Resenha #339 - Corte de Névoa e Fúria - Sarah J Maas - Galera Record


Título: Corte de Névoa e Fúria
Autor(a): Sarah J Maas
Editora: Galera Record
Páginas: 654
ISBN: 978-85-01-07660-1
Ano: 2016

* Livro cedido em parceria com a editora.

A jovem humana que morreu nas garras de Amarantha, Feyre, assume seu lugar como Quebradora da Maldição e dona dos poderes de sete Grão-Feéricos. Seu coração, no entanto, permanece humano. Incapaz de esquecer o que sofreu para libertar o povo de Tamlin e o pacto firmado com Rhys, senhor da Corte Noturna. Mas, mesmo assim, ela se esforça para reconstruir o lar que criou na Corte Primaveril. Então por que é ao lado de Rhys que se sente mais plena? Peça-chave num jogo que desconhece, Feyre deve aprender rapidamente do que é capaz. Pois um antigo mal, muito pior que Amarantha, se agita no horizonte e ameaça o mundo de humanos e feéricos.




Ah, meu Deus! Por que? Por que eu tenho mania de ler séries que eu sei que vão me deixar louca pelo próximo volume? Sendo que o próximo volume nem lançou ainda nos Estados Unidos, que dirá no Brasil!

Não é segredo pra ninguém a minha paixão pela autora Sarah J Maas. Desde que a série Trono de Vidro foi publicada no Brasil, eu virei fã incondicional da autora e da série de livros da melhor assassina do mundo.

E aí, veio um livro tímido, uma fantasia que lembra o conto clássico de A Bela e a Fera, mas com umas pitadinhas de Game of Thrones e, claro, de Sarah J Maas, e aí eu li esse livro tímido e adorei a história que encontrei ali.

Mas é claro que quando se trata da Sarah, a gente nunca pode ter 100% de certeza dos personagens, da história e do rumo que ela vai tomar.

Aprendi isso definitivamente esse segundo volume. Depois de sofrer com toda a reviravolta lá na série Trono de Vidro, sofri com as reviravoltas aqui, em Corte de Névoa e Fúria, que sem dúvida é muito melhor que seu antecessor, Corte de Espinhos e Rosas.

Após todo o tormento que Feyre passou Sob a Montranha para libertar Tamlin e seu povo, ela passa por uma nova fase de sua vida. Agora como Féerica, ela não sabem bem onde se encaixa nesse novo mundo, quando pesadelos, medos e inseguranças a envolvem, ameaçando sufocá-la e desesperá-la.

Ainda há o acordo com Rhysand, Grão Senhor da Corte Noturna. Em troca de salvar sua vida quando estava quase morrendo de um terrível ferimento Sob a Montanha, Feyre concordou em passar 1 semana com Rhys.

Entretanto, ao passar do tempo, Feyre começa a perceber que Aramantha foi apenas o começo e que um mal muito maior e mais perigoso e que ameaça não apenas o mundo Féerico, mas o humano também se aproxima.

Aos poucos ela vai se envolvendo em conflitos políticos, paixões e precisa decidir onde está sua lealdade. Ao passo que o amor de Tamlin começa a sufocá-la, Feyre precisa decidir o que mais quer, sua liberdade ou o amor que ela um dia desejou mais que tudo.

Devo dizer em minha defesa que sempre amei o Rhysand. Desde que ele apareceu lá em Corte de Espinhos e Rosas, tive uma queda por ele, mas eu sempre tenho uma queda pelos malvadões, o que posso fazer?

E poder ver esse personagem cada vez mais nesse segundo livro foi o ponto alto da história, já que a participação dele nesse segundo volume é bem maior e me surpreendi com o que descobri a respeito do personagem!

Feyre também mudou bastante. No início do livro ela me cansou um pouco. Digo, entendo que ela tenha ficado completamente partida depois da experiencia de morte sob os horrores de Aramantha, mas meu Deus, foi drama demais pro meu gosto nas primeiras páginas do livro e pra mim, a solução para os problemas dela era bem simples e ela demorou um pouco mais do que eu gostaria pra encontrar a tal solução, mas tudo bem, garota, te perdoo. No fim você me deixou bem orgulhosa!

Prefiro nem falar do Tamlin. Decepção é a uma das palavas menos feia que tenho para descrever esse personagem. Gostava dele no primeiro livro, entretanto, nesse segundo ele se mostrou um cara tremendamente chato, possessivo e controlador. A forma como ele vai sufocando a Feyre foi me fazendo ter raiva dele, afinal, ela lutou contra uma louca sádica apenas pra salvá-lo e tudo o que ele pode fazer por ela é dizer para ela se comportar como uma dama da sociedade do século XIX, mesmo agora ela tendo o poder de uma feérica e sendo forte, não apenas fisicamente, mas como também em espírito. Simplesmente detesto quando personagens colocam o outro pra baixo. Tamlin, não ficou legal, compadre!

Outros personagens também me deixaram bastante furiosa e com uma raiva absurda. Já no início do livro consegui captar quem eram os falsos e traidores, mas isso não diminuiu muito a minha raiva ao ser revelado ao longo da trama.

Um mérito que devo dar pra Sarah é a facilidade com que ela tem em nos seduzir com personagens que muitos, provavelmente não gostavam, mas que é impossível não se apaixonar nessa trama. Outro ponto a favor da autora é a leveza e a sensualidade que ela tem em escrever cenas de sexo sem ser vulgar ou apelativa demais. Isso é um talento que eu admiro demais em autores, já que cenas assim são delicadas, um errinho e fica ou vulgar demais, ou apelativo demais ou chato demais. Sarah, entretanto, conseguiu juntar sensualidade, erotismo e romance nessas cenas.

E sim, gente, esse livro tem um teor mais adulto que em Trono de Vidro, embora eu acredite que os próximos volumes de TdV serão mais adultos também.

Outro ponto positivo que devo dar a autora e a série é a trama muitíssimo bem elaborada. Não sei como ela consegue, mas parece que quanto mais ela escreve, mais história tem e não fica cansativo ou perdido demais, muito pelo contrário. A cada página vai ficando tudo mais claro e também mais intriga e mais história vai acontecendo. É simplesmente incrível!

Pra quem não gostou de Corte de Espinhos e Rosas, vai por mim, Corte de Névoa e Fúria é MUITO melhor, leia, você não vai se arrepender em momento algum.

Mesmo quando chegar ao fim do livro e xingar Deus e o mundo porque ainda não tem o terceiro, no fim você vai pensar: Cacete! A Beta tinha razão! 654 páginas foram poucas!

2 comentários:

  1. Já ouvi falar muito bem desse livro,espero que valhe a pena.

    ResponderExcluir
  2. Amei sua resenha, assino embaixo. Essa série é espetacular, difícil é se contentar com qualquer livro depois destes. Estou mega ansiosa para ler o próximo, tomara que não demore muito.

    ResponderExcluir

Comente, ficarei muito feliz em saber sua opinião!!!