Resenha #392 - Ligeiramente Perigosos - Mary Balough - Editora Arqueiro

Título: Ligeiramente Perigosos
Série: Os Bedwyns #6
Autor(a): Mary Balough
Editora: Arqueiro
Ano: 2017|Páginas: 302

 - Livro cedido através da parceria com a editora

Comprar:  Amazon |Submarino |Saraiva | Americanas

Sinopse: Aos 35 anos, Wulfric Bedwyn, o recluso e frio duque de Bewcastle, está ávido por encontrar uma nova amante. Quando chega a Londres, os boatos que correm são os de que ele é tão reservado que nem a maior beldade seria capaz de capturar sua atenção.
Durante o evento social mais badalado da temporada, uma dama desperta seu interesse: a única que não tinha essa intenção. Christine é impulsiva, independente e altiva – uma mulher totalmente inadequada para se tornar a companheira de um duque. Ao mesmo tempo, é linda e muito, muito atraente.
Mas ela rejeita os galanteios de todos os pretendentes, pois ainda sofre para superar as circunstâncias pavorosas da perda do marido. No entanto, quando o lobo solitário do clã Bedwyn jura seduzi-la, alguma coisa estranha e maravilhosa acontece. Enquanto a atração dela pelo sisudo duque começa a se revelar irresistível, Wulfric descobre que, ao contrário do que sempre pensou, pode ser capaz de deixar o coração ditar o rumo de sua vida.
E chegamos ao fim de mais uma série.
Só eu sinto tristeza e felicidade ao fechar uma série querida?
É claro que pra fechar com chave de ouro, Mary Balough deixou o irmão mais misterioso e mais frio por último. 

Ligeiramente Perigosos me fez reviver sentimentos que senti quando li Orgulho e Preconceito pela primeira vez. Angústia, raiva, frustração, amor entre tantos outros sentimentos embolados nessa trama tão bem construída e escrita pela autora.

Com 35 anos, Wulfric Bedwyn, o temível e frio duque de Bewcastle, está a procura de uma nova amante. Conhecido por sua postura sempre fria e arrogante, correm boatos de que nem a mais bela das moças seria capaz de chamar sua atenção.7

Em um dos eventos sociais mais badalados da temporada, uma dama chama sua atenção. Christine é tudo o que o duque não procura em uma dama: impulsiva, independente e com opinião pra tudo, uma mulher que não sabe se comportar perante a alta sociedade. Mas que de alguma forma, capturou sua atenção.

Viúva, Christine quer apenas viver sua vida em paz no campo com sua mãe e a irmã solteirona. Após ser praticamente intimada a comparecer em um dos eventos sociais organizado pela sua amiga, Christine se vê presa a estranha atração que sente pelo temível duque de Bewcastle.

Quando Wulfric jura seduzi-la, coisas estranhas e maravilhosas começam a acontecer. Mesmo determinada a não se envolver com ninguém, pois ainda sofre com a perda e os acontecimentos que se deram a morte de seu marido, Christine começa a descobrir que nem sempre pode mandar nas emoções. Wulf, por sua vez, descobre que nem sempre faz mal deixar seu coração o guiar.

Sendo o mais arrogante, frio e sem coração dos Bedwyns, fiquei bastante curiosa e louca pra ler o livro do Wulfric e talvez isso, tenha atrapalhado um pouco minha leitura.

Li o livro duas vezes. Na primeira com a empolgação e a expectativa nas alturas e também com uma gripe terrível e por conta de tudo isso, não aproveitei bem a leitura, chegando a achar o livro longe de tudo que imaginei ser.

Então, resolvi ler uma segunda vez. Dessa vez sem febre, dores no corpo e sem nenhuma expectativa, embora eu já soubesse o que aconteceria. E surpreendentemente, tive toda uma nova perspectiva do livro.

