Resenha #454 - A Casa Do Lago - Kate Morton - Arqueiro

Título: A Casa Do Lago
Autor (a): Kate Morton
Editora: Arqueiro
Ano: 2017|Páginas: 464

- Recebido em parceria com a editora.

Comprar: Amazon |Submarino


Sinopse: A asa da família Edevane está pronta para a aguardada festa do solstício de 1933. Alice, uma jovem e promissora escritora, tem ainda mais motivos para comemorar: ela não só criou um desfecho surpreendente para seu primeiro livro como está secretamente apaixonada. Porém, à meia-noite, enquanto os fogos de artifício iluminam o céu, os Edevanes sofrem uma perda devastadora que os leva a deixar a mansão para sempre.
Setenta anos depois, após um caso problemático, a detetive Sadie Sparrow é obrigada a tirar uma licença e se retira para o chalé do avô na Cornualha. Certo dia, ela se depara com uma casa abandonada rodeada por um bosque e descobre a história de um bebê que desapareceu sem deixar rastros.
A investigação fará com que seu caminho se encontre com o de uma famosa escritora policial. Já uma senhora, Alice Edevane trama a vida de forma tão perfeita quanto seus livros, até que a detetive surge para fazer perguntas sobre o seu passado, procurando desencavar uma complexa rede de segredos de que Alice sempre tentou fugir.
Em A Casa do Lago, Kate Morton guia o leitor pelos meandros da memória e da dissimulação, não o deixando entrever nem por um momento o desenlace desta história encantadora e melancólica.
Esse é um daqueles livros que tudo se encaixa, que concluímos ser "a leitura" e a capa nova deu um "Q" digno a obra!

Bom, nele iremos conhecer Sadie que é detetive muito bem vista até que tudo cai por terra; devido ao seu envolvimento excessivo (talvez) com o caso ela foi afastada até que tudo pudesse ser esclarecido. Com isso, ela decide ir para a Cornualha onde pratica corridas no bosque, mas se depara com segredos escondidos por muitas gerações gritando para serem descobertos. 

Com seu ar investigativo aguçado ela encontra uma casa abandonada e descobre que a anos atrás, talvez setenta, se não me engano um bebê desapareceu e isso jamais foi solucionado. Quem, como, qual motivo, se esse bebê está vivo ou morto? Mistério. E aí ela não consegue parar, cavando cada vez mais fundo nessa história ela se depara com Alice de oitenta e seis anos e irmã do bebê desaparecido. Alice é uma grande escritora, do meu gênero favorito (um dos gêneros ok! ok!) - Ela escreve romances policiais e seguiu sua vida aparentemente.

O bebê desaparecido não deixou rastros aparentemente, era um menino, o desaparecimento ocorre em 1933, quando Theo tinha apenas dois anos de idade, deixando Eleanor e Antony aparentemente devastados e aí nossa história visita o passado e retorna ao presente, intercalando momentos necessários para que possamos compreender tudo.

No passado quando ocorre o desaparecimento do bebê, Alice e sua família deixam a residência e nunca mais olham para trás e óbvio que Alice sabe muito, afinal as famílias guardam segredos. E ao mesmo tempo em que temos uma Sadie obcecada em descobrir o que aconteceu, temos uma Alice determinada a deixar o passado exatamente onde está - no passado.

A história tem uma narrativa fluída e impactante, nos trazendo uma complexidade sobre um enredo teoricamente batido, mas que com a pitada certa se transformou em um grande livro. O que aconteceu é a pergunta que não saiu da minha cabeça e em diversos momentos suspeita-se de uma coisa aqui outra acolá, mas nada é tão simples ou talvez até seja.

Cada personagem trazido à trama é completamente real, bem caracterizado, dotado de personalidades distantes e marcantes.

Uma história para ser lida e relida!




16 comentários:

  1. Este é um livro que namoro desde que foi lançado, só não tive a oportunidade de conferir ainda. Acredito que quem nasça para fazer algo, acaba não desistindo de forma alguma, por mais que a vida tente o contrário.
    E nada fica totalmente escondido quando alguém está disposto a cavar e descobrir todos os segredos guardados.
    Quero muito poder ter a oportunidade de ler o livro!
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Confesso que em um primeiro momento o que mais me chamou a atenção, foi a capa deste livro, depois lendo a sinopse fiquei ainda mais cativa, porém após sua resenha, percebo o quanto a estória e bem elaborada, com personagens muito bem construído, e reais, com seus pontos positivos e negativos, deixando a trama ainda mais envolvente, nos prendendo a leitura. Espero ter a oportunidade de ler esta obra.

