Resenha #372 - Uma Noite como Esta - Julia Quinn - Editora Arqueiro

Título: Uma Noite como Esta
Série: Quarteto Smythe-Smith
Autor(a): Julia Quinn
Editora: Arqueiro
Páginas: 267
Ano: 2017
 - Livro cedido em parceria com a editora.
Onde comprar

Sinopse: Anne Wynter pode não ser quem diz que é… Mas está se saindo muito bem como governanta de três jovenzinhas bem-nascidas. Seu trabalho é bastante desafiador: em uma única semana ela precisa se esconder em um depósito de instrumentos musicais, interpretar uma rainha má em uma peça que pode ser uma tragédia ou, talvez, uma comédia – ninguém sabe ao certo – e cuidar dos ferimentos do irresistível conde de Winstead. Após anos se esquivando de avanços masculinos indesejados, ele é o primeiro homem que a deixa verdadeiramente tentada, e está cada vez mais difícil para ela lembrar que uma governanta não tem o direito de flertar com um nobre. Daniel Smythe-Smith pode estar em perigo… Mas isso não impede o jovem conde de se apaixonar. Quando ele vê uma misteriosa mulher no concerto anual na casa de sua família, promete fazer de tudo para conhecê-la melhor, mesmo que isso signifique passar os dias na companhia de uma menina de 10 anos que pensa que é um unicórnio. O problema é que Daniel tem um inimigo que prometeu matá-lo. Mesmo assim, no momento em que vê Anne ser ameaçada, ele não mede esforços para salvá-la e garantir seu final feliz com ela.

No segundo volume da série Quarteto Smythe-Smith, temos como protagonista nosso exilado Daniel Smythe-Smith. E confesso, amei saber que ele é o protagonista do segundo volume!

Sempre antes de escrever minhas resenhas, eu pesquiso, no Skoob, a sinopse de cada livro, pra evitar falar demais e acabar não dando spoiler pra vocês. Entretanto, ao ler a sinopse (pela primeira vez), desse segundo livro da série Quarteto Smythe-Smith, fiquei chocada ao ver como a sinopse revela tanto da história! E fiquei feliz em não ter lido ela antes de iniciar a leitura, porque sinceramente, eu ficaria bastante irritada em ter descoberto o passado de Anne através de uma sinopse.

Então, se você ainda não leu nenhuma sinopse desse segundo volume, te aconselho a não ler.

Daniel Smythe-Smith passou os três últimos anos exilado na Itália após um duelo com seu amigo, Hugh Prentice, no qual ele quase deixou o amigo sem uma perna. Revoltado, lorde Ramsgate, o pai de Hugh, jura que se Daniel continuar em território inglês, irá caçá-lo e matá-lo. Após três anos vivendo longe da família, Daniel volta à Inglaterra.

Infelizmente, ele volta no dia do recital anual dos Smythe-Smith, porém, nesse recital tem algo diferente. Ao paino, ao invés de sua prima Sarah, a qual alegou estar doente, uma jovem muito bonita e intrigante encontra-se ao piano.

Encantado com a beleza da garota, Daniel a segue após o final da apresentação e sem resistir aos encantos da jovem, rouba um beijo.  Anne Wynter não quer nada além de passar despercebida, quando Daniel Smythe-Smith lhe rouba um beijo, Anne volta a sentir coisas que ela jurou para si mesma nunca mais se permitir sentir.

Ao descobrir que a misteriosa mulher é, na verdade, a governanta de suas primas Pleinsworth, Daniel passa a frequentar a casa da tia com o pretexto de se aproximar de suas primas mais novas. Com seu charme e sorriso encantador, Daniel começa a cortejar Anne as escondidas, o que ele não esperava era que o desejo se transformasse em algo mais.

Anne, por outro lado, resiste de todas as formas aos sentimentos e desejos que começam a crescer em si. Quando coisas estranhas começam a acontecer e ela se depara com seu passado, ela precisa decidir se vale a pena arriscar, mais uma vez, seu coração e contar todo seu passado a Daniel ou se ela será capaz de deixá-lo pelo bem dele.

Esse, até agora, é o meu favorito da série. Como eu disse anteriormente, não li sinopse nenhuma, então caí dentro da leitura no escuro, sem saber o que esperar. Além disso, nas poucas páginas que Daniel apareceu no livro anterior, foi o suficiente para eu me apaixonar pelo personagem.

Pense em um personagem engraçado, gentil, encantador, sexy e com um coração imenso. Esse é Daniel. Sem medo de demonstrar o que sente ou por quem sente, ele é o perfeito herói de romances que todas as mulheres, no fundo, desejam para si.

Anne também me cativou. E ao descobrir o seu passado e o que ela perdeu e sofreu com ele, fiquei bastante admirada com a postura e a personalidade da personagem. Deu pra ver um amadurecimento incrível dela apenas com alguns flashbacks.

