Resenha #357 - A Rebelde do Deserto - Alwyn Hamilton - Seguinte


Título: A Rebelde do Deserto
Autor (a): Alwyn Hamilton
Editora: Seguinte
ISBN: 9788565765992
Ano: 2016
Páginas: 288


- Recebido em parceria com a editora


Sinopse: O deserto de Miraji é governado por mortais, mas criaturas míticas rondam as áreas mais selvagens e remotas, e há boatos de que, em algum lugar, os djinnis ainda praticam magia. De toda maneira, para os humanos o deserto é um lugar impiedoso, principalmente se você é pobre, órfão ou mulher.
Amani Al’Hiza é as três coisas. Apesar de ser uma atiradora talentosa, dona de uma mira perfeita, ela não consegue escapar da Vila da Poeira, uma cidadezinha isolada que lhe oferece como futuro um casamento forçado e a vida submissa que virá depois dele.
Para Amani, ir embora dali é mais do que um desejo — é uma necessidade. Mas ela nunca imaginou que fugiria galopando num cavalo mágico com o exército do sultão na sua cola, nem que um forasteiro misterioso seria responsável por revelar a ela o deserto que ela achava que conhecia e uma força que ela nem imaginava possuir.
"... as pessoas creem em verdades diferentes. Quando todo mundo parece ter tanta certeza, é difícil acreditar que alguém esteja certo."

Livro de estreia da autora Alwyn Hamilton, eleita como Melhor Autor estreante de 2016 no Goodreads, A Rebelde do Deserto é uma fantasia que se passa totalmente no deserto, o que a torna bem diferente das fantasias que estamos acostumados a ler, o livro nos apresenta um pouco do estilo de vida árabe. Eu li A rebelde do deserto já faz alguns meses e esse livro continua ocupando um lugar muito especial dentro do meu coração. Iniciei a leitura nas escuras, sem saber o que poderia encontrar, minha única expectativa era que a história fosse tão bela quanto à capa; e o livro realmente me surpreendeu.

A Rebelde do Deserto vai nos contar a história da Amani, uma garota órfã, que vive na casa do tio na Vila da Poeira há quase um ano. Amani está perto da idade de se casar, e como em sua cultura é normal um homem se casar com mais de uma mulher, seu tio está com planos de torná-la sua mais nova esposa. É claro que Amani abomina essa opção. Ela tem o sonho de ir embora de Vila da Poeira, sonho esse alimentado por cartas recebidas de uma tia, que morava na capital do país. Para Amani sua vida só teria realmente sentido se ela conseguisse fugir do que o destino reservava para ela em sua cidade natal.

Vila da Poeira é uma cidade pobre, onde a renda das famílias advém principalmente do comércio de armas, sendo que a cidade abriga uma das maiores fábricas de armas do país. Por conta disso Amani é uma eximia atiradora, ela nunca erra um tiro e vai utilizar esse dom para conseguir o dinheiro necessário para sua fuga. Em uma cultura extremamente machista, ser mulher dificulta muito a vida de Amani, que terá que se disfarçar de menino para participar de um torneio de tiros, caso ela ganhe, ela conseguirá o dinheiro que necessita para colocar em prática seus planos.

Comum a todos os povos oprimidos, o país está passando por uma rebelião, há um príncipe que quer tomar o poder e governar seu povo, e alguns rebeldes que são a favor desse príncipe estão sendo caçados pelo governo atual. No meio do torneio em que Amani está participando alguns rebeldes incitam a desordem e Amani acaba por sair do torneio sem o dinheiro tão sonhado. Nesse torneio ela conhece um forasteiro que após a confusão passa a ser caçado também pelo governo. Esse forasteiro terá um papel importante no desenrolar dos planos de Amani.

A parte de fantasia da história fica por conta de algumas lendas sobre criaturas mágicas que aparecem pelo deserto, algumas capazes de feitos extraordinários, outras capazes de atos estarrecedores, fato é que capturar alguma dessas criaturas pode render um bom dinheiro. Eu gostei bastante da parte fantástica do livro, a população sabe da existência desses seres e mesmo que alguns nunca os tenham visto eles não duvidam de sua existência.