Foi bastante difícil não lembrar de Sr. Darcy e Lizzie ao longo da leitura. Christine é uma dama tão a frente de seu tempo que por várias vezes imaginava ela como uma viajante no tempo, vendo toda aquela aristocracia preconceituosa e arrogante com um ar divertido e tedioso.

Wulfric com seu jeitão frio, preconceituoso e até mesmo arrogante te leva a loucura com todas as regras e decoros que ele acha necessário em uma dama. E o engraçado e o que mais tornou toda a leitura deliciosa foi ver ele engolindo todo seu pensamento machista e arrogante e vendo que nem tudo é o que a aristocracia dita.

Sem tanto romance explícito quanto seus antecessores, Ligeiramente Perigosos tem tudo na medida exata. Meu maior medo ao longo da leitura, foi encontrar um duque de Bewcastle completamente meloso e propício a poesias apenas porque se descobre apaixonado. Agradeço muito a Mary por ter construído todo o romance da obra baseada na personalidade de Wulfric e colocá-lo na medida certa como um homem apaixonado.

Não ganhou o espaço de favorito no meu coração da série, esse ainda sendo da jovem Morgan Bedwyn, que sem dúvida é o meu livro favorito dessa série, mas Wulfric vem logo atrás e com uma protagonista como Christine é impossível ser diferente.

Para quem ainda não conhece os irmãos Bedwyns, não temam. Leiam. Eles são completamente divertidos, arrogantes e perfeitos com todas suas imperfeições.


15 comentários:

  1. Oi Beta ;)
    Eu amo romances de época...tenho até o 3 livro físico dessa série, mas ainda não tive a chance de ler, por pura falta de tempo, mas agora nas minhas férias quero começar!
    Adoro essas séries que cada livro conta a história de um irmão, e que bom saber que você deu 5 estrelas para esse último volume!
    Quero conhecer essa família divertida, arrogante e "perfeita" logo logo *-*
    Bjos

    ResponderExcluir
  2. Confesso que comecei a ler essa série por causa desse homem é ver ele engolindo o orgulho porque Jesus nos principais livros eu queria entrar no livro pra ver se ele reagia kkk Amém a essa mocinha que vem aqui pra mostra quem manda kkk Mana eu confesso que parei no terceiro livro, ainda não tive a vontade de ler o outros e pensei seriamente em pular direito pra esse kkk Mas vou tentar ler os outros antes de me jogar nesse. Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Oi Beta, que bom que você melhorou, releu e curtiu demais a leitura, eu li esse livro e amei, Christine é um personagem incrível, engraçada, forte e o completo oposto de Bewcastle e só uma personagem assim poderia descongelar Wulf, que estava ótimo a meu ver na história. As passagens dos irmãos deram um brilho todo especial a este último livro e amei essa série como um todo, e esse livro tem cenas lindas da família Bedwyn. <3

    ResponderExcluir
  4. Como alguém não se apaixona por romances de época após ler uma sinopse dessa? Gente, é de babar! Já li Os Bedwyns e amo, os casais são excepcionais e divertidos ;)
    Eu falto chorar quando chega ao fim de uma série, por isso estou adiando o ultimo livro dos Bridgertons kkkkkk
    Essas mulheres que não cabem na sociedade londrina são ótimas ne? Sempre falam o que quer, se mostram donas de si mesma, e por isso a leitura é muito especial. Também super indico a leitura :)
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Gostei muito da sua resenha. Não costumo ler muitos romances, ainda mais romances de épocas, tenho um pouco de receio porque geralmente os livros tem muitas continuações e as capas são bem parecidas ushuahusa
    Mas estou pensando em rever isso e dar uma chance pra esses livros que todos gostam. Talvez comece por essa série, porque parece ser muito boa <3
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Esse personagem é um que vi tantas coisas curiosas ao longo dos outros livros... Ainda não li, mas as resenhas me deixavam com um negócio com esse personagem, uma vontade de saber mais. E é claro que a autora deixaria ele por ultimo! Ahh, gosta de fazer a gente se roer de curiosidade!
    Achei interessante ter lido duas vezes. Quando a gente está doente ou fora do clima as leituras perdem muito da graça. Ter uma segunda chance pode mudar muito a nossa visão. Achei legal ver que o personagem acaba engolindo esse jeito ruim de pensar nas coisas ao longo da história. Só eu adoro quando quebram a cara assim? Acho ótimo quando percebem que estão errados e mudam xD
    Por essas e outras penso que iria adorar esse livro. Quero ver se arrumo tempo pra ler a série toda de uma vez.

