Resenha #470 - Bem Atrás de Você - Lisa Gardner

Título: Bem Atrás de Você
Série: Quincy & Rainie #7
Autora (a): Lisa Gardner
Editora: Gutenberg
Ano: 2018|Páginas: 352

- Recebido em parceria com a editora.

Comprar: Amazon |Submarino
Sinopse: Após uma tragédia que o separou por oito anos de sua irmã mais nova, Sharlah, o jovem Telly ressurge como o principal suspeito de uma onda de assassinatos.
Só uma pessoa é capaz de desenhar o perfil do criminoso: o hábil ex-agente do FBI Pierce Quincy, que é convocado para colaborar no caso. Mas seu envolvimento como pai adotivo de Sharlah pode obscurecer sua linha de raciocínio ou levá-lo para um emaranhado de pistas desconexas, mostrando que o caso pode ir muito além do que parece ser.


Bem Atrás de Você da autora Lisa Gardner é um livro que como muitos outros de autoria dela me deixou sem fala. A autora tem uma desenvoltura para desenvolver enredos com pegada psicológica que mesmo que eu imagine quem cometeu crimes ou motivações, ela sempre dá um jeito de me dar uma "rasteira" kkk.. Posso chegar até perto da finalização, mas com Lisa Gardner isso nunca é simples.. Ela sempre tem algo a mais para misturar no pacote e isso me faz amar suas histórias!

Neste livro temos um casal de irmãos que vive um inferno com seus pais. Telly o irmão mais velho cuida de sua irmã Sharlah enquanto seus pais estão ocupados demais bebendo, se drogando ou gritando um com o outro. Um dia, que parecia ser como qualquer outro, seu pai e sua mãe perdem o controle da briga e um mata o outro e para defender sua irmã e a si mesmo Telly acaba por matar um de seus pais. Com isso os meninos vão para os sistema de adoção, não tendo qualquer tipo de contato, o que é raro, pois o sistema prioriza "família" e ao contrário do normal eles separam os irmãos e vetam qualquer contato. Isso foi o passado.

No presente Sharlah reaparece em uma casa de acolhimento (que podem ou não se tornarem seus pais adotivos) já adolescente e com problemas de relacionamento; uma jovem calada, mas atenta com um melhor amigo na forma de um ex cão policial. Seus responsáveis são Quincy e Rainie, ele foi agente do FBI responsável por perfiz e ela delegada, ambos aposentados que prestam consultoria à polícia vez ou outra. O casal tem seus esqueletos no armário, e buscam viver um dia de cada vez, e realmente amam Sharlah que é ideal para eles, já que ambos também tem seus problemas de relacionamento. eles já estão com Sharlah a três anos e nessa fase, estão resolvendo se adotam a menina ou não.

Bom, essa é a premissa; tudo se encaminhando na vida de Sharlah apesar de seus problemas.. Até que em uma manