Resenha #468 - Sem Fôlego - Abbi Glines - Editora Arqueiro

Título: Sem Fôlego
Sea Breeze #1
Autora (a): Abbi Glines
Editora: Arqueiro
Ano: 2018|Páginas: 272

- Recebido em parceria com a editora.

Comprar: Amazon |Submarino

Sinopse: Com mais de 400 mil livros vendidos no Brasil, Abbi Glines é autora do best-seller Paixão Sem Limites e de diversos livros da lista de mais vendidos do The New York Times, do USA Today e do The Wall Street Journal.
Sadie White acabou de se mudar com a mãe grávida para a cidade litorânea de Sea Breeze, mas seu emprego de verão não vai ser na praia. Como a mãe dela se recusa a trabalhar, Sadie vai substituí-la como empregada doméstica numa mansão na ilha vizinha.
Quando os donos da casa chegam para as férias, Sadie se depara com ninguém menos que Jax Stone, um dos roqueiros mais desejados do mundo. Se Sadie fosse uma garota normal – se ela não tivesse passado a vida cuidando da mãe e dos afazeres domésticos –, talvez estivesse impressionada com a ideia de trabalhar para um astro do rock. Mas ela não está.
Na verdade, é Jax quem fica atraído por ela. Tudo a respeito de Sadie o fascina, mas ele luta contra esse desejo: relacionamentos nunca funcionam em seu mundo e, por mais que ele queira Sadie, sabe que ela merece algo melhor. Conforme o verão passa, no entanto, essa paixão começa a deixá-lo sem fôlego – e é como se Sadie fosse a única pessoa capaz de lhe devolver o oxigênio.
Será que o amor entre os dois pode superar as diferenças em seus estilos de vida? Jax e Sadie vão precisar respirar fundo e mergulhar nessa relação para descobrir.

Sem Fôlego é o primeiro livro da série Sea Breeze da Abbi Glines e é lançamento de 2018 da Editora Arqueiro. E como todo livro da Abbi ou você ama ou você odeia. Sem Fôlego segue uma fórmula conhecida pelos leitores de Abbi Glines, a menina pobre que se apaixona pelo garoto rico, além é claro de se passar em um cenário paradisíaco. E longe de mim dizer que isso é um ponto negativo, afinal não se mexe em time que está ganhando. Fato é que você sempre sabe o que esperar dos livros da Abbi, e se você gostar se torna praticamente impossível ler apenas um. Eu já estou aqui contando os dias para poder ler o segundo livro da série.


Em Sem Fôlego iremos conhecer a Sadie White, uma garota de 17 anos muito madura e responsável para sua idade, ela acaba de se mudar para Sea Breeze, que é uma cidade litorânea do Alabama, com sua mãe que está em um estado avançado de gravidez. Já no inicio da história percebemos que a mãe de Sadie foge do esteriótipo, na realidade aqui temos uma família onde os papéis estão invertidos, Sadie é a responsável, enquanto a mãe ainda se deslumbra com o fato de ser bonita e faz as piores escolhas de parceiros que uma mãe na visão de uma filha de 17 anos, pode fazer. Com o estado de gravidez avançado a mãe se Sadie se recusa a trabalhar, e cabe a nossa protagonista assumir seu lugar como empregada em uma das mansões da ilha. 

Somente depois de começar a trabalhar é que Sadie descobre que o dono da mansão é nada mais nada menos que Jax Stone, ídolo teen da atualidade. Isso seria um problema para uma adolescente "normal", que provavelmente teria o poster do roqueiro pendurado no seu quarto e que não seguraria os hormônios diante da situação, mas no caso de nossa protagonista que nunca chegou a ter sonhos de adolescente e passou a maior parte de seus dias fazendo o papel de "mãe", trabalhar para o astro do rock nada mais é que a forma que ela encontrou para pagar as contas da casa.

Jax Stone tem em Sea Breeze seu refúgio particular, sempre que precisa recarregar as baterias e fugir um pouco do assédio dos fãs e da imprensa, é para a ilha que ele vem com a família. Aos 19 anos Jax, é o tipo de jovem acostumado a ter tudo que quer, e quando ele põe os olhos em Sadie se sente atraído pela loira, e não mede esforços nem charme para conquistar a garota. 

Ler Sem Fôlego fez com que eu recordasse porque gostei tanto dos primeiros livros da série Rosemary Beach, eu sou suspeita para falar sobre o gênero, porque sou a doida do NA, me apaixono por  todos os bad boys, estrelas de cinema, universitários e claro astros do rock, e não foi diferente agora, praticamente devorei esse livro, uma das muitas mágicas que Abbi Glines é capaz, você começa ler e quando percebe já acabou, uma narrativa fácil, sem entraves e muito fluída.