Julia Quinn se superou no quesito reviravolta. Fiquei de queixo caído e completamente mortificada com todo o enredo. E outro ponto positivo no livro foram as três irmãs de Sarah Pleinsworth; Harriet, Elizabeth e Frances. O trio ternura. Com certeza me peguei pensando na vontade de ler um livro dessas três!

Mega recomendado!


22 comentários:

  1. Oi Roberta, tudo bem?!

    Ainda não li nenhum livro da JQ, mas depois de ler tantas resenhas sinto que já conheço a história dos pés à cabeça! kkk
    Sinopse que releva algo importante do livro é horrível. Já levei um baita spoiler lendo algo de um livro que li muito tempo atrás, acabei criando um medo de ler sinopses depois daquilo.

    Daniel parece um sonho, né?!
    Ver um personagem crescer tanto e amadurecer, como a Anne, dá um sentimentinho muito bom!

    BJS

    ResponderExcluir
  2. Essa série tá uma surpresa boa atrás da outra, li os dois primeiros e gostei de ambos, mas acho que tive uma predileção por esse, por ser um pouco mais ágil. Daniel e Anne são apaixonantes e fiquei encantada também pelas primas de Daniel, Frances, Harriet e Elizabeth merecem ter seus próprios livros, eu ia amar ver mais delas <3

    ResponderExcluir
  3. Oi! Não tinha lido sinopse alguma do segundo livro mas eu como não me importo com spoiler, já gostei do enredo. Imaginei que a história do Daniel fosse demorar mais e fico muito satisfeita por isso não acontecer. Espero logo poder ler a série toda!
    Beijo, Leitora Encantada
    Participe do sorteio do blog e concorra a três livros

    ResponderExcluir
  4. Olá Beta!
    Eu estou doida pra ler esta nova série da Julia Quinn. Eu a princípio pensei que o quarteto Smythe-Smith fosse com 4 mulheres e não com 3 mulheres e um homem, fui surpreendida. Muito obrigada pela dica de não ler a sinopse, com certeza não farei isso porque não quero nenhum spoiler.
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Oi.
    Infelizmente eu cair na bobagem de ler a sinopse quando fui adicionar o livro aos desejados, e me arrepende, nossa nunca peguei tanto spoiler em uma simples sinopse, ainda estou curiosa para ler mas fiquei decepcionada, gostei que curtiu a leitura, o mocinho parece ser uma graça.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  6. Mas ora ora temos aqui um mocinho que quando ver o que quer vai atras e como resistir a isso, deixando claro que a mocinha tem que querer também kkk Ainda be, que eu li a resenha mas não cheguei a decorar nenhum detalhe e daqui pra li eu esqueço o que li. Aparentemente nossa escritora te deixou pasma com esse livro então eu estou aqui bem confiante que vou curtir muito a leitura. Obrigada pela resenha.

    ResponderExcluir
  7. Se tem uma negócio que me desanima é ler sinopse e depois ao estar lendo o livro ver que muito foi revelado naquilo. Ainda não li desse, só o do primeiro mesmo, então já nem vou tentar ler de qualquer outro.
    E a história parece estar muito boa heim! Preciso dizer que já simpatizei com esse Daniel, ele parece um mocinho e tanto *-*
    E ver como esses dois tem sua história contada deve ser muito bom pelo visto. Tem até reviravoltas de cair o queixo!
    E ah, uma coisa que me pego fazendo com livros desse tipo é pensar em histórias e livros próprios para outros personagens que gosto. Quero só ver o que vou achar dessas irmãs de Sarah ^^
    Tomara que os próximos volumes estejam bons como esse parece estar!

    ResponderExcluir
  8. Preciso muito ler algum livro da Julia Quinn, está todo mundo falando desse quarteto e só eu aqui, boiando, sem poder falar o quão também achei maravilhoso e tudo o mais que sempre falam.
    Quanto a resenha, o Daniel parece ser um moço encantador e que talvez (só talvez) se apaixona um pouquinho fácil, afinal, viu a moça e já começou a frequentar a casa da tia pra poder ficar por perto, mas quero muito ler esses livros, parecem ser maravilhosos!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. kkkk descobrir a história na sinopse poderia desanimar se não fosse escrito pela Julia rs estou totalmente fã dessa mulher. Super quero ver Daniel roubando um beijo *-* para quem não gostava estou totalmente caída pelos romances de época

    ResponderExcluir
  10. Beta!
    Que tão lindo ver que Daniel não se preocupou com o passado de Anne e muito menos com as convenções sociais e procurou conquistá-la aos poucos e levar felicidade a sua vida sofrida.
    Amei!
    “Saber de cor não é saber: é conservar aquilo que se deu a guardar à memória.” (Michel de Montaigne)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de MARÇO, livros + KIT DE PAPELARIA e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  11. Ain, eu preciso tanto desse quarteto, cada vez desejo mais e mais, com certeza eles estão nos tops dos tops dos meus desejados.
    Foi a primeira resenha desse livro que li e so senti mais vontade de ter o quarteto em minhas mãos, nunca li nada da Julia Quinn, mas a vontade ta enorme. Espero comprar e ler em breve.

