Resenha #458 - Muito Além do Inverno - Isabel Allende - Bertrand Brasil

Título: Muito Além do Inverno
Autor(a): Isabel Allende
Editora: Bertrand Brasil
Páginas: 298|Ano: 2017

- Recebido em parceria com a editora.

Comprar: Amazon |Submarino
Sinopse: Um romance que reflete sobre importantes questões da humanidade, com paixão, humor e sabedoria. Da mesma autora do best-seller A casa dos espíritos. Tudo começa com um leve acidente de trânsito — que se transforma no catalisador de uma inesperada e tocante história de amor entre duas pessoas que acreditavam estar no inverno de sua vida. Em meio a uma nevasca no Brooklyn, aos 60 anos, Richard Bowmaster, um professor universitário, bate na traseira do carro de Evelyn Ortega, uma jovem imigrante ilegal da Guatemala. O que a princípio parecia apenas um pequeno incidente toma um rumo imprevisto e muito mais sério quando Evelyn aparece na casa do professor em busca de ajuda. Confuso com a situação e sem entender o espanhol falado pela jovem, ele pede ajuda a sua inquilina, Lucía Maraz, uma chilena de 62 anos, que está passando uma temporada nos Estados Unidos como palestrante na mesma universidade em que Richard dá aula. Juntas, essas pessoas tão diferentes embarcam em uma dramática e incrível aventura, que vai do Brooklyn do presente à Guatemela de um passado recente, do Chile dos anos 1970 ao Brasil dos anos 1980, e na qual descobrem sua força interior. Para Lucía e Richard, além de tudo, significa uma nova chance para o amor.

Oi seus lindos, como vão? Estava doida por este livro e finalmente ele chegou! Eu já tive uma ótima experiência de leitura com a autora Isabel Allende, então óbvio que quando vi esse lançamento eu desejei muito, Bora falar sobre minhas impressões?

Bom, em Muito Além do Inverno vamos conhecer Lucia uma mulher na casa dos cinquenta anos, ela é Chilena, porém encontra-se em Nova York, como professora na Universidade, ela é uma convidada na Universidade e vive com seu cão no porão da casa de Richard que também é professor no mesmo local e com sessenta e dois anos. Enquanto Lucia gostaria de se aproximar de Richard, ele apenas quer manter sua rotina "perfeita"; com suas manias e seus gatos (Um, Dois, Três e Quatro).

Porém, três acaba tomando um remédio de Richard e ele precisa levar o bichano ao veterinário e no retorno para casa bate no carro de Evelyn uma mulher imigrante. Richard se apavora e ao invés de ficar e resolver a situação, simplesmente foge! 

Como se tudo já não tivesse saído de sua normalidade e prejudicado a vida perfeita de Richard, a mesma mulher cujo carro ele bateu, aparece em sua porta, como ela não fala muito bem o inglês e tem problema em sua fala, ele resolve chamar Lucia. Agora o que vem a seguir é no mínimo bizarro pavoroso. Lucia descobre através da mulher que em seu porta-malas tem um corpo. Sim! Um morto! E agora?

Neste livro temos três personagens principais, três histórias que de maneira inesperada se cruzam e o que podemos esperar desse cenário peculiar? Uma escrita fascinante, inteligente e uma história interessante que não apenas retratam personagens inventados e situações inusitadas, mas fala sobre história, amor, comodismo, imigração de forma ilícita, Brasil e sua política, perdas, entre outros.

A história é muito rápida e num piscar de olhos, chegamos ao fim!




31 comentários:

  1. Puxa, não conhecia o livro e no princípio nem fazia ideia sobre o que trazia o enredo. E que bagunça gostosa.rs
    Não só pela carga dos personagens, mas também por ter um crime?! Seria um crime?
    Só sei que o improvável pode trazer grandes surpresas e eu quero descobrir mais!
    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Descreveu bem a sensação da leitura "uma bagunça gostosa!", mas que a autora com maestria entrelaça tudo e não deixa furos!
      Amei!

      Excluir
  2. Então Karini... a pose da mulher da capa me levou a pensar que essa era uma história sobrenatural haha, mas vi pela resenha que é um livro que aborda vários temas através de 3 personagens onde as histórias se cruzam e há a questão do corpo no porta-malas. Eu gostei de saber que a escrita da autora é fascinante mas, e apesar de achar a resenha interessante, não acho que essa história iria prender minha atenção no momento.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tive a impressão que essa não iria me conquistar.. Mas me enganei! A autora tem o dom de prender o leitor de uma forma que me vi doidinha querendo mais! Já estou com outro dela em mãos para leitura, logo logo sai resenha aqui no blog.
      Beijos doces!

