Resenha #262 - Uma Chama Entre as Cinzas - Sabaa Tahir - Verus Editora

Título: Uma chama entre as cinzas
Autor (a): Sabaa Tahir
Editora: Verus
ISBN: 9788576863502
Ano: 2015
Páginas: 432


- Livro recebido em parceria com a editora


Sinopse: Laia é uma escrava. Elias é um soldado. Nenhum dos dois é livre. No Império Marcial, a resposta para o desacato é a morte. Aqueles que não dão o próprio sangue pelo imperador arriscam perder as pessoas que amam e tudo que lhes é mais caro. É neste mundo brutal que Laia vive com os avós e o irmão mais velho. Eles não desafiam o Império, pois já viram o que acontece com quem se atreve a isso. Mas, quando o irmão de Laia é preso acusado de traição, ela é forçada a tomar uma atitude. Em troca da ajuda de rebeldes que prometem resgatar seu irmão, ela vai arriscar a própria vida para agir como espiã dentro da academia militar do Império. Ali, Laia conhece Elias, o melhor soldado da academia — e, secretamente, o mais relutante. O que Elias mais quer é se libertar da tirania que vem sendo treinado para aplicar. Logo ele e Laia percebem que a vida de ambos está interligada — e que suas escolhas podem mudar para sempre o destino do próprio Império.
Confesso que Uma Chama Entre as Cinzas não era um livro que estava em minha wishlist, na realidade quem iria resenhar esse livro aqui no CdT seria o Gabriel, porém bastou uma conversa de poucas linhas no WhatsApp com minha amiga Raquel do blog Por Uma Boa Leitura, para eu usurpar a resenha do Gabriel, coisa feia né? Nem posso dizer que me arrependo, o livro é tão perfeito que não consegui sentir remorso. Uma Chama Entre as Cinzas é com certeza um dos melhores livros que li em 2015, uma grata surpresa literária. 

Você ainda não conhece o livro? Quer saber o que o torna tão especial? Vou tentar colocar em poucas linhas quais foram as minhas impressões sobre esse livro fascinante.

Em Uma Chama Entre as Cinzas iremos conhecer Laia e Elias. Ela é uma Erudita, que morava com os avós e o irmão. Seu povo foi dominado pelos Marciais, liderados por um Imperador tirano, que condenou os eruditos à miséria e muitos à escravidão. Em meio à um povo analfabeto Laia é uma das poucas mulheres que sabe ler, e isso é claro um dos muitos segredos que Laia esconde dos Marciais.

Em uma única noite Laia perde a pouca família que lhe resta, seu irmão é acusado de traição e acaba preso, e seus avós acabam mortos por um "Máscara" e Laia acaba sozinha fugindo para salvar a própria vida. E é assim que ela entra em contato com um grupo rebelde conhecido como "Resistência", ela acredita que somente eles serão capazes de ajudá-la a resgatar seu irmão. E em troca desse favor ela aceita ser espiã da Resistência. Sua missão: espionar a comandante e tudo que acontece na academia militar Blackcliff.

E é em Blackcliff que Laia conhece Elias Veturius, um soldado em treinamento, o melhor aluno da academia, que está prestes a se tornar um Máscara. Elias é filho da comandante, mas fora abandonado por ela assim que nasceu. Como Laia ele quer se ver livre da comandante e de tudo que a Academia representa. Elias fora treinado desde os seis anos com o intuito de se tornar um Máscara, passou por todos os tormentos, privações e punições cuja intenção era moldar seu carácter, assim ele poderia servir com honra ao Império, porém ele não compartilha das mesmas crenças dos Marciais

Elias não quer ser um Máscara. Laia precisa encontrar uma forma de resgatar seu irmão. Ela é uma escrava erudita, ele um soldado marcial. Seus mundos não poderiam ser mais diferentes, porém eles não fazem ideia do quando seus destinos estão entrelaçados.

"Você é uma chama entre as cinzas, Elias Veturius. Você vai brilhar e queimar, devastar e destruir. Você não pode mudar isso. Não pode parar."

O livro é sim uma fantasia, e não tenho dúvidas em dizer que A MELHOR fantasia que eu li há muito tempo. Nossa Senhora Protetora das Blogueiras Literárias, como eu faço para colocar em poucas linhas tudo que eu senti lendo esse livro??? Como fazer um breve relato da história sem deixar escapar nenhum spoiler???