O ponto forte dessa história com certeza é a mensagem que nossa protagonista traz consigo, mulher, pobre, vivendo em uma cultura totalmente machista, ela quer somente o direito de poder fazer as escolhas para sua vida, ela deseja acima de tudo ser livre. Amani é uma personagem forte, destemida, que amadurece com o desenrolar de sua história, que aprende a tomar decisões e que nos ensina a nunca desistir de um sonho, por mais difícil que ele possa parecer.

A autora optou por inserir um "romance" no decorrer da história, e mesmo para aqueles que acham desnecessário esse artificio em uma fantasia, eu posso garantir que a autora se utilizou de uma sutileza tão formidável que em nenhum momento o romance me incomodou, a meu ver ele serviu para que nossa protagonista exercesse ainda mais sua liberdade de escolha.

Personagens fortes, carismáticos e bem construídos, seres místicos, e o deserto como pano de fundo faz com que A Rebelde do Deserto seja um livro para ser devorado. O leitor que aprecia uma boa fantasia ficara ansioso pela continuação do livro, necessitado por saber mais sobre seus personagens, os mistérios que envolvem seus passados e seus destinos. Um livro onde ninguém é o que parece ser, e em que a autora não nos dá muitas pistas do que pode vir a acontecer. Eu amei e indico muito essa leitura.
" E então veio aquele sorriso. Talvez eu tivesse olhos que me traíam, mas Jin com certeza tinha o tipo de sorriso capaz de converter impérios inteiros. O tipo de sorriso que me fazia sentir que o entendia direitinho, embora não soubesse nada sobre ele. O tipo de sorriso que me fazia sentir que éramos capazes de qualquer coisa juntos."




28 comentários:

  1. Não posso negar que não costumo ler fantasia, porém e impossível não sentir interesse por essa leitura. Principalmente porque a história me pareceu ser bem construída, com uma personagem forte e cativante. Essa e com certeza o tipo de leitura que se devora, estou ansiosa por essa leitura.

    ResponderExcluir
  2. Oi Patty, já vi muitas resenhas desse livro e realmente todos se encantam com essa personagem. Pelo que percebi ela nos passa uma imagem forte, destemida e que luta por tudo aquilo que deseja.
    Imagino que a história seja mesmo diferente por se passar num deserto, eu mesma nunca li nada assim. Mas essa historia chama minha atenção e eu pretendo ler.
    Abraços

    ResponderExcluir
  3. Sua resenha está muito boa, eu não conhecia esse livro, mas lendo a sinopse e sua resenha, fiquei bem interessada em ler A Rebelde do Deserto, parece ser um livro muito interessante.

    ResponderExcluir
  4. Nossa, esse livro parece ser muito interessante! É realmente muito bom ler livros que mostram mulheres indo atrás dos seus direitos. Amei a parte da fantasia, to muito curiosa pra saber que lendas sobre criaturas magicas o deserto possui. Nunca tinha escutado sobre esse livro, mas ele entrou na minha wishlist com certeza! Beijos

    ResponderExcluir
  5. Que legal! Acho a capa desse livro linda e a história parece ser tão boa quanto. Não leio muitos livros do gênero fantasia, mas gosto dessa pegada mitológica nos livros, com outras culturas, outros deuses e etc. Eu li a Maldição do Tigre e gostei bastante por abordar essa parte da mitologia indiana e fiquei bastante interessada em conhecer esse estilo de vida árabe de A Rebelde do Deserto, além do que sou fascinada por personagens femininas fortes, adoro! Amei a resenha! Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Essa história me surpreendeu DEMAIS.
    É um dos meus livros favoritos do ano, sério.
    A escrita da autora é SENSACIONAL, daquelas que prende o leitor do início ao fim.
    A história foi muito bem construída e os personagens muito bem desenvolvidos.
    Mal vejo a hora de ler a continuação.
    Acho a capa do livro MARAVILHOSA!!!
    Beijos,
    Caroline Garcia

