Resenha #242 - O primeiro marido - Laura Dave - Bertrand Brasil

Título: O primeiro marido
Autor(a): Laura Dave
Editora: Bertrand Brasil
Páginas: 308
ISBN: 9788528617030
Ano: 2015

- Livro recebido em parceria com a editora.



Sinopse: Annie Adams acredita ter tudo. Ela atravessa o mundo escrevendo sua coluna de viagens e acredita que seu relacionamento de cinco anos com o cineasta Nick é perfeito... Até ele resolver deixá-la. Pouco depois, Annie conhece Griffin, um charmoso e atencioso chef de cozinha, diferente de Nick em quase todos os sentidos. Ela rapidamente se casa com ele e os dois se mudam para uma pequena cidade rural no Massachusetts.
Uma vez lá, no entanto, ela percebe o quão pouco conhece Griffin e acaba se perguntando se o relacionamento é pra valer ou se o casamento às pressas foi pura e simplesmente um equívoco. Quando Nick retorna, pedindo uma segunda chance, Annie fica dividida entre o marido e o homem com quem tivera a intenção de casar-se e é forçada a escolher entre um deles.


“ Parece-me importante começar com a verdade sobre como vim parar aqui. Quando tudo se torna confuso, difícil e complicado, a verdade é a primeira a ser sacrificada, não é mesmo? Todos tentam ocultá-la, modifica-la ou consertá-la. Como se consertar os fatos pudesse tornar a situação menos confusa, difícil e complicada, não piorá-la. Contudo, não há como consertar isto. A verdade é que causei isso a mim mesma. Tudo isto. Tudo que estava por vir, tudo que eu não poderia nem ter imaginado que constituiria o próximo ano da minha vida. Afinal de contas, fui eu quem causou o estrago naquela manhã, sabendo perfeitamente bem o que poderia acontecer, o que a história já me provara que aconteceria se fosse suficientemente imprudente para seguir adiante com aquilo.”

Annie Adams é uma mulher cuja vida anda tranquila, o “namorido” é diretor de cinema começando a fazer sucesso e ela uma colunista do "Fechando a conta" que trata de viagens e que a leva constantemente a vários lugares maravilhosos pelo mundo a fora. 

No passado Annie não tinha uma vida muito estável, sua mãe mudou várias vezes de marido, fazendo com que ela se mudasse tantas vezes de casa não permitindo assim que Annie criasse laços. 

Annie talvez tenha levado um pouco disso com ela, pois sua vida se resume a viagens constantes a trabalho, e a impressão que dá é que não possui um lar de verdade, de que está sempre em busca de algo. Porém, mesmo assim sente-se confortável, seu namorado Nick a trata bem, só que ela possui uma superstição de que sempre que assiste A Princesa e o Plebeu algo muito ruim acontece em sua vida. 

Aos sete anos, após uma sessão do filme em família, no dia seguinte seus pais anunciaram o divórcio. Na próxima vez, aos 16 anos, sua mãe resolveu se mudar (novamente), seria a nona mudança em nove anos. Cinco anos depois, Annie se formando com a vida encaminhada, um emprego no New York Sun garantido, mesmo que uma vaga não muito importante. Mas era algo. Mas aí ela assiste A Princesa e o Plebeu e na manhã seguinte recebe um e-mail informando que não tinha mais emprego algum devido a cortes de gastos. Na quarta vez, aos 27 anos, ela e Nick estavam preparados para uma nova vida em um novo lar, tudo indo muito bem e de repente ela resolve ver o tal filme, o telefone toca com a notícia de que a casa para a qual se mudariam pegou fogo e eles perderam tudo que já haviam transferido para lá. 

Pois é, por mais que Annie tente não ser supersticiosa, como não ser? E aí ela mais uma vez aos 32 anos resolve assistir o filme, e mais uma avalanche lhe atinge. Nick informa que precisa ficar sozinho, dar um tempo o que na verdade quer dizer que ele reencontrou alguém de seu passado que lhe despertou a curiosidade de tentar algo. Quando na noite anterior simplesmente disse que Annie era inestimável e hoje já não é mais. Simples assim! 

Com isso Annie fica chateada e obviamente sem saber o que fazer e seguindo o conselho de sua melhor amiga Jordan (irmã de Nick) começa um plano. Ser oposto de si mesma. 

Então conhece Griffin e mergulha de cabeça em seu novo amor. Mas nada é simples, claro! Eles se casam e ela muda-se para a cidade dele, onde encontra uma ex-namorada determinada a odiá-la, afinal foram 13 anos com Griffin. 

Annie perde mais uma vez seu emprego, descobre que seu cunhado e seus filhos gêmeos irão passar um tempo na casa do casal porque o cunhado engravidou outra mulher. Sua sogra a detesta. Jordan não concorda com toda essa loucura e a própria Annie não para de pensar em que foi que se meteu. Comparando seu relacionamento com Nick ao relacionamento com Griffin e suas escolhas. Sentindo que não pertence e jamais pertenceu a lugar algum. Que não faz a menor ideia do que quer para si. 