Eu até pensei em alguns livros para dar à vocês um parâmetro de comparação. Mas como comparar Uma Chama Entre as Cinzas? Intenso, brutal, inteligente, místico: Sabaa Tahir conseguiu me ganhar logo nas primeiras páginas do livro, o livro é tão envolvente que você não consegue parar de ler. Nas quarenta primeiras páginas a autora já dá o tom da história, e é bom preparar o coração, se você pensa que já conhece tudo sobre fantasia, aqui está algo totalmente novo.

Laia é uma das personagens mais fortes que eu já conheci, mesmo que no começo do livro ela nos passe uma sensação contrária, o fato de ela aceitar se tornar uma escrava para salvar a vida do irmão, colocando sua própria vida em risco sem ter certeza que pode confiar nas pessoas que estão a ajudando não é algo questionável. Nada abala sua fé, ela é determinada em conseguir o que deseja, mesmo sofrendo as piores atrocidades.

Elias é um bom homem, inconformado com o modo que o Império trata os Eruditos e os próprios escolhidos para serem iniciados na academia. Mesmo sabendo que não deve se envolver, assim que ele conhece Laia ele não consegue ficar indiferente aos maus-tratos que ela recebe, mesmo sabendo que demonstrar qualquer interesse pela escrava pode até ser piorar a situação, há algo em Laia que o deixa confuso. Não há como não torcer para que ele vença suas batalhas.

O foco do livro nem de perto é o romance que pode acontecer entre Elias e Laia, mas é gostoso ver o quando ele se preocupa com ela. Em um lugar onde todos estão dispostos a acabar com a vida da pobre escrava por um mero capricho, ter alguém que olhe por ela é reconfortante.

Todos os personagens deste livro são bem trabalhados, cada um tem um papel fundamental na trama. As poucas mulheres que aparecem no livro possuem uma característica em comum: todas são personagens fortes. Podemos não concordar com as atitudes de algumas, mas todas possuem esse traço marcante em sua personalidade. A cozinheira da comandante, Helene a Aspirante Máscara amiga de Elias, a própria Comandante que é a personagem mais depressível que se possa imaginar, a Leoa ex-líder da Resistência e a própria Laia.

"Você é cheia, Laia. Cheia de vida e sombras e força e espírito. Você está em nossos sonhos. Você vai queimar, pois é uma chama entre as cinzas. Esse é o seu destino. Ser espiã da Resistência é o que menos importa em você. Isso não é nada."

O livro é narrado em primeira pessoa, em capítulos curtos, a narrativa é alternada entre Laia e Elias. O livro é divido em três partes: A Batida - As Eliminatórias - Corpo e Alma. O que falar da narrativa de Sabaa? Se fosse ter que escolher uma só palavra pra descrever seria: Inacreditável! Quem me conhece sabe o quanto sou apaixonada por certo livro, e por mais que eu ame, eu nunca favoritei nenhum livro daquela série, porque você acha que eu coloquei dois coraçõezinhos na classificação desse livro aqui???

Comecei a ler esse livro sem saber bem o que iria encontrar, basicamente tinha a opinião da Kel sobre o livro e a sinopse que não me dizia muito. E terminei a leitura amargando uma das piores ressacas literárias do ano, infelizmente o livro faz parte de uma trilogia, o que significa que preciso da continuação pra ontem. O livro já teve seus direitos vendidos e vai virar filme, ansiedade é meu nome.

Empolgante, delicioso, cruel, visceral, original, épico. Não há como ficar indiferente a cada chicotada, a cada vida tirada sem sentido, a cada ato tirano. Difícil explicar em uma resenha todo o enredo do livro; o universo criado pela autora é único escrito de forma brilhante, envolvente e objetivo. 

Se você é fã do gênero fantasia, a leitura de Uma Chama Entre as Cinzas é obrigatória. Se você não é, fica aqui meu conselho, leia o livro, tenho certeza que ficará encantado assim como eu.





18 comentários:

