Resenha #281 - A voz do Arqueiro - Mia Sheridan - Editora Arqueiro


Título: A voz do Arqueiro
Autor (a): Mia Sheridan
Editora: Arqueiro
ISBN: 9788580414448
Ano: 2015
Páginas: 336
Onde comprar: Amazon/ Saraiva


Sinopse: Baseado na mitologia de Sagitário, A voz do arqueiro é uma história sobre o poder transformador do amor.
Bree Prescott quer deixar para trás seu passado de sofrimentos e precisa de um lugar para recomeçar. Quando chega à pequena Pelion, no estado do Maine, ela se encanta pela cidade e decide ficar.
Logo seu caminho se cruza com o de Archer Hale, um rapaz mudo, de olhos profundos e músculos bem definidos, que se esconde atrás de uma aparência selvagem e parece invisível para todos do lugar. Intrigada pelo jovem, Bree se empenha em romper seu mundo de silêncio para descobrir quem ele é e que mistérios esconde.
Alternando o ponto de vista dos dois personagens, Mia Sheridan fala de um amor que incendeia e transforma vidas. De um lado, a história de uma mulher presa à lembrança de uma noite terrível. Do outro, a trajetória de um homem que convive silenciosamente com uma ferida profunda.
Archer pode ser a chave para a libertação de Bree e ela, a mulher que o ajudará a encontrar a própria voz. Juntos, os dois lutam para esquecer as marcas da violência e compreender muito mais do que as palavras poderiam expressar.

Coisas ruins não acontecem com as pessoas porque elas merecem. Não é assim que funciona. É só... a vida. E não importa que somos, temos que lidar com a sorte que nos cabe, por mais terrível que ela possa ser, e tentar fazer o melhor para seguir em frente de qualquer modo, amar de qualquer modo, ter esperança de qualquer modo... ter fé de que há um propósito para a nossa jornada.

A voz do Arqueiro chamou minha atenção assim que foi lançado, não me lembro por qual motivo na época não pedi para a editora Arqueiro um exemplar para poder ler e resenhar aqui no blog, provavelmente seu lançamento foi em um mês que tinha outros livros que eram tipo uma necessidade. Mas enfim, a minha curiosidade ganhou e eu acabei comprando o livro. DEUS OBRIGADA!!!

Não é exagero, A voz do Arqueiro me conquistou de cara, uma história de amor que ultrapassa barreiras, linda, linda, linda. Sabe aqueles livros que você começa a ler e mesmo querendo muito saber o final, fica com aquela "dozinha" porque ele acabará? Esse livro foi assim pra mim.

O livro faz parte da série Signos do Amor de Mia Sheridan, onde cada livro faz uma referência a um signo do zodíaco, em A voz do Arqueiro é a vez de Sagitário. Dizem que os Sagitarianos são fiáveis, honestos, bons, sinceros e dispostos a lutar pelas boas causas custe o que custar. Posso dizer que essas são algumas das características de Archer Hale.

Tento acreditar que algo bonito pode resultar de algo feio, e que chegará o momento em que conseguirei ver o que é. Você me ajudou a ver minha própria imagem, Archer. Deixe que eu o ajude a ver a sua.

Ahhhh Archer!!!! Alguém tem dúvida que me apaixonei por esse personagem? Ele roubou meu coração. É um personagem que tem um passado trágico. O mesmo acidente que tirou a vida de seus pais, lhe tirou a capacidade de falar aos 7 anos. Ainda criança Archer aprendeu como o ser humano pode ser perverso, após a morte dos pais, Archer fora morar com um tio que tinha alguns problemas de personalidade e era tratado como o "louco" da região, esse fato aliado a sua deficiência foi suficiente para ele ser tachado de "aberração", sendo hostilizado até pelo próprio primo, Travis.

Tendo apenas seu tio "louco" que se preocupava com ele, Archer teve que amadurecer e crescer sozinho, em sua casa não havia televisão, a linguagem de sinais ele aprendera sozinho, mas como não tinha com quem conversar era de pouca serventia. Já na fase adulta Archer manteve seu lado inocente, sozinho após a morte de seu tio, ele só saia de casa quando precisava de algo na cidade. E das poucas vezes que ia até lá passava meio que despercebido. Era como se a cidade inteira ignorasse sua existência.