    ResponderExcluir
  7. Patty!
    Deve ser uma leitura maravilhosa, enredo com ambientação no deserto onde vários seres fantásticos podem surgir com suas lendas, uma protagonista forte e obstinada em uma sociedade totalmente patriarcalista e com o objetivo de fugir, mesmo sem condições financeiras.
    Fabuloso todo enredo!
    “O verdadeiro sentido do Natal não está nos presentes e nem no papai noel, mas sim no nascimento de Jesus Cristo, que veio ao mundo para nos libertar do pecado e ser o nosso único salvador!” (Andréia Godoi)
    Boas Festas!
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de DEZEMBRO ESPECIAL livros + BRINDES e 4 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  8. Olá.
    Linda resenha, muito bem construída e motivadora! Quero ler esse livro e espero que possa fazer em breve. A premissa é encantadora e gosto muito desse estilo de leitura. Curiosa para saber mais dos personagens e desenvolvimento da história.
    Obrigada. Beijos.

    ResponderExcluir
  9. Eu tenho muita curiosidade com esse livro, realmente o deserto como pano de fundo deixa um ar de vontade de devorar muito grande. A autora ganhar o prêmio do goodreads já diz que deve ser uma leitura maravilhosa. Espero ter a oportunidade de conhecer muito em breve.
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/
    Participe dos SORTEIOS de Natal que estão rolando lá no blog!

    ResponderExcluir
  10. Tô com esse livro a meses na minha lista de leitura, mas sempre acabo adiando. Eu não sei porque, só vejo gente falando bem dele

    ResponderExcluir
  11. Olá, o livro tem uma trama viciante e o fato de nos introduzir aos costumes árabes torna-o uma leitura rica e agradável. Beijos.

    ResponderExcluir
  12. Oi Patty, sabe quando você vê um livro e fica cobiçando ele?
    Aconteceu isso com esse livro, eu me apaixonei pela capa, pela história, por tudo.
    Finalmente consegui comprar e vou ler, nem acredito (rsrs).
    Beijos
    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir
  13. Oi Patty...
    Adorei sua resenha e já vi comentários incríveis sobre esse livro... Quero conhecer de perto as aventuras de Amani, que parece ser uma personagem forte e determinada.... Um livro com personagens bem construídos, seres místicos, e o deserto como pano de fundo não tem como dar errado... Espero poder ler em breve...
    Beijinhos...

    ResponderExcluir
  14. Oi.
    Já vou dizendo que amei de paixão essa capa, adorei a premissa do livro amo uma boa aventura e esse livro já me encantou, fiquei bastante curiosa para saber qual desfecho o livro irá tomar, amo personagens fortes e decididos, e como você falou que é para leitores que adora fantasia, eu estou aqui e sou completamente apaixonada, enfim esse vai para minha listinha com certeza.
    Boa Tarde.

    ResponderExcluir
  15. Eu adoro fantasias, principalmente quando exploram outra cultura, que no caso é a árabe, pouco retratada nos livros que costumo ler. A capa já me chama a atenção, e desde o lançamento esse é um desejado. Pelas resenhas percebo que muitos estão se impressionando mesmo quando possuem altas expectativas. Adoraria ler e saber mais sobre como essa personagem vive em uma sociedade tão machista.

    ResponderExcluir
  16. Inicialmente não é o tipo de livro que me chamaria atenção, mas depois dessa resenha eu quero fazer a leitura para ontem! Adoro fantasia, romance e um pouco de mistério, então tem tudo para ser um prato cheio. Foi pra lista!

