Resenha #459 - Destroçados - Will Trent #4 - Karin Slaughter - Record

Título: Destroçados
Série: Will Trent
Autor(a): Karin Slaughter
Editora: Record
Páginas:448|Ano: 2017

- Recebido em parceria com a editora.

Comprar: Amazon |Submarino
Sinopse: Existem segredos que não podem ser levados para túmulo
O corpo de uma jovem é encontrado no fundo do gélido lago Grant, e um bilhete deixado sob uma pedra à sua margem sugere que ela tirou a própria vida. Mas, em questão de minutos, fica claro que aquilo não foi suicídio. Trata-se de um assassinato brutal, cometido a sangue-frio. Sara Linton, ex-médica legista do condado de Grant, hospedada na casa dos pais para passar o feriado de Ação de Graças, vê-se envolvida no caso quando o principal suspeito pede desesperadamente para falar com ela. Porém, quando ela chega à delegacia local, depara-se com uma tenebrosa cena na cela do prisioneiro: ele está morto, e as palavras “Não eu” foram rabiscadas na parede. Algo na confissão dele não faz sentido, então Sara convoca o Georgia Bureau of Investigation. Imediatamente, o agente especial Will Trent interrompe suas férias para se unir à equipe de investigação. No entanto, o que ele encontra é apenas uma muralha de silêncio no condado de Grant, uma comunidade extremamente unida, cujos habitantes possuem elos profundos. E a única pessoa que poderia contar a verdade sobre o que realmente aconteceu está morta.




Olá leitores, olha ela!!! rsrs

Estou aqui novamente, agora trazendo a autora que eu me apaixonei pela escrita. Aqui no PS, é a primeira vez que a resenho, mas para aqueles que não sabem, ou sabem. Eu tenho um blog e resenhei no meu blog outro livro dela da mesma série - se quiserem conferir, passa lá: Esposa Perfeita - Livro #8 (não me perguntem por que dividiram entre várias editoras e publicaram fora da ordem, isso me dá nervoso!). Ai meu toc! 

Já adianto que podem ser lidos fora de ordem, já que cada livro é um caso e uma história, a única coisa que não é acompanhada a fundo são as histórias dos personagens recorrentes, como detetives e etc. Mas nada que não se possa entender com o livro que tenha em mãos, já que o foco não é necessariamente as histórias dos detetives e sim os casos criminais ocorridos, talvez alguns assuntos relativos ao nosso investigador principal e sua vida (Will Trent). A constante é Will, ele está em todos que li da autora até agora, afinal o nome da série diz tudo não é?!: Will Trent.

Bom, sobre a história que tenho em mãos o que posso dizer é que mais uma vez fico surpreendida, mas já familiarizada com a escrita da autora, que a cada dia me ganha mais em seu gênero que tanto amo.

Destroçados é o livro de número quatro, narrado em terceira pessoa e neste volume nosso detetive principal, Will, precisa investigar a polícia do condado de Grant onde uma jovem é encontrada morta no fundo de um lago, a princípio tem um bilhete que dá a entender que a jovem cometeu suicídio, mas claro que não foi bem assim. A polícia local tem a indicação de investigação devido à vários deslizes ou situações que ocorreram após essa morte, tais como, denúncia de negligência da ex-legista sobre a atual investigadora. O único suspeito ter cometido suicídio após confessar o crime, levando a crença de que a detetive do caso é não apenas negligente, mas corrupta, tendo forçado a barra para ter uma confissão, entre outros.

Tudo é muito bem entrelaçado em uma teia angustiante que nos torna detetives juntamente com Will, procurando culpados, julgando fatos e esmiuçando pistas. Somos direcionados por lugares sombrios, mistérios, segredos e por fim um final de respeito.

Todo enredo, personagens e ambientação são críveis e bem delineados tornando a coisa ainda melhor; em se tratando do gênero, isso é imensamente importante e Karin Slaughter melhora cada vez mais no decorrer das leituras que tenho feito de sua autoria.

Destroçados não é só mais um livro do gênero e sim uma promessa de uma autora que veio para ficar com uma escrita que só melhora, com um crescimento incrível. Escrever séries é complicado, ou o autor se perde no meio do caminho, ou se torna desinteressante e repetitivo sem nenhum ponto que eleve a obra ou ele cresce. E Karin Slaughter cresce a olhos nus.