      Excluir
  3. Oi tudo bem?

    Confesso que fiquei meio perdida com o enredo afinal no começo achei que seria apenas um romance mas virou um suspense hahaha! Não poderia deixar de comentar que também achei um tanto peculiar os nomes dos gatos.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tais, essa autora tem uma pegada, pelo menos que li até aqui, que sempre vai para mistério.. Tem romance.. Mas sempre vejo mistério nos livros que já li dela!

      Excluir
  4. Tá bom...agora deu vontade de ler o livro só pra entender o que foi isso de no porta-malas ter um corpo! Mas gente Oo
    Achei interessante o jeito da história por gostar disso de histórias cruzadas, personagens diferentes com algo em comum e coisas assim. Gosto de ter mais personagens e tramas pra conferir e ver como cada uma se cruza é legal.
    Mas leria só pra entender a coisa do corpo xD

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Cris, tudo bem? Então, me segurei para não soltar o que não deveria e acho que consegui, pois é! Um corpo! A mistura meio louca casa direitinho com o destrinchar da trama.. acho que vai amar!

      Excluir
  5. Olá Karini! Chocada com essa informação! Como assim um corpo? isso me instigou a ler a trama mas o que mais gostei foi o nome dos gatos rsrsrs muito criativo. Nunca li nada da autora, mas esse parece um bom livro para conhecer sua escrita. Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então, chocante.. Se eu dissesse porque não teria graça! Mas leia que vai amar! Essa autora é muito love!

      Excluir
  6. Oii!! Não entendi muito bem do que o livro se trata hahah No inicio e pela sinopse parecia se tratar de um romance entre os professores universitários mas depois entra um corpo na história kkkk Me parece meio maluco esse livro. Confesso (será que é preconceito :p) que não curto muito livros com personagens mais velhos ou crianças. Gosto de ler coisas em que eu me sinta o protagonista, entende? Enfim, nada com essas duas faixas etárias me empolga (No máximo, o livro Extraordinário que achei legal BUT AGAIN, não me apeguei tanto pela idade do menino). bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Entendo você Luiza, mas assim, não querendo defender, mas já defendendo..kkk tem romance, tem questões mais reflexivas e também um corpo.. rsrs

      A história como a leitora acima descreveu "é uma bagunça gostosa" dessas que te prende e te deixa pensando e tentando entender.. e bum! A autora mais uma vez me pega de jeito, quando achei que esse não seria do meu gosto! Amo essas surpresas! Amo quando um autor continua me impressionando!

      Se um dia sentir vontade, talvez curta. Mas esse é um livro mais adulto! Com questões mai sérias e muito interessante!

      Se der uma chance.. me procura para papearmos!

      Beijos doces!

      Excluir
  7. Bom, não deu pra entender muito a história. O enredo e o desenrolar da história, é bem confuso. O livro gira em torno do cadáver? Vai começar uma investigação? Parece ser tudo bem doido, e quase sem explicação!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não.. o livro gira em torno das três vidas mencionadas.. Os professores e a mulher com o cadáver no porta malas.. Mas se eu contar o lance do cadáver já conto uma parte da situação..
      Mas entram questões reflexivas sobre amor, relacionamentos, situações em que a pessoa sofre algum tipo de preconceito ou se vê sem saída, imigrantes ilegais, romance, política.. é um livro que tem muita coisa a dizer, apesar de não parecer! O enredo é para parecer desconexo, mas a Allende vem e encaixa tudo nos seus devido lugares, e deixa o leitor estupefato com sua maestria em desenvolver a trama!

      Se por acaso vir a ler e quiser conversa.. Chama eu! Beijos doces!

      Excluir
  8. Olá, adoro esse livros com histórias que se conectam de alguma forma, e aqui o leitor ainda é presenteado com o elegante ar novaiorquino. Não conheço o trabalho da autora, mas depois da resenha vontade não falta. Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vale muito! Essa autora manda super bem!
      Espero que em breve possa conhecer e amar como eu!

      Excluir
  9. Olá! Não conhecia o livro, mas lendo a resenha já quero muito iniciar a leitura e descobri qual será o desfecho da história, afinal quando menos esperava surgiu um corpo no porta-malas (oi?!), preciso saber o que aconteceu.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse corpo é só um x para a questão em si sobre imigrantes, sobre a aproximação dos professores entre outros.. Ele é importante na trama para que haja a conexão que autora cria, e já digo de antemão, com maestria!