    ResponderExcluir
  17. Oi!
    Não conhecia o livro mas depois dessa resenha preciso incluir ele na minha lista de desejados, a capa por si já chama atenção, está linda. Realmente é uma fantasia bem diferente da que nos já estamos habituados. Espero que Amani seja forte e consiga se libertar dessa sociedade machista, foi muito bom saber que ela é forte e destemida.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  18. Eu tenho bastante vontade de ler esse livro. Ele parece ser muito bom! Eu também achei bem diferente a história se Eu acho que vou gostar muito dos personagens e da parte fantástica do livro, e devo gostar muito do romance também. E já quero saber também qual é essa mensagem que a protagonista traz :)

    Beijos!

    ResponderExcluir
  19. Já ouvi falar muito bem dele,espero em breve poder adquirí-lo,já ouvi falar muito bem dele.

    ResponderExcluir
  20. Adoro ler livros q retratam vidas completamente diferentes da minha.
    Acho a cultura árabe extremamente fascinante, apesar de ser atrasada e machista em vários aspectos.
    É incrível q se trate do livro de estreia da autora e q esteja recebendo tantas criticas positivas.
    Fiquei com uma coceirinha para ler agora. *-*

    ResponderExcluir
  21. Hum,essa história atiçou minha curiosidade,ótima resenha.Ainda foi eleita como Melhor Autor estreante de 2016 no Goodreads,quero ler!
    Adorei as imagens no post,deu pra sentir o clima da trama *.*

    ResponderExcluir
  22. eu adorei esse livro!
    confesso que eu estava com medo do romance (quando eu vi que ia ter)
    mas foi tão sutil, tão natural que foi uma coisa a mais na história! e por isso eu tenho que concordar com você não incomoda
    os personagens são apaixonantes, não é?
    amei as fotos!! fazem realmente menção ao livro

    ResponderExcluir
  23. Eu adoro ler livros que apresentam personagens destemidas, e realmente a Amani deve ser. Fiquei bem curiosa para conhecer um pouco mais sobre a história dela.
    Outro ponto que me deixou animada pra ler foi porque você comentou que tem lendas sobre criaturas mágicas e eu simplesmente amo livros assim! Espero poder ler e devorar esse livro também :)

    ResponderExcluir
  24. Realmente vi que muiiiitas pessoas estavam falando sobre esse livro.
    Mas eu nem dei bola.
    Não acho a capa muito atrativa.
    Mas não é por isso que não lerei.
    Resenha super boa.
    Já ouvi falar super bem dele, falaram que foi um dos melhores do ano!
    :)

    ResponderExcluir
  25. Não conhecia o livro mas já pela capa fiquei bem animada porque ela remate muito a Alladim.
    Eu sou super a favor de histórias de fantasias que envolvam um pouco de romance, e que bom que a autora fez isso bem. As histórias que envolvem criaturas mágicas a maioria me agrada.

    ResponderExcluir
  26. Oi!
    Quero muito ler esse livro, faz um tempo que estou de olho nessa historia e a capa dele logo me chamou atenção, ao ler as resenhas fiquei ainda mais interessada, gostei muito desse cenário de deserto, principalmente da protagonista que parece ser forte, independente e que luta pelo que quer, com certeza irei ler esse livro !!

    ResponderExcluir
  27. Oi, tudo bom?
    Amei a resenha, estou vendo várias resenhas positivas sobre o livro e estou super curiosa para ler, achei bacana ela optar por nos inserir em um mundo diferente do que estamos acostumados, o deserto e uma cultura que não possuímos grande conhecimento, espero ter a oportunidade de ler o mais breve possível.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir
  28. Oi, Patty!
    A leitura de Trono de Vidro e dos outros livros da Sarah J Maas em 2016 abriu muito meus olhos pra fantasias, e depois de uma resenha da Pah do Livros e Fuxicos acabei gostando muito de A Rebelde do Deserto e adicionando ele aos meus desejados. A sua resenha confirmou algumas coisas que eu imaginava e aumentou um tanto a minha vontade de finalmente ler esse livro lindo!
    Adoro livros onde ninguém é bem quem imaginamos que seja, e também gosto bastante quando a autora apresenta algo ainda não tão explorado, nesse caso a cultura árabe.

    ResponderExcluir

Comente, ficarei muito feliz em saber sua opinião!!!