Já me tornei fã e estou em constante busca de mais notícias sobre seus lançamentos aqui no Brasil, bem como traduções de fãs para fãs.

Para verem o tanto que já amo essa autora.

Recomendo? Com certeza!



19 comentários:

  1. Não conhecia esse livro e nem a autora, acho...Não lembro dela. Mas gostei da história por gostar de coisas do gênero, é sempre legal ficar ali tentando desvendar as coisas, curioso com o que aconteceu e etc. E ajuda que tenha um tom realista. Gosto de imaginar o mais real possível quando leio uma história assim. O impacto é maior, gosto quando soa real.
    E é mesmo complicado escrever série e desse tipo então são poucos os autores que li e não usaram aquela mesma formula de sempre, aquele negócio que sempre soa igual. Não que não goste, mas é bom ver um crescimento na escrita do autor e algo que a gente vá diferenciando né...
    Mas o livro parece legal, Acho que iria gostar de ler sim.

    ResponderExcluir
  2. Oi, Karini. Livros de crimes/investigação bem detalhados (mesmo que possam fazer nosso estômago revirar) são os melhores, e os livros da Karin parecem ser assim! E que bom que a autora tá ganhando mais destaque aqui, no Brasil!

    ResponderExcluir
  3. Oi Karini, também não consegui entender o que as editoras pretendem com essa série, duas editoras, livros fora de ordem, mesmo que as histórias não precisem ser lidas na ordem isso desanima um pouco, mas o bom é que a escrita da autora parece compensar e deixar os leitores loucos por tudo que puderem conseguir rsrs. Ainda não li nada dela, mas tenho acompanhado boas resenhas e pode ser que inicie a série futuramente. Sobre seu blog, não consegui acessar, deu erro aqui pra mim no link que tem na resenha :/ passa o link novamente pra eu visitar depois ;)

    ResponderExcluir
  4. Ola, Ainda não conheço a escrita da Autora Karin Slaughter e também não conhecia a Série Will Trent, mas já quero conhecer, adorei a resenha e como gosto muito de livros de suspense e de Investigação, fiquei muito interessada em ler e saber o que aconteceu com a jovem encontrada no fundo do lago Grant, e quem assassinou o principal suspeito do homicídio, gostei de saber que a série pode ser lido fora de ordem, por ser histórias independente, gostei muito e quero ler assim que tiver oportunidade!!

    ResponderExcluir
  5. Olá Karini! Só recentemente conheci essa série e já adorei logo de cara. Sou uma apaixonada por thrillers, esses casos misteriosos e o detetive genial me lembraram Hercule Poirot e suas histórias fascinantes escritas por Ágatha Christie. Muito estranho publicarem os livros fora de ordem e em editoras diferentes, mas existem doidos de todo tipo não é? Beijos

    ResponderExcluir
  6. UAU!! Que livrão é esse! Só a sinopse já me deixou morrendo de curiosidade haha Amo livros desse gênero. Já vai pra lista de leitura de janeiro ;)

    ResponderExcluir
  7. Olá, adoro esses livros policiais que nos fazem criar várias teorias para desvendar o crime. Aqui vejo que a Karin entrega ao leitor uma obra com mesmo padrão dos volumes anteriores, com uma escrita viciante e um enredo bem construído para chocar mesmo. Beijos.

    ResponderExcluir
  8. Tudo que já li sobre a autora é muito positivo! E de cara, já gostei da capa deste livro, apesar de que ainda, não o conhecia!
    Mas amo histórias criminais, com investigações e ainda mais, quando o detetive ou a detetive, tem também uma história de vida por trás de todo o cenário.
    Quero muito poder ler e o livro vai para a lista de desejados agora!
    Beijo

    ResponderExcluir
  9. Oiee!
    Não costumo ler esse tipo de livro, até porque nos que me aventurei foram decepcionantes, mas esse me interessou muito.
    Saber que a série só melhora e que a autora não se perde e fica dando voltas me agradou muito, pretendo dar uma chance a Destroçados com toda certeza.
    Espero gostar tanto quanto você.
    Bjokas!