O primeiro marido é um romance sobre descobertas, erros e acertos, incertezas e certezas. Um romance que te faz refletir sobre aquilo que você acha que quer e aquilo que realmente quer. Laura Dave conduziu com maestria seus personagens e me deixou presa a cada detalhe narrado. Li esse livro em duas tardes! Adorei!

“Como se A Princesa e o Plebeu fosse apenas mais um filme. Como se não fosse uma bomba que eu estava prestes a detonar no meio da minha vida.”

26 comentários:

  1. Karini,Nossa ,que filme é esse ? Princesa e Plebeu para trazer tanta má sorte?Coltadinha dessa personagem.Fora a parte esse exagero a leitura parece ser bem divertida,acidamente falando e traz muitas reflexões.Beijos!!!

    ResponderExcluir
  2. Olá, Karini.
    A vida da protagonista é uma confusão, não é mesmo? Que loucura! Porém, se sempre que ela assiste ao filme algo acontece, bastava ela parar de assisti-lo. rs
    Gostei da premissa da obra, parece ser um livro leve e divertido.

    Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de setembro. Serão dois vencedores.

    ResponderExcluir
  3. Já li uma resenha do livro e ele despertou meu interesse, ao que parece Annie é muito azarada, já morri de pena dela apenas com a sua resenha. Muitos temem derrubar sal, quebras espelhos, ver um gato preto atravessando o seu caminho, mas quem diria que um filme fosse o prelúdio de uma tragédia! Acho que se ela entrasse com um processo contra quem criou o filme e mostrasse tudo de ruim que aconteceu, supostamente, por conta dele, ela ganhava de lavada.
    O livro parece ser um romance agradável, que apesar de não levar o leitor a loucura, consegue conquistar.
    Abraços

    ResponderExcluir
  4. Estava com muita dúvida se comprava ou não este livro mas agora quero muito ler e conhecer esta história maluca da Annie.
    bjs

    ResponderExcluir
  5. Oi Karini!
    Mas que confusão a vida desta mulher! Gostei da sua resenha, eu andava querendo saber sobre esse livro, pois já tive com ele em mãos e me interessei. Leria numa boa.

    Agora só uma pergunta: PQ RAIOS ELA AINDA VÊ ESSE FILME AZARENTO? hahahahahhahahhahahahahaha mulher maluca!!!!!

    ResponderExcluir
  6. Olá Karina tudo bem, é a primeir vez que vejo vc no CDT, bem pela premissa do livro achei a história meio repeteco no quesito namorado abandona namorada ela sofre e conhece o cara que muda a sua vida que só hoje li várias premissas de livros com esse enredo, por isso vou deixar passar essa leitura. Porém quero destacar que gostei muito da sua resenha, bem descritiva e objetiva.
    Bjkas
    Dani Casquet- Livros, a Janela da Imaginação

    ResponderExcluir
  7. Oi, Karini. Logo quando vi o livro pensei que fosse um chick-lit, ainda estou em dúvida, haha. Mas, como você disse trata-se de um romance, gênero que não é meu favorito, mas leio muitos dele. E, esse foi mais um que me interessou, O primeiro marido tem uma estória legal e, segundo dito, reflexiva. Lerei!

    ResponderExcluir
  8. Nossa Karini! Coitada da Annie, fiquei com dó dessa personagem... é como se nada desse certo pra ela, mas é assim que a vida é... nem sempre as coisas seguem como queremos e nem sempre queremos o que é melhor. Gosto de livros assim, de descobertas, de quando as coisas não vão bem e o personagem não desisti, tá sempre tentando se encontrar e seguindo em frente.
    Ótima resenha como sempre, agora fiquei com vontade de ler.

    ResponderExcluir
  9. Oi Karini, tudo bem? Amei a capa do livro e não sei o que faria se estivesse no lugar da Annie! Acho que nem teria me casado e já sei para qual dos dois a minha torcida vai antes mesmo de ler o livro. Gostei bastante da sua resenha e do que se trata a história. Com certeza vou querer conhecer as incertezas dessa mulher. hahahaha Bjs

    ResponderExcluir
  10. apesar de achar o livro bem interessante no momento ele não me chamou atençao para ler, quem sabe outro dia.

    ResponderExcluir
  11. Hello!
    Eu nao dava nada pela capa, mas lendo a sinopse e agora a resenha posso dizer que gostei mto!
    A protagonista gosta de desafios ne? Pq se ela ja sabe q o filme traz algo ruim depois que assistir, pra q ela foi ver? Hahaha
    Mas to surpresa eu tudo que acontece com ela e por ter casado super rápido ja é um sinal q nao vai dar nada bem....
    Eu acho q ja sei o final, mas animei demais a ler.