  1. Li a resenha da Raquel do Por Uma Boa Leitura e desde então esse livro está na minha lista, pois ela falou sobre ele com tanta paixão na resenha que ficou impossível não sentir interesse e agora com a sua resenha, vejo que esse livro tem muito potencial pra me conquistar.
    Fantasia nunca foi um gênero pelo qual cai de amores, mas ultimamente ando querendo dar mais chances ao gênero e ando encontrando livros bem interessantes, e esse não poderia ficar de fora.
    A autora parece ter conseguido fazer uma história emocionante até a última página, com personagens que tocam o leitor da melhor e da pior maneira possível. Isso é mais que um ponto a favor, pois para mim não importa quão bom seja um enredo ou uma narrativa, um livro precisa ter personagens que me toquem, caso contrário ele já perde duas estrelas comigo. E acho que isso não irá acontecer com Uma Chama Entre as Cinzas.
    Elias e Laia são dois personagens que já conseguiram pegar parte da minha simpatia pelas resenhas. São fortes, são sofridos e por mais divergentes que sejam seus mundos, parecem ter muita coisa em comum nesse mundo deturpado em que vivem. Creio que a autora captou muito bem até onde o ser humano pode chegar, mesmo em um mundo fantasioso.
    Não sabia que o livro era o primeiro de uma trilogia, mas não sinto a preocupação que alguns livros me causam se tratando de talvez não possuírem enredo suficiente para outros volumes. Se esse primeiro te causou tamanha impressão e ainda acabou te deixando com uma ressaca desgraçada (afinal, elas nunca são boas), a expectativa para o segundo volume deve ser enorme. Espero que ele seja tão impactante quanto esse, ninguém merece ver uma série começar bem e depois ficar morna.
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Karina, quando tiver oportunidade leia o livro. É difícil até de explicar o complexo universo criado pela autora em uma simples resenha. Só posso te dizer que o livro vale muito a pena.

      Excluir
  2. UAU. É só o que eu consigo dizer em palavras no momento!!!!!! Que sinopse incrível, leria apenas por ela e daí quando li sua resenha, pensei: "eu preciso ler esse livro" e assim que eu puder, vou ler.
    O livro apresenta um tipo de mistério e ação e eu gosto MUITO, Patty.

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Olá, Patty! Eu conheci Uma Chama Entre as Cinzas a partir de vários blogueiros que se encantaram com a trama do livro e estão disseminando o seu poder. Bom, o gênero fantasioso é um que gosto muito, mas vem perdendo espaço em minha estante por motivo de: cadê a criatividade, autores?!. Uma Chama Entre as Cinzas me lembro de ótimos livro que li, não estou falando que a história é igual ou semelhante, mas uma sensação de prazer surgiu. Laia é uma personagem forte, fator que gosto muito em construção de personagem, e determinada que não mede esforços para defender sua pouca família e conseguir o que desejar. Elias é outro personagem encantador, mesmo com os traumas de abandono, não desiste de fugir da prisão e ser um homem "livre". A relação entre os protagonistas me deixou suspirando, mesmo não sendo baseado em um romance. Quero esta leitura!
    Consumidor de Sonhos | consumidordesonhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ycaro a sensação de ler algo novo é incrível com Uma Chama Entre as Cinzas. A autora soube como ninguém conduzir uma história forte, com personagens bem construídos e empáticos. A narrativa em primeira pessoa intercalada entre os personagens nos faz ter a dimensão correta dos sentimentos de cada personagem, é fácil sentir suas aflições, e entender seus conflitos. Esse livro é PERFEITO!!!

      Excluir
  4. Estou super empolgada!!. Esse livro parece emocionante. Me faz lembrar Petrus Logus. Quero muito ler esse livro. Vai uma dica ai, sorteia esse livro.! Gosto de personagens fortes, eles me dão coragem pra enfrentar a vida.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Talissa, mês que vem o CdT faz 3 anos... quem sabe o livro não apareça em algum sorteio por aqui.

      Excluir
    2. E não eh que apareceu mesmo. Estou torcendo pra ganhar!

      Excluir
  5. Patty,amei a sinopse e a forma como as vidas Laia e a forma como as vidas de Laia e Elias se unem.Realmente em seu lugar teria feito a mesma coisa e usurparia o livro para ler.Amo personagens,fortes e destemidas como Laia que possuem determinação e fé.Só o fato de ter se tornado espiã comprova isso.Elias também é um guerreiro da comandante e tudo que a Academia representa .Escrava erudita e Soldado Marcial juntos,destinos entrelaçados com certeza uma história incrível,legal Elias proteger Laia,apesar do romance não ser o foco .Legal saber que essa trilogia virará filme.Com certeza irei conferir.Mil beijinhos!!!

    ResponderExcluir
  6. Oi Patty :) Eu não sou fã do gênero fantasia, mas vou confessar que o livro chamou atenção, e isso me surpreendeu, pois não costumo ter interesses por esse livros. Gostei da premissa do livro, e em algumas partes me lembrou até alguns livros de romance que eu leio, acredito que é por isso que interessei tanto! Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Conheci o livro quando li a resenha do blog Por uma boa leitura e fiquei interessada em ler.
    Sua resenha veio confirmar como esse livro deve ser bom.
    Li alguns livros de fantasia, achei bem legal esse ter uma história original e diferente.
    A Laia e o Elias parecem ser ótimos personagens.
    A capa do livro é muito bonita!