E ele permaneceu nessa bolha, seu mundinho intocado, sem deixar ninguém fazer parte dele. Até quando certa garota apareceu na cidade e bagunçou toda sua rotina, entrou em sua vida sem perder licença e depois de derrubar algumas barreiras se estabeleceu, mostrando-lhe o outro lado da vida, lhe ensinando o significado da amizade, do amor, e, sobretudo mostrando a Archer que ele poderia sim fazer parte daquela comunidade e merecia o respeito de todos. Bree Prescott esse era o nome dela.

Talvez não houvesse certo ou errado, branco ou preto, apenas muitos matizes de cinza no que se referia à dor e às responsabilidades que cada um de nós atribuía a si mesmo.

Bree é uma personagem magnífica, ela é assombrada pelo seu passado, tem que superar seus traumas todos os dias. Mas mesmo assim, Bree não é amarga, não é uma personagem triste, ela é destemida. Chegou à cidade deixando pra trás toda uma vida. Sua vida, sua história, seus amigos. Queria um recomeço longe das lembranças daquele dia fatídico. Arregaçou as mangas e foi atrás do que queria.

Quando Bree literalmente esbarra em Archer, algo faz com que ela queira saber mais sobre o rapaz, barbudo e cabeludo que cruzou seu caminho. Tentou falar com ele, porém ele permaneceu em silêncio e apenas se afastou. A princípio Bree achou o sujeito um tanto esquisito, porém isso não a impediu de bisbilhotar na cidade sobre o misterioso rapaz. Logo descobriu que ele não falava e que vivia isolado. Mesmo quando Archer parecia não querer amizade, Bree foi insistente e acabou quebrando as barreiras do rapaz. Ela conhecia a linguagem de sinais, seu pai era surdo. Ela pra mim pareceu ser a pessoa certa no lugar certo.

Amei o fato de Bree tratar Archer como uma pessoa, ao contrário da cidade onde ele nascerá que simplesmente ignorava sua existência, ela foi o apoio que Archer nunca tinha tido, e o fez sair de seu casulo, eu realmente admirei a personagem.

Como se ensina um homem que perdeu tudo a não temer que isso volte a acontecer? Como se ensina uma pessoa a confiar em algo que na verdade ninguém pode garantir?

A voz do Arqueiro foi um livro muito bem escrito, Mia Sheridan tem uma narrativa gostosa, o que possibilita uma leitura prazerosa, fácil, rápida. O livro é narrado em primeira pessoa, e temos o ponto de vista dos dois personagens. A narrativa de Archer ainda nos brinda com flashbacks de sua infância.

Eu amei cada pedacinho desse livro, amei a forma como os personagens desenvolveram seu relacionamento aos poucos, o que tornou a história mais verdadeira, nada de romance relâmpago. Eu amei como Bree conseguiu fazer com que Archer se abrisse para ela, e como ele poderia se transformar em um "macho alfa" quando se tratava de Bree. Amei ver o quanto Archer cresceu e aprendeu a ser independente. Amei o casal juntos, e como eles resolviam seus problemas. 

Eu me envolvi com a história a tal ponto que me emocionei, senti o coração parar por uns segundos quando algo que eu não posso contar aconteceu. Fora o envolvimento dos dois, temos também "casos de família" que são resolvidos no decorrer do livro. É claro que o livro tinha que possuir um contraponto a toda fofura presente no casal. E temos o "algoz" de Archer. Seu primo Travis, disputa a atenção de Bree, enquanto sua mãe malvada traça estratégias para manter Archer longe dos bens da família.

Eu realmente amei esse livro, ele é do tipo que aquece o coração, que nos faz pensar em nossos conceitos, que nos muda de alguma forma. LEIAMMMM!!!

Acho que amor é um conceito, e cada pessoa tem uma palavra única para descrever em que o sentimento se resume para ela.



13 comentários:

  1. Eu gostaria nesses momentos de não ser tão enrolada com séries, filmes, livros e as mil coisas que gosto para que pudesse ler A Voz do Arqueiro agora. Toda resenha que vejo desse livro diz como é um romance emocionante e a sua foi uma das mais empolgadas que tive o prazer de ler, o que certamente piorou minha curiosidade. De cara, pela sua descrição se torna impossível não sentir certa compaixão e gostar de Archer, ele parece ser um personagem encantador e Bree é uma mocinha que acho que terei muito prazer de acompanhar na jornada natural para o coração do arqueiro.
    Acho que esse romance tem muito para me agradar, adorei a resenha.
    Abraços

    ResponderExcluir
  2. Oi Patty, tudo bem?
    Não tem uma resenha que fale de maneira negativa desses livros, então fui procurar, e encontrei até o sétimo livro. Mas procurei também queria ver se ela já tinha escrito sobre o meu signo, aquário, e espero ler em breve os livros de aquário. Menina o personagem mexeu mesmo com você, haha. Fiquei com vontade de ler depois dessa resenha. Beijos

    ResponderExcluir
  3. Oi Patty,
    Acho que temou um forte concorrente ao Top Piriguetagem desse ano hein? A história é bem diferente, não lembro de um personagem surdo. Fiquei curiosíssima para saber o que fez seu coração parar por alguns segundos.
    Beijocas ^^

    ResponderExcluir
  4. Olá,
    Adorei a resenha e já li o livro. A história eu achei simples e linda. Não precisou de um emaranhado de coisas para ser perfeita. Adorei o romance e como se desenvolveu. O casal foi lindo e o problema do Archer me comoveu muito. E o final <3 só muito amor.

    www.primeiras-impressoes.com

    ResponderExcluir
  5. Nossa, jamais poderia imaginar que esse livro seria assim. Pensei que seria apenas mais um na multidão, mas ele parece incrível e eu já quero o meu. Já me apaixonei pelos personagens logo de cara, então mal posso esperar para descobrir mais sobre eles. Foi para a minha listinha!

    ResponderExcluir
  6. Mana esse livro é muito amor !!! Eu adorei como a escritora desenvolveu os personagens e todos os relacionamentos, do o primeiro livro que li com um personagem mudo e tenho que admitir que a escritora passou isso de uma forma fenomenal. Eu quero muito ler os outros dois livros logo.

    ResponderExcluir
  7. Oi!
    Quero muito ler A Voz do Arqueiro, logo que li a historia desse livro ele me conquistou pois parece ser uma historia linda e bem emocionante e gostei muito dos personagens a Bree que parece ser forte e determinada e do Archer que logo conquista a gente !!

    ResponderExcluir
  8. Adorei a resenha, a história parece deixar seus leitores loucos por ela

    ResponderExcluir
  9. Ainda não deu pra ler! Ahh, desespero! D=
    Quando lançaram fiquei meio na dúvida se pegava ou não por ser série e não estava muito no clima pra pegar livros assim. Porque fico querendo ler um depois do outro e tal se acabar gostando.
    Mas começo a me arrepender de não ter lido ainda. Que história boa, bonita e bem trabalhada. Tem jeito de ser viciante e acho que vou adorar ler. Espero conseguir nesse mês que vem, deu mais vontade de pegar depois de ver tanta coisa boa dele *-*

    ResponderExcluir
  10. Gostei muito de ler os comentários positivos sobre o primeiro livro da série.
    A história de Archer é comovente e é muito lindo o esforço de Bree para ficar perto dele.
    Tenho certeza que esse será meu casal literário favorito. Já me conquistaram pela resenha. <3 haha

    ResponderExcluir
  11. Tenho muita vontade de ler essa série e conhecer a escrita da Mia. Dos três que já foram lançados, acho que o mais recomendado é esse. Gostei muito da resenha e fiquei ainda com mais vontade de lê-lo. Adorei saber que as coisas acontecem naturamente, como se fosse real, nada forçado. Espero gostar tanto quanto você. Beijo!

    ResponderExcluir
  12. Oi,
    Só resenha boa sobre essa série, tô louca pra conhecer o livro.Achei bem diferente o enredo e os personagens. Nem preciso falar que tô louca pra ler a história do meu signo (aries) <3

    ResponderExcluir
  13. A capa do livro da uma ideia super diferente do que poderia ser o livro, achei a capa linda. A história não me agrada muito, porém nada impede que eu o leia futuramente.

    ResponderExcluir

Comente, ficarei muito feliz em saber sua opinião!!!