    ResponderExcluir
  7. Oi Beta!
    Parabéns pela resenha, tá linda!
    Eu tenho mta curiosidade de ler essa série, amo romances de época, não vejo a hora da oportunidade surgir e embarcar nessa história.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  8. Oi Beta!!!
    Não li o primeiro livro mas sou doida para ler essa serie que promete muito ao leitor, ainda não sei quando vou ter a chance de ler mas enquanto isso vou lendo as resenhas dos livros que são muito bons.
    Abraços!!

    ResponderExcluir
  9. Tenho bastante curiosidade por esse livro!
    Amo romances de época e essa é uma série que quero muito começar, pois todos falam bem!
    Tenho o primeiro, mas ainda estou esperando o momento para lelo!
    Beijoss

    ResponderExcluir
  10. Eu li só o primeiro livro dessa série, e gostei bastante do livro. Mas já faz bastante tempo que eu li, e eu não lembro de ninguém da família. Eu estou querendo reler o primeiro livro para depois continuar essa série. Eu acho a escrita da autora muito boa. E já sei que preciso ler esse livro sem muita expectativa. Mas acho que vou gostar bastante do livro (ainda mais pelos personagens lembrarem do Sr. Darcy e da Lizzie).

    Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Olá,
    Que livro incrível. Eu ganhei esse livro porém não li ainda, tive medo de está pulando a série todinha porque não sei se vá de acordo com a série um por um ou pode está pulando sem se preocupa mas pelo que vejo acho que posso ler sem me preocupa porque parece que cada livro conta uma história de casal diferente. Amei a premissa dele é realmente é boa!

    ResponderExcluir
  12. Beta!
    Tenho a maior vontade de ler essa série.
    Adoro os romances de época.
    Wulfric? Que danado de nome é esse?
    Fato é que parece que Christine consegue aos poucos ir mudando o jeito frio e distante dele e acabam se acertando, isso é o melhor.
    Desejo um ótimo final de semana!
    “É preciso já ser sábio para amar a sabedoria.” (Friedrich Schiller)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE JUNHO 3 livros, 3 ganhadores, participem.
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oi, Beta!!
    Adoro romances de época!! Mas infelizmente ainda não consegui ler essa série. Mas ainda vou conseguir!! Amei a resenha!!
    Bjoss

    ResponderExcluir
  14. Oi Beta,
    Estou sempre acompanhando resenhas de séries de romances de época que acho interessante e tenho lido muitas críticas positivas sobre Os Bedwyns e do quanto Ligeiramente Perigosos era o livro da série mais aguardado pelos fãs, o que me deixou extremamente curiosa para conhecer a escrita de Mary Balogh. Wulfric pode ser frio e fechado quando se trata de suas emoções, mas deve haver motivos que justifiquem seu jeito arrogante de ser. Já Christine pode ser o oposto dele, mas, com certeza, é quem ele precisa ter ao lado não só no amor, mas no companheirismo e amizade. A história dos dois, realmente, lembra Orgulho e Preconceito, tem alguns elementos clichês, mas não tenho dúvida de que é envolvente e emocionante.

    ResponderExcluir
  15. Olá,quero muito ler essa série,porque amo romances de época,adorei a resenha.

    ResponderExcluir

Comente, ficarei muito feliz em saber sua opinião!!!