    ResponderExcluir
  8. Mas gente que livro é esse, parece que a editora acertou em cheio em lançar esse livro e como eu sinto falta de ler um livro de fantasia que faz a gente ficar o olhando pro teto e se perguntar " como proceder ? ". Eu simplesmente fiquei loca pra ler esse livro com essa resenha incrível fica meio difícil não querer lê-lo né. Quero esse livro na minha estante com urgência, adeus economias.

    ResponderExcluir
  9. Me interessei muitíssimo, já que gosto muito de livros de fantasia. Lendo a sinopse presumi que focaria muito no romance entre os dois, que bom que não foca já que não sou muito fã de romances. Com certeza vou ler, já foi para minha lista!

    ResponderExcluir
  10. É bem difícil ficar indiferente a uma resenha como essa! Eu já tinha me interessado pelo livro logo de cara, pela capa magnífica que ele tem, mas a sinopse me deixou ainda mais intrigada, exatamente porque, como tu disse, ela revela pouca coisa. Mas é pouca coisa que consegue aguçar nossa curiosidade ao nível máximo. Gostei do enredo, dos elementos que a autora inseriu nele e dos assuntos com os quais ela trabalhou. Também adorei ver que todas as personagens femininas do livro são fortes, cada uma a sua maneira, tô meio cansada me mimimis excessivos. Enfim, com certeza quero ler, mesmo sendo uma trilogia!

    ResponderExcluir
  11. Hello!
    Primeiro blog que leio sobre o livro Uma chama entre as cinzas, que capa linda e nao tinha visto, como assim?! Pq eu sou louca por capas bem feitas, nada de usar banco de imagens que todo mundo usa, acho o fim editora que faz isso.
    Sua nota me deixou bemmmm curiosa em relação a história e sendo a melhor leitura de fantasia que fez em mto tempo, claro que aumenta o meu interesse.
    Bom saber mais do livro, que os personagens sao bem construidos, pode ter certeza que eu vou comprar e ler! hahah
    Beijos.

    ♥ Blog Livros e Sushi ♥
    https://livrosesushi.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  12. Oi!
    Ao começar a ler a resenha não pensei que irei gostar tanto desse livro mas ele me surpreendeu adoro livros de fantasia e esse tem um enredo muito bom gostei muito dos personagens e principalmente em saber que temos personagens fortes !!

    ResponderExcluir
  13. Oi Patty tudo bem? Vamos por parte.. hehehehe Eu já havia ficado super interessada quando ouvi falar desse livro pela primeira vez e foi com a empolgação da Kel e depois vi que você se rendeu totalmente a este livro só veio consolidar este interesse prévio pela história.
    Mas até então não havia lido nenhuma resenha sobre ele, e hoje eu li e fiquei tipo nossa esse livro tem tudo para ser destruidor de forninhos!
    Tenho passado a apreciar livros de fantasia mais do que nunca, e pude perceber que este livro tem tudo o que mais gosto quando leio um, uma boa trama, personagens marcantes e um romance mesmo que sendo sutil.
    Acredito que a motivação de Lea a se tornar escrava deva ser o diferencial da personagem. Gosto muito quando a autora coloca uma protagonista com personalidade forte e bastante determinada amo as girlpower, nada contra as menininhas indefesas, mas acredito que seja injusto retratar sempre as mocinhas desta maneira, afinal de contas o sexo feminino não é um sexo frágil, tem suas limitações mas pode botar pra quebrar quando quer.ah o Elias tem tudo para me conquistar, tenho certeza que vou amar o livro já que duas referencias para mim no mundo literário amaram e não vejo a hora de ler e chorar horrores com esta história (sim, já sei que vou chorar hahaha)
    obrigada por me empolgar com mais um livro dona Patty!!!
    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Primeiramente quero dar os parabéns aos autores do blog, é muuuuito bom! Bom, eu não preciso acrescentar absolutamente nada, sua resenha sobre Uma chama entre as cinzas foi perfeita. Terminei de ler o livro agorinha e ainda estou com o coração mega acelerado, uau! Não tenho nada a dizer, apenas sentir... Não sei como aguentarei esperar pela continuação. É bom saber que tem quem compartilhe de minha emoção. Um grande abraço!

    ResponderExcluir

Comente, ficarei muito feliz em saber sua opinião!!!