      Curto demais a escrita da Allende!

      Excluir
  10. Quando li a sinopse o livro não me conquistou, pensei que fosse um romance mas depois que li a resenha ai sim eu fiquei com vontade de ler.

    ResponderExcluir
  11. Gosto desse tipo de livro, da qual possui uma premissa bastante palpável, já que se trata de três personagens diferentes que terão suas vidas cruzadas, e a partir daí veremos o desenvolvimento desta estória que retrata temas bastante interessante. Este e o primeiro trabalho da autora que eu me deparo, e espero não me decepcionar com esta leitura.

    ResponderExcluir
  12. Oiee!
    Eu não conhecia a obra nem a autora, mas fiquei muito animada para ler, achei a trama bem interessante e a forma como a história parece se desenvolver me atraiu e me deixou curiosa.
    Só não entendi essa capa, quem sabe tenha alguma relação com algo da história, mas me confundiu, achei que fosse um romance de época rsrs
    Bjs!

    ResponderExcluir
  13. Caramba! Que obra importante! Os assuntos tratados parecem ser abordados com tanta leveza e peso simultaneamente. Fiquei encantada e já coloquei na lista daquelas pendências urgentes. Que resenha gostosa!

    semquases.com

    ResponderExcluir
  14. Oi Karini!
    Nossa, quando eu achei que a resenha ia começar, ela acabou, que intrigante. Confesso que bom começo não me interessei pelo livro, achei que ia ser uma história fraca, mas quando li sobre o corpo no porta malas, pronto, minha curiosidade aumentou! Coloquei nos desejados ..
    Bjs

    ResponderExcluir
  15. Olá, Ainda não conhecia a autora Isabel Allende, essa é a primeira resenha que leio do livro Muito Além do Inverno, achei interessante a resenha e se tiver a oportunidade gostaria de ler o livro, quero saber oque esse corpo ta fazendo no Porta malas do Carro da Evelyn, e oque vai acontecer apos essa descoberta, e vou torcer para ter um pouco de romance entre Richard e a Lucia. Gostei da Dica!

    ResponderExcluir
  16. Gente, que livro diferente. Ainda não li nada da Isabel Allende. E pela sinopse esperava uma resenha diferente. Não estava preparada pra ler que existe um mistério ali. O livro parece ser bem peculiar mesmo. E os personagens parecem ser diferentes dos que eu já li, já começando pela nacionalidade. Mas achei a capa meio apagada, as cores se misturando muito, meio escura. Não sei, não é uma capa tão atraente, pelo menos por foto não é, de repente pessoalmente seja mais instigante.

    ResponderExcluir
  17. Essa sinopse me interessou bastante, não conhecia o livro e ele parece ser bem informativo. Sem contar que aborda um pouco da política no Brasil, já fiquei com vontade de ler. Criativo ter um romance entre um casal mais velho, pra falar a verdade nunca li uma história assim antes, pois realmente falta no mercado. O mistério parece ser instigante. Bjs!

    ResponderExcluir
  18. Karini!
    Já tive oportunidade de ler uns dois ou três livros da autora e sou totalmente encantada pela forma como ela escreve, traçando uma trama bem intricada com personagens diferentes e bem delineados.
    Aqui fiquei foi curiosa por saber porque o dito cujo é tão metódico e porque tem um corpo no carro da mulher que ele bateu...
    Um Novo Ano repleto de realizações!!
    “Para ganhar um ano novo que mereça este nome, você, meu caro, tem de merecê-lo, tem de fazê-lo de novo, eu sei que não é fácil, mas tente, experimente, consciente. É dentro de você que o Ano Novo cochila e espera desde sempre.” (Carlos Drummond de Andrade)
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  19. Uau isso que é uma sinopse Adorei o livro achei simplesmente incrível essa premissa e obviamente já está na minha lista de desejos para 2018

    ResponderExcluir
  20. Eu tenho um livro da autora para ler em casa, mas não consigo me animar de ler porque o livro é gigante e a escrita parece ser lenta. Achei a capa BR bem estranha e, por ela, eu não me animaria de ler, mas saber que a história é rápida e que foi baseada nela e no namorado, fiquei curioso para fazer a leitura e vou anotar a dica.

    ResponderExcluir
  21. Livo livro A casa dos espíritos e ao filme, achei um màximo. Os livros da autora sempre são tocantes. Curti muito a resenha, como sempre de primeira.

    ResponderExcluir

Comente, ficarei muito feliz em saber sua opinião!!!