Foi muito fácil eu sentir empatia pela Sadie, eu aos 17 anos já era responsável pelo sustento de uma casa, e hoje, mais madura, ao analisar, percebo o quanto isso marca a vida de uma pessoa. Claro, que os motivos que me levaram a ter tamanha responsabilidade em uma idade que por si só já é complicada, foram completamente diferentes dos da história de Sadie. Não sei se suportaria ter uma mãe como a dela. Como aprendi desde muito cedo me virar sozinha, tenho verdadeira aversão por pessoas folgadas e acomodadas, isso me tira do sério.

Amei os personagens secundários, e não vejo a hora de poder conhecer mais o Marcus, que merece destaque nessa resenha, ele é o primeiro amigo que Sadie faz ao se mudar, ele a trata de um modo tão carinhoso e protetor que é impossível não se apaixonar. Sabe aquela pessoa que faz de tudo para que você se sinta parte de algo, se sinta especial? Motivo pelo qual eu tirei uma estrela na classificação desse livro foi por conta da autora querer introduzir um triangulo amoroso sem nenhuma necessidade nesse livro, o Marcus continuaria sendo mais que perfeito só pelo fato dele se preocupar com a Sadie como um verdadeiro amigo, sem nenhum interesse romântico.

Sem Fôlego é uma indicação para os leitores de NA, mas principalmente para os fãs da autora, uma leitura rápida e envolvente, que rende aos leitores momentos leves e divertidos, o estilo de leitura que nos faz suspirar e sonhar com um astro de rock lindo batendo em nossa porta, um verdadeiro conto de fadas. Amei!!!



20 comentários:

  1. Eu confesso que estou longe de ser uma fã do gênero, e até por isso nunca li nada da autora. O que eu mais curti nesse livro foi perceber que, diferente do estereótipo de mocinhas a que estamos acostumados, aqui vemos uma protagonista forte, que assuma não só a própria vida, mas também as consequências pelas atitudes irresponsáveis da mãe. Eu não curto muito triângulos amorosos, acho que eles são bastante batidos dentro de romances, além de deixar o enredo bastante previsível. Acho que eu leria o livro para ter uma primeira experiência dentro do gênero, talvez eu acabe gostando tanto quanto tu gosta.

    ResponderExcluir
  2. Oi mana, então pra ser bem sincera que ja li esse livro antes de ele ter sido lançado no Brasil e na verdade na época eu não gostei muito do enredo e agora que foi lançado no Brasil até bateu a vontade de ler mais uma vez pra vê se era tão ruim menso ou eu que tava fresca na época.

    ResponderExcluir
  3. Oi Patty!
    Ah, como desejo ler esse livro ..
    Abbi Glines ja havia me conquistado com sua outra série, quando soube que iriam lançar a série Sea Breeze no Brasil me apaixonei. O melhor desse primeiro livro é que mostra uma personagem feminina forte, que luta por uma vida melhor e é o mocinho que fica babando nela, não ao contrário como sempre vemos. Eu também adorei o enredo.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Eu também admito que sou apaixonada pelo gênero e mesmo acabando sendo tudo mais do mesmo, não dispenso um casal assim.
    A menina já com tanta responsabilidades mesmo sendo tão jovem e o bad boy inconsequente e sempre envolvido com o bom e velho rock!
    Em time que se está ganhando, não se mexe! Fato.rs
    Lista de desejados com certeza.
    Beijo

    ResponderExcluir
  5. Gostei muito mais dessa série dela que daquela outra. Achei as histórias mais interessante, o clima, os casais...E já começa muito bem. Um romance sem muita coisa, mas que dá graça ao ler. Não tem aqueles dramas loucos mas a gente fica bem envolvido com as dificuldades da garota, a mãe dela e toda situação, o relacionamento com o cara e tudo que tem de obstaculo e coisas assim. É legal, fácil de ler. E o livro do Marcus foi outro que adorei também, espero que goste quando pegar ^^

    ResponderExcluir
  6. Oi Patty!
    Ainda não tive contato com obras da autora, mas pelo que acompanho não deixa nd á desejar, sua escrita le´m de ser boa prende o leitor e isso é o que me chama atenção, espero conseguir uma oportunidade de ler esse livro assim como os outros tbm.
    bjs!

    ResponderExcluir
  7. Oi Patty, quero sim ler essa história, amei a capa e fico feliz por ter mais livros dessa autora vindo por aqui, li poucos livros dela, mas deu pra perceber que são boas histórias e que envolvem o leitor e a ideia dessa história parece ser muito boa, eu curti, só não curti o motivo de você ter tirado uma estrela, triângulo?! sério?! :/ rsrs, mas ainda assim pretendo ler mais a frente ;)

    ResponderExcluir

  8. Clichê que chama, né? Que bacana conferir a resenha desse livro, tenho a maior vontade de ler algo da autora, pois ainda não tive oportunidade de conhecer suas historias e romances. Confesso que apesar de achar a historia bem “familiar” ainda sim já simpatizei com a protagonista e quero poder conferir este romance ♥

    ResponderExcluir
  9. Olá! Eu curto os livros da Abbi com moderação, ainda não consegui terminar a série Rosemary Beach, mas confesso que estou louca para ler este e já sinto que não vou parar nele não. O enredo me prendeu e eu já quero mais de Sadie e Jax. É aquele tipo de leitura rápida e sem surpresas, ideal para uma tarde chuvosa.

