esse livro e curti. Ela ter perdido a família toda foi dose hein, deve ter momentos bem tristes. Mas gosto de livros que mostram a superação dos personagens e o romance entre eles tb me deixou curiosa rsrs. O que não me atraiu foi saber que ainda têm mais 4 livros na série e eu já tenho outras listadas aqui pra ler, mas... Sabe como é né? A gente nunca resiste, é uma bola de neve... hahahaha

    ResponderExcluir
  3. Olá, Patty.
    Confesso que o livro não me chamou a atenção. Achei a premissa comum e bem clichê, apesar de os personagens possuíram algumas diferenças do que estou acostumado ver.
    Acredito que apenas o fato dele ser tatuador, a narração em primeira pessoa e a paixão sincera ainda são poucos para destacar tanto o livro do lugar-comum. Sinceramente, acho que não leria.

    Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de junho. Você escolhe o livro que quer ganhar!

    ResponderExcluir
  4. Oi, Patty! Apesar de não curtir muito esse tipo de leitura, consegui visualizar vários pontos positivos que me fizeram interessar pelo livro. Gosto dessa narrativa alternada, a escolha da autora por um vocabulário mais leve também me agradou. Se eu tiver oportunidade, quero ler sim.

    ResponderExcluir
  5. Oi Patty,

    Esse livro já tinha me conquistado pela capa, que achei linda, tem uma sinopse interessante e sua resenha foi ótima, aumentando ainda mais minha vontade de ler, o fato de ter narrativa dupla me animou ainda mais e só uma coisa me deixou pra baixo, o final aberto (rsr), não lido bem com a curiosidade (já basta Tensão que tô aguardando a continuação) e talvez por isso espere o lançamento do segundo, apesar de que são 5 livros e eu desejo muito que não tenham mais finais abertos(kkk).

    :D

    ResponderExcluir
  6. Piriguetagem literária ? Obaaaa, isso quer dizer personagem interessante :) kkk Mas falando serio fiquei com muita vontade de ler esse livro não so pela sua resenha, mas que por sinal me incentivou ainda mais, mas também pelo fato de muitas amigas minhas já terem lido e também disseram que esse livro é bom e pelo amor de Deus cinco livros ? aja vontade de escrever ^^ Adorei a resenha.

    ResponderExcluir
  7. Heey!
    Ao que parece o livro é ótimo ha ha! Gosto muito de narração dupla, quando bem feita, e acho que personagens bem construídas elevam muito o nível da obra haha
    Abraços =)
    Blog - Desbravando o Infinito

    ResponderExcluir
  8. Eu não sou muito chegada a séries justamente por causa desses finais abertos que a maioria dos autores fazem questão de deixar :@ mas esse livro parece valer a pena!
    Tem tudo que eu gosto: casal com trauma, bad boy tatuado (e que não muda da água pro vinho rapidamente, o que torna mais real), narrativa intercalada e cenas hot
    Com certeza vai pra lista de desejados
    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Adorei a resenha e sério preciso desse livro!
    Fiquei muito curiosa para ler esse livro, e como amo romances só despertou mais meu interesse, então quero muito ler, e claro já adicionei na minha lista de leitura.

    ResponderExcluir
  10. Oi Patty tudo bem ?

    Lemos juntas esse livro né, eu gostei muito de toda a história e os dois personagens me agradaram muito não tem muito mimimi e eles se envolvem com tanta intensidade que é difícil não torcer por eles , realmente o final é maldade da autora para deixar a os leitores mega ansiosos e meu Deus 5 livros é muita história né espero que ela não se perca e deixe a trama sempre envolvente, como já tinha dito a única coisa que me incomodou é a possessividade de Hayden apesar de ele ser um delícia achei este comportamento muito clichê dos livros do gênero.

    Beijos

    www.livrosechocolatequente.com.br

    ResponderExcluir
  11. Eu normalmente não curto séries, e ultimamente muitos livros do tipo andam aparentando semelhanças demais um com o outro, o que me deixa um tanto desmotivada, mas esse até me deixou com uma primeira impressão favorável.
    Talvez eu o leia, ou não. Por enquanto acompanho apenas as resenhas.
    Abraços

    ResponderExcluir
  12. Eu estava super empolgada,dai chego no final e vejo que tem continuação :(
    Vou ler, mas vou esperar pela continuação para não ficar tão ansiosa.
    Bjs,Rose.

    ResponderExcluir
  13. Para começar achei a capa bem bonita! Gosto quando não mostra o rosto do personagem e o desenho da tatuagem achei bem linda!
    Fiquei com vontade de conhecer o livro no lançamento, qdo li a sinopse, só de saber que tem romance e drama eu já fico doida! Apesar de ter aquela construção de personagens mto sofrido que encontram no amor uma forma de se reinventar. Mas vc me deixo com uma boa expectativa sobre o livro, ainda mais sobre o bad boy que continua bad..hahaha
    Esses finais abertos são de matar mesmo, eu fico numa ansiedade mto grande!

    ResponderExcluir
  14. gostei do livro, já tinha visto ele nos lançamentos e fiquei interessada em ler, agora com a resenha to mais curiosa ainda.

    ResponderExcluir
  15. A capa em si não me chamou atenção. A princípio pensei ser um romance sobrenatural, por causa das asas da personagem. Mas lendo sua resenha, e descobrindo que o livro não é nada do que pensei, fiquei bem interessada por ele. Gosto muito de romances que envolvem dramas pessoais, e nunca me sinto cansada de ler esse gênero.

    ResponderExcluir
  16. Oi!
    Essa capa e a sinopse já chamaram minha atenção. Saber que a autora conseguiu criar um livro bom, apesar dos clichês que começaram a me irritar, me deixou curiosa para acompanhar esse romance. Só não sei se vou gostar muito do final aberto...
    Bjs

    ResponderExcluir
  17. Nossa, que quotes são esses? Perfeitos para me deixar morrendo de curiosidade kkkkk Também fico chateada quando o final é aberto, porque preciso ficar um tempão esperando o lançamento do próximo. Foi para a lista mesmo assim!

    ResponderExcluir
  18. Oi Patty,
    Linda mesmo a capa! Eu adoro um romance clichê de personagens quebrados que se ajudam a superar seus traumas... Já gostei da Tenley e do Hayden! Ai Deus, e tanto livro pra pouco tempo e dinheiro! :(
    Um super abraço

    ResponderExcluir
  19. Olá, vim ler a resenha pela capa, essa capa ficou muito linda mesmo!! Mas sinceramente não gostei da premissa desse livro, acho que é um pouco clichê demais sabe?
    Enfim, acho que não vou ler esse!!
    Abraços
    www.estantedepapel.com

    ResponderExcluir

Comente, ficarei muito feliz em saber sua opinião!!!