    SORTEIO NO AR, VENHAM PARTICIPAR: petalasdeliberdade.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Então Karini, o que primeiro me chama a atenção nesse livro é a capa, tá bem bonita e apesar desse não ser um gênero que leio com frequência as resenhas que tenho lido dele tem me deixado curiosa e me feito criar teorias pro desaparecimento de Theo. O suspense parece que foi muito bem escrito e é importante que a história envolva o leitor a ponto de fazê-lo querer ler e reler, assim, achei a resenha ótima e espero ter a oportunidade de ler esse livro também futuramente ;)

    ResponderExcluir
  4. Oii!
    Que capa mais linda, gostei de saber que o enredo prende o leitora e faz com que a leitura seja agradável, vai pra listinha..
    Bjs!

    ResponderExcluir
  5. Gosto de um bom livro de mistério e investigação e coisas do tipo. Isso me chamou atenção e acompanhar a busca dela por esse bebê desaparecido deve ser bem legal. As coisas que vai descobrindo da família, os segredos que eles guardam e o passado que vai sendo mostrado ali parece bem o meu tipo de livro. Daqueles que vicio ao ler e não me aguento de curiosidade pra ver onde isso tudo vai dar. Pode ter um jeito meio batido, uma coisa que a gente já cansou de ver, mas parece ter uma forma de contar bem interessante e boa de acompanhar. Com personagens bem reais é ainda melhor.
    É uma história que gostaria de ler.

    ResponderExcluir
  6. Curti bastante a hsitória... tem um toque de suspense meio investigação. Eu gosto desse gênero, são os que mais prendem a gente na leitura.

    ResponderExcluir
  7. Olá, já li resenha positivas e negativas sobre esse livro, que parece contar com uma escrita arrastada porém muito bem elaborada, com personagens críveis e um mistério que prende o leitor. Pra quem não desiste de ler com alguns momentos parados, a leitura com certeza pode surpreender. Beijos.

    ResponderExcluir
  8. Li por aí que a leitura é muito devagar. Mas confesso que estou curiosa pra saber COMO que a autora deixou o livro tão envolvente a ponto de deixar a maioria dos leitores que resenharam tão curiosos sobre o desaparecimento de um bebê que pelas contas agr já teria uns 70 anos. Não curto muito livros contado em épocas diferentes, presente e passado, me deixa muito ansiosa e acabo dando uma espiadinha mais pro final do livro ahahhaha mas parece legal, to curiosa.
    beijoss

    ResponderExcluir
  9. Que capa linda! Só pela sinopse eu já fiquei curiosa pra ler.
    Adoro livros que envolvem segredos e suspense!

    ResponderExcluir
  10. Olá! Esse livro me despertou muito o interesse devido ao comportamento meio Sherlock Holmes de Sadie e os segredos que permeiam a trama. Arrancar a verdade de Alice pode ser bem desafiador mas nossa protagonista não desiste da verdade. É um livro que pretendo ler em breve. Beijos

    ResponderExcluir
  11. Ola, Adoro um livro de suspense e esse me deixou bem interessada em saber mais sobre o desaparecimento do Theo. Oque será que aconteceu realmente naquela noite que a Alice quer deixar no passado, a capa do livro é realmente muito linda, quero desvendar esse mistério todo junto com a Sadie. Pretendo ler o livro em breve, Parabéns pela resenha!!

    ResponderExcluir
  12. Não sou muito fã de livros de suspense (até porque não li muitos), mas devo dá uma chance para esse livro. Quero ler, mas a capa não chamou muito a minha atenção.

    ResponderExcluir
  13. Oi Karini!
    Já havia colocado o livro nos desejados, a história da investigação e todo esses segredos que rondam a família de Alice são instigantes para o leitor, imagina como é tentar descobrir tudo junto com a investigadora?! Melhor ainda quando intercala passado - presente, gosto de narrativas assim.
    A capa está maravilhosa, já havia gostado do livro desde que bati o olho nela!!!
    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Olá! Só ouço (leio) maravilhas a respeito desse livro, por isso ele já esta na minha listinha de desejados a um tempinho, mas ainda não tive a oportunidade para iniciar a leitura. Tudo nele me chama a atenção desde a capa (maravilhosa) até o enredo que já me deixa mais que curiosa para saber qual será o desfecho da história.

    ResponderExcluir
  15. Olá!
    Eu já estou de olho nesse livro há bastante tempo, vejo que a premissa dele é muito boa com uma historia que intriga muito ao leitor. um suspense e ar de mistério me deixa bem curiosa e intrigada ao descobrir sobre a trama. Já anotei na minha lista ha muito tempo.

    Meu Blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir
  16. Nunca imaginei que o livro fosse investigativo, não sei por que, essa capa evoca mais um livro de romance histórico pra mim kkk Mas é muito bonita. Sem contar que a história parece ser bem cativante, nunca li algo sobre bebês desaparecidos. A Alice foi a personagem que mais me chamou atenção por ela ser escritora e ainda ter oitenta e seis anos! Os diálogos dela com a Sadie devem ser incríveis. Bjs!

    ResponderExcluir

Comente, ficarei muito feliz em saber sua opinião!!!