    ResponderExcluir
  10. Tenho pouco contato com as letras da autora, mas em contrapartida, amo um bom romance juvenil. Que traga personagens em busca de crescimento, primeiro amor e também, novas descobertas, mesmo que isso não seja de escolha particular.
    Babei literalmente quando vi a capa deste primeiro livro e se tiver oportunidade, quero muito poder conferir!!!
    Beijo

    ResponderExcluir
  11. Gostei da sinopse! Apesar de ser teen, me parece ser bem divertido e leve e a protagonista parece ser bacana (nesse tipo de livro não costuma ser) pois é responsável e batalhadora, assumindo o papel da mãe em casa (não suporto livros com adolescentes revoltados sem motivos aparentes, que é o comum nesse tipo de livro também).

    ResponderExcluir
  12. Eu também sou apaixonada por NA, e sempre que lança algum novo, já fico louca atrás. Estou doida pra ler esse livro, ele parece ser super gostoso de ler, e acho que vou adorar esses personagens. Só achei meio chato ter um triângulo amoroso, odeio isso!!
    Mas o livro já está na minha lista :)

    Beijos!

    ResponderExcluir
  13. Nunca li nada da Abbi Glines e uma das razões disso é porque as séries são muito grandes, mas ouvi críticas boas a autora. Como por exemplo, que ela descreve bem as cenas hots, que os livros são divertidos. Não sou a doida dos astros do rock, astros de cinema, realmente não faz muito parte do que eu costumo ler. Prefiro os caras considerados mais normais, e que não estão muito no holofote. Mas os livros parecem ser leves apesar de conter algumas coisas mais complexas, como isso da mãe da protagonista. Dei uma olhadinha nas capas dessa série e parece que a editora vai seguir todas no mesmo estilo, algo que eu achei bem bacana. Talvez eu leia um dia. Isso do triângulo amoroso na maioria das vezes é algo bem desnecessário, mas algumas autoras ainda não compreenderam isso.

    ResponderExcluir
  14. Oii
    Eu adoro essa autora, eu virei super fã dela depois de ler a outra série dela. E agora acho que vou acabar me apaixonando por essa série também. Eu adoro New Adult, e adoro livros com astros de rock assim. E os personagens do livro parecem ser bem fortes.
    A Abbi Glines gosta de colocar uns triângulo amoroso desnecessário de vez em quando né hahahha
    Quero muito ler esse livro logo!
    Bjss ^^

    ResponderExcluir
  15. Mesmo sendo um livro bem adolescente, eu gostei. Alias, quem de nòs nunca foi apaixonada por um ídolo teen?? Não podemos criticar. Quero muito ler esse livro, sou apaixonada por todas as resenhas.

    ResponderExcluir
  16. Olá!
    Já vi os livros dela e obtenho um do primeiro da série Rosemery, eu adorei esse livro. Tem uma premissa muito boa e que deixa o leitor bem curiosa com a trama. Já estou ansiosa para ler os livros dela.

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir
  17. Oi, Patty.

    Esse romance um tanto quanto proibido entre patrão e empregada, ou seja, entre a Sadie e o Jax, com certeza resultaria na desaprovação das pessoas, diante de suas diferenças de vidas.

    E ter uma grande responsabilidade sobre si, com certeza para ela, não é fácil.

    ResponderExcluir
  18. Eu não gosto de ler livros desse gênero e isso eu deixo muito claro mas tem que me arriscar nos livros da abbi glines não gostei do primeiro da série Rosemary Beach Então já desencanei da série mastite me respondesse e tive uma raiva mortal dos protagonistas que são revoltadinhos com a vida sem motivo nenhum eu acho que para mim já basta dos livros dessa autora

    ResponderExcluir
  19. Olá Patty,
    Já ouvi falar sobre essa autora, mas ainda não tive a oportunidade de ler os livros dela ainda.
    Pelo visto os livros dela são cheios de cliches (eu adoro isso em livros)
    Gostei da sinopse desse e espero conseguir ler em breve.

    ResponderExcluir
  20. Oi Patty.
    Eu também sentir isso sentimento de meio que voltar ao primeiro amor sabe, ou mais ou menos o porque de eu gostar dos livros da Abbi, essa não foi uma leitura que funcionou 100% para mim, mas foi impossível não sentir empatia pela Sadie. Eu também não vejo a hora de conhecer a história de Marcus, achei ele um personagem incrível e quero conhecer sua história.
    Bjs.

    ResponderExcluir

Comente, ficarei muito feliz em saber sua opinião!!!