    ResponderExcluir
  10. Oi Karini!
    Li sua outra resenha da autora e adorei o livro, já havia colocado na lista de desejados, mas não prestei atenção que é uma série, bem confuso eles lançarem dessa forma.
    A história criada pela autora é maravilhosa, eu adoro esse suspense e investigação que o livro contém, li em outras resenhas que o mistério só é revelado no fim mesmo e fica difícil pro leitor descobrir, isso me instiga ainda mais. Fiquei doida pra ler.
    Bjs

    ResponderExcluir
  11. Achei sua resenha bastante divertida e diferente... Eu gosto muito de livros assim, com um mistério por trás, algo que não é bem o que parece ser.

    ResponderExcluir
  12. Olá! Não conhecia a autora, mas curti bastante o enredo do livro, afinal que não gosta de um bom mistério, uma pena os livros serem publicados fora de ordem e por 2 editoras (cadê o respeito aos leitores?!), mas como estou tentando ser uma pessoa mais positiva e otimista, pelo menos os livros estão sendo publicados. Vou atrás dos outros e já adicionar na minha lista de leitura para 2018.

    ResponderExcluir
  13. Nossa, eu não sabia que era uma série eu achava que os livros eram únicos. Eu gosto bastante desse gênero, mas não tenho lido ultimamente. Quando a autora veio pra Bienal lembro que até pensei em pegar autógrafo, mas os livros estavam caros. O livro parece ser bem interessante, mas acho que vou ler primeiro os que foram publicados pela Harpercollins, as capas estão lindas e as sinopses também são interessantes.

    ResponderExcluir
  14. Confesso que a história não me chamou atenção, talvez porque eu não esteja realmente com vontade de ler livros de mistérios. A história parece ser ótima, adoro esses aspectos que podem mudar o rumo de uma investigação, como a negligência do legista, pois a maioria das histórias de assassinato segue uma linha sem deslizes. Interessante poder ler o livros fora de ordem, me lembrou a Agatha Christie! Bjs.

    ResponderExcluir
  15. Karini!
    Amo thriller policiais e saber que todos os personagens de um lado e de outro são bem escritos e se envolvem no enredo, é maravilhoso.
    Amo suspense e quando a narrativa é envolvente, fica ainda melhor para fazer a leitura e já estou bem curiosa.
    Um Novo Ano repleto de realizações!!
    “Para ganhar um ano novo que mereça este nome, você, meu caro, tem de merecê-lo, tem de fazê-lo de novo, eu sei que não é fácil, mas tente, experimente, consciente. É dentro de você que o Ano Novo cochila e espera desde sempre.” (Carlos Drummond de Andrade)
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  16. Olá! Tenho gostado muito de thrilers policiais e mistérios ultimamente e pela sinopse esse até parece bem interessante. Sua resenha, no entanto, não me despertou a atenção em relação a ele. Já tinha visto resenhas sobre outros livros da série, mas confesso que não estou no clima de ler enormes séries e me sentir presas a elas rs Sei que podem ser lidos fora de ordem, mas pra mim não rola ler asssim. Já tentei ler outras séries fora de ordem e sempre parecia que algo estava faltando. E essa série tem 8 livros já ne? É muita coisa p eu me comprometer kkkk
    bjs

    ResponderExcluir
  17. Adoro livros investigativos sempre tem um jeito diferente de mexer com a cabeça do leitor enquanto tenta desvendar crimes Pretendo começar esse livro o mais breve possível

    ResponderExcluir
  18. O gênero policial é uma dos meus favoritos, só não gosto muito da ideia de ser uma série, sempre prefiro livros únicos, uma vez que nunca tenho condições para ter uma série completa. Deixo a dica anotada, pois a resenha me chamou bastante atenção, ainda mais sabendo que em paralelo aos acontecimentos tem um casal fofo, adoro!

    ResponderExcluir
  19. Fiquei presa nessa resenha. A
    Que história legal! Não conhecia a autora, mas vou procurar os demais livros, se forem tão bons quanto esse, vou ler todos.

    ResponderExcluir

Comente, ficarei muito feliz em saber sua opinião!!!