    Blog Meu Mundinho Fictício

    ResponderExcluir
  12. Primeiramente me encantei completamente por essa capa! que fofa, simples e linda!! Amei!
    Adorei a premissa do livro tbm e acho que ja gostei muito da Annie... espero que eu esteja certa! quero ler!!

    ResponderExcluir
  13. Gente, que confusão essa mulher se meteu né ? Não sei nem o que pensar se eu tivesse na situação dela kkk olha o livro parece ser bem legalzinho mas não senti aquela vontade de lê-lo, por isso passo essa leitura adiante 😊

    ResponderExcluir
  14. Oi Karini, tudo bem?

    Isso é que ser persistente, mesmo sabendo que vai acontecer algo ruim depois de assistir tal filme, ela continua assistindo... hauahsua, acho que se fosse eu, nunca mais veria esse filme na vida. Enfim, parece um livro bastante agradável, sobre descobertas, erros, acertos, e sobre encontrar um lugar na vida. Acho que é inevitável não torcer para dar tudo certo na vida de Annie.

    Beijinhos,

    Rafaella Lima // Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir
  15. Eu acho que esse livro não me chamou muita atenção, também achei a historia clichê demais.
    Vou indicar esse livro a uma amiga, ela adora leituras desse tipo.
    De qualquer forma foi uma boa resenha.
    Abraço

    ResponderExcluir
  16. Não sei se me agradaria tanto porque, sei lá, não curto muito quando a personagem deseja fazer uma mudança total daquilo que ela é. Não é soa muito real, sabe? Acho difícil alguém se desprender desse tanto. Mas mesmo assim eu leria para saber até onde isso a levaria. Gostei da resenha.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  17. Gostei da premissa desse livro, gosto muito de ler livros assim.
    Eu já estou torcendo pra que Annie fiquei com Griffin, Nick a abandonou então ela não tinha nem que esta divida. As vezes tenho vontade de bater nessas personagens. rsrs
    Ótima resenha, livro adicionado a minha lista de leitura.

    ResponderExcluir
  18. Que má sorte para a Annie em, se fosse comigo, nunca mais assistia a este filme na vida. Não sei porque ela teima em assistir a ele. Que ela fique com Griffin, por favor, ser deixada não é nem um pouco legal.

    ResponderExcluir
  19. Eu gostei da estória do livro parece ser um livro bonito,é a primeira vez que ouço falar desse livro ou da autora,mas quero ler esse livro,adoro romances e já foi adicionado a minha lista de desejados do skoob

    ResponderExcluir
  20. Não sei porque ela insiste em ver esse filme, se ela assiste e algo da errado é melhor não ver nunca mais.
    É muita confusão na vida da Annie que eu até fiquei perdida nos acontecimentos. A principio não me chamou atenção mas conforme fui lendo quis saber o que ia acontecer, e agora preciso ler para descobrir.
    Boa resenha, me deixou bastante curiosa.

    ResponderExcluir
  21. Oie! Primeiramente, queria dizer que apesar de simples, amei capa! hahaha bom sobre o livro, não o conhecia e gostei bastante da premissa, porém estou bem degastadas do clichê que envolve mocinha que levou um pé na bunda, por enquanto deixo passar, mas não descarto a leitura ^^ Se tiver a oportunidade de adquirir ou ganhar o livro quem sabe né?! hahah Fico feliz que mesmo com um enrendo a batido a autora tenha te conquistado, é isso que diferencia os bons.

    Beijos Joi Cardoso
    estantediagonal.com.br

    ResponderExcluir
  22. Como adoro um bom livro de romance, e depois de ter lido sua resenha super positiva sobre esse livro não teve como não ter adicionado em minha lista de leituras, gosto muito de livros com histórias de romances e descobertas.
    Sua resenha está muito boa.

    ResponderExcluir
  23. Assim é fácil, oi vou ali experimentar algo novo e senão der certo volto, ok? Ela fez certo em partir para outra, só acho que o casamento foi mesmo rápido. Fiuqei curiosa com o desenrolar dos fatos. Estou anotando a dica.
    Bjs, rose.

    ResponderExcluir
  24. Geeente! Que história doida!! E interessantíssima ao mesmo tempo!! Ameiiiii!! Quero pra hoje!
    E é bem instigante esse negócio do filme, será que tem algo a ver, ou só coincidência, hein??
    To mais que curiosa!!
    bjos

    ResponderExcluir
  25. Oi!
    Quando vi o livro imaginava uma outra historia mas achei a essa bem legal, mesmo sentido dó da Annie, gostei muito dos assuntos que a historia trata e os temas que a autora vai abordando ao longo do livro !!

    ResponderExcluir
  26. que livro cheio de acontecimentos e reviravoltas! como tudo isso pode acontecer na vida de uma pessoa? to abismada!!! UAHAUIHAIAUH
    a resenha foi maravilhosa e acredito que o livro irá me fazer vomitar arco íris. fiquei com muita vontade de conferir a obra

    beijos

    ResponderExcluir

Comente, ficarei muito feliz em saber sua opinião!!!