    ResponderExcluir
  12. Será que você é fã de romances de época, hein? Será? Haha.

    Que bom que gostou da leitura e que julgou a Quinn como aquela que soube fazer uma {boa} reviravolta 😎

    Mas, apesar de reconhecer que alguns detalhes mencionados da obra até me deixam com um pouco de vontade de ler a série, não irei arriscar. Minhas experiências com romances de época não foram as melhors.

    Parabéns pela resenha!

    Abs.

    ResponderExcluir
  13. Os livros da Julia Quinn são sempre uns queridinhos entre as blogueira de livros, levo tanta resenha e sempre elogios. Eu particularmente gosto bastante da serie, apesar de ainda não ter lido. Pois quero muito, talvez, compra o box, porém esperando promoção e ter dinheiro de sobra, hahah. Mas então, uma coisa que acho bem marcante na coleção logo de cara são as capas, acho que virou um marca do livro. Pois já reconhecemos antes mesmo de ler. Achei interessante em saber que progonista do segundo volume seja Daniel, um homem já que imaginamos sempre uma mulher, justamente pela capa

    ResponderExcluir
  14. Oi Beta, tudo bem?
    Menina, eu parei de ler assim que você falou que descobriu coisas já na sinopse. Eu fico louca da vida quando isso acontece. Eu tenho essa manina sabia? Sempre que leio uma série, eu nunca leio as sinopses dos outros livros, tem gente que até acha que sou maluca por isso kkkkk.
    Estou louca para ler esses livros.
    Beijokas
    [SORTEIO]Baile Literário
    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir
  15. Oi Beta,
    Dá para ver que você ama romance de época e eu estou adorando acompanhar estas recomendações. Só de ler sua resenha já vi que esta história terá algo a mais para oferecer além do romance óbvio. Todo este ar de ameaça a vida dos protagonistas deixa o romance mais excitante e me instiga a querer lê-lo. Neste volume da série espero cenas de mais tensão e um romance bem fofo, por Anne ser uma governanta o livro trás um diversidade, afinal de contas haverá uma diferença de classes sociais.

    ResponderExcluir
  16. às vezes é bom se jogar numa leitura sem saber exatamente o que vamos encontrar. Em geral acabamos nos surpreendendo, assim como aconteceu com você e te levou a eleger como o melhor da série até agora.
    Bom, ainda não li nada da Julia Quinn e provavelmente só lerei essa série depois de Os Bridgertons mas tô gostando das resenhas. Depois da minha recém descoberta afeição por romances de época, estou prestando mais atenção a esses livros.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  17. Olá!!
    Linda sua resenha, parabéns!!
    Qro mto conhecer a escrita da Julia, todos flam super bem da série o que me desperta curiosidade!
    Bjs

    ResponderExcluir
  18. Oi Beta!
    Fiquei surpresa ao saber que Daniel seria o protagonista, achei que na série abordaria apenas as moças da família Smythe-Smith como protagonistas. Realmente as vezes ler a sinopse acaba te entregando muito do livro.
    Louca para saber como será o envolvimento de Daniel com Anne e conhecer um pouco mais do passado dela.
    Beijos

    ResponderExcluir
  19. Oi, Roberta!!
    Mas uma série maravilhosa da Julia Quinn. Estou apaixonada pelo box do Quarteto Smythe-Smith. Espero gostar muito dos livros. Mas pelo que li da resenha vou adora esse casal tão lindo.
    Beijoss

    ResponderExcluir
  20. Oie, nunca li nehum comentário negativo sobre os livros da autora.
    E infelizmente ainda não li nenhum dos seus livros . Acredita?!

    Bem, todas as vezes em que vou comprar um livro em alguma loja física,não leio a sinopse.
    Dou uma boa olhada na capa ,no título e no que está escrito na primeira página,e tento à sorte.
    Realmente muitas vezes a sinopse nos entrega bastante da história.

    Mas voltando ao livro,gostei do personagem Daniel. Se é um personagem do bem e engraçado,já conquista.
    Sorte da Anne. :)

    ResponderExcluir
  21. Olha esta série está me conquistando tanto. A Julia Quinn é uma escritora magnifica, tenho certeza que valerá a pena comprar este livro e apostar nesta série. Me parece que este casal será bem fofo.

    ResponderExcluir
  22. Oi!
    Agora fiquei ainda mais curiosa para poder ler logo essa serie, esse livro me surpreendeu positivamente, parece ser uma historia cheia de reviravoltas e com personagens que acabam nos conquistando, fiquei bem curiosa para saber mais sobre o passado da Anne e com certeza irei ler esse livro !!

    ResponderExcluir

Comente, ficarei muito feliz em saber sua opinião!!!