Resenha #321 - Onde Está Elizabeth? - Emma Healey - Record


Título: Onde Está Elixabeth?
Autor(a): Emma Healey
Editora: Record
Páginas: 308
ISBN: 9788501073204
Ano: 2016

- Livro recebido em parceria com a editora.


Sinopse: Vencedor do Costa Book Awards e do Premio Salerno Libro dEuropa, o romance de estreia de Emma Healey é uma delicada narrativa sobre memória misturada a um thriller. Maud tem 80 anos e está ficando cada vez mais esquecida. Sua própria filha e sua casa lhe parecem irreconhecíveis, e ela escreve bilhetes para si mesma na tentativa de lembrar do cotidiano. Um dia, um dos bilhetes informa que sua amiga Elizabeth está desaparecida. Embora todos lhe assegurem que ela está bem, Maud embarca numa missão para encontrá-la. A iniciativa, no entanto, acaba se confundindo com a história de Sukey, sua irmã mais velha, desaparecida desde o fim da Segunda Guerra Mundial.


"A mulher acha que essa não é a melhor coisa a dizer, e o homem começa a me explicar alguma coisa. Mas não consigo me concentrar. Sei que eles não vão me ouvir, que não vão me levar a sério. Então preciso fazer alguma coisa. Devo fazer alguma coisa, porque Elizabeth está desaparecida."

Uma história intrigante que gira em torno de Maud, uma idosa com a memória debilitada, mas que mesmo assim consegue perceber que sua melhor amiga, Elizabeth está sumida, o que será que aconteceu com sua amiga? Como ela não tem uma memória confiável, Maud escreve vários bilhetes que lhe lembram de ou confundem com o que precisa saber ou o que não pode esquecer. 

Porém nem sempre esses bilhetes são claros e eles se misturam criando ainda mais confusão na mente de Maud e nos deixando cada vez mais curiosos para saber o que de fato está acontecendo. Em alguns momentos temos a impressão de que Maud está muito confusa, em outros ficamos com a certeza de que algo muito grave possa ter ocorrido.

Onde está Elizabeth é um thriller psicológico intrigante que conduz o leitor através das memórias falhas de Maud para que possamos junto com a personagem montar um quebra cabeça e decifrar o grande mistério da trama, assim como entender sua vida com Carla a cuidadora que aparece às vezes e Helen, sua filha que passa por sua casa, mas que parece nunca ficar tempo suficiente (essa é a sensação de Maud).

A autora intercala o passado e presente nos conduzindo em momentos por memórias distantes no período da guerra onde a irmã de Maud (Sukey), supostamente desapareceu sem deixar rastros, até os dias atuais onde há o sumiço inexplicável de Elizabeth que possui um filho aparentemente disperso e incapaz de lhe fazer companhia, que apenas lhe levava comida e mais nada, segundo memórias soltas de Maud.

Entender o que de fato está acontecendo não é o único atrativo da trama. A autora nos convida a refletir sobre a questão da perda de memória e o que ela pode causar no dia a dia de uma pessoa. Afinal imagina, assim como Maud, você não ter certeza se comeu, do que precisa comprar no supermercado, do motivo pelo qual está parada no meio de uma loja. A meu ver, “passear” pelas memórias de Maud foi assustador, pois sentimos toda confusão que a cerca. Os momentos de tristeza profunda, surpresa, incertezas, entre outros sentimentos que pegam o leitor em cheio. Onde está Elizabeth foi no mínimo uma leitura reflexiva e recheada de mistérios.



19 comentários:

  1. O título do livro,sugere que se trata de um livro de mistério e talvez suspense.E não somente de um drama.
    Talvez por esperar por um enredo diferente eu me identifique mais e mais.
    Bem,mas como já sei um pouco sobre do que se trata, sei que vou ficar bem tocada com os problemas da Maud, mas mesmo assim me interessei bastante...

    ResponderExcluir
  2. Uau, que resenha maravilhosa, adorei, o livro tbm parece ser muito bom.

    ResponderExcluir
  3. Essa capa lembra muito os livros da Elizabeth Haynes. A história parece ser legal. Confesso que as vezes fico perdida nessas passagens de tempo entre passado e futuro. Vou anotar e futuramente dar um voto de confiança

    ResponderExcluir
  4. Oii!
    O livro parece de fato ser bem interessante com esse sumiço de Elizabeth e de Sukey. Acho que o mais tocante mesmo é o fato da perda de memória, sem contar que pessoas idosas começam a ficar debilitadas e a perderem a mesma capacidade de fazer as coisas que tinha quando jovem. E isso realmente os deprime e fazem meio com que desistam da vida, por isso eles precisam ter acompanhamento médico, pois essas coisas são identificadas e os médicos podem até assar algum remédio para que tenham mais ânimo. Achei bem interessante a premissa do livro com essa senhorinha e gostaria de le-lo.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Olá Karini, bem instigante esse livro, é o tipo de leitura que gosto de ler, ainda mais com a memória prejudicada de Maud para dar um ar ainda mais intenso. Gosto de triller psicológicos vou anotar a dica. Bjkas

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Ótima sua resenha. Já conhecia o livro, apesar de não ter lido. A premissa me chama muito a atenção, mas porque sempre esperei um bom suspense e não tanto drama. Já li algumas resenhas que pontuaram negativamente a historia e os personagens. Bom, mas vai muito do gosto de cada leitor e de sua interpretação do enredo. Se tiver oportunidade, gostaria de ler. Beijos.

    ResponderExcluir
  7. Nossa, já fiquei agoniada com essa sinopse kkkkk Não saber se podemos confiar na memória da nossa 'contadora de história' deixa esse livro muito interessante e confuso. E afinal, Elizabeth está mesmo desaparecida ou foi tudo fruto da imaginação de Maud ??? Você não contou... Acho que vou ter que ler para saber, não é mesmo ? Já adicionei esse livro na minha lista

    ResponderExcluir
  8. Mesmo não tendo costume de ler livros desse gênero, a premissa da história me cativou bastante, pelo fato de falar sobre a perda de memória e como isso pode interferir na vida das pessoas, além desse problema, a personagem ainda vai ter que descobrir o que aconteceu com sua amiga, esse mistério todo e forma como a história vai se desenvolvendo me deixou bastante curiosa, por isso pretendo incluir essa leitura na minha lista de desejados.

    ResponderExcluir
  9. Eu já tinha visto o livro pela internet, porém confesso que não tinha parado para ler certinho sobre o que se tratava.
    A premissa acabou me chamando a atenção e fiquei curiosa para ler.

    ResponderExcluir
  10. Quantos mistérios e descobertas terá esse livro com a busca da amiga de Maud!
    Achei bem interessante o livro e o enrendo aparenta ter muitos detalhes e enigmas =)

    ResponderExcluir
  11. Olá, Karini.
    Gosto bastante de thrillers psicológicos, então quando li a sinopse desse livro meus olhos logo saltaram.
    Fiquei bem curiosa com o enredo da trama e curiosa pra saber como a autora trabalhou o tema da perda de memória. Ahhh e claro, saber o que aconteceu e quem era Elizabeth.
    Achei genial o tema do livro e mal vejo a hora de conferir por mim mesma.


    Confissões de uma Mãe Leitora

    ResponderExcluir
  12. Oi Karini.
    Onde Está Elizabeth? parece ser um thriler psicológico bem envolvente e instigante. Mas ao mesmo tempo deve dar um pouco de agonia por não saber o que realmente está acontecendo, em quem confiar e etc. Não consigo imaginar como seria ser Maud e passar por essa situação da amiga desaparecida.
    Já vou colocar esse livro na minha lista de desejados.

    ResponderExcluir
  13. Já quero ler só pelo fato de misturar passado e presente! Amo livros assim!! Esse livro parece ser ótimo e a dose de thriller psicológico vai ser bem empolgante!! Vou colocar na minha listinha!!! Bjoo

    ResponderExcluir
  14. Uau! Já tô com vontade ler este livro, me interessei pela capa e a sinopse também. Amo leituras reflexivas e cheias de mistério, e deve ser tenso mesmo acompanhar a confusão das memórias da personagem. Enfim, ótima resenha, o livro já irá para minha listinha.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  15. Gostei bastante da história, parece prender o leitor. Eu adoro livros assim.
    Nunca li nenhum livro no qual o personagem possui perda de memória, mas acho o assunto bem interessante. "Para Sempre Alice", que fala sobre esse tema, está na minha lista de desejados faz algum tempo, e "Onde Está Elizabth?" acaba de entrar, não só por se tratar desse assunto, como também pelo toque de mistério.
    Beijos

    ResponderExcluir
  16. Caramba, que história fascinante! A capa parece de suspense, adorei. É um livro bastante curioso, esse vou ler com certeza.

    ResponderExcluir
  17. Oi.
    Confesso que adorei essa premissa, mas não leria porque assim como você teria que ficar me lembrando que o livro não é repetitivo e que ela está doente, má confesso que estou louca para saber amar ela consegue descobrir todo o mistério, enfim amei.
    Boa Tarde.

    ResponderExcluir
  18. Deu pra notar que o livro é bem misterioso, o que me agrada bastante, já que ultimamente só tenho lido romances. Gostei da resenha, vou ler com certeza.

    ResponderExcluir
  19. Oi!
    Ainda não conhecia esse livro e mesmo achando a historia confusa por temos um personagem que também se encontra confuso, achei interessante o tema do livro e principalmente por mostrar o cotidiano das pessoas que sofrem com essa doença !!

    ResponderExcluir

Comente, ficarei muito feliz em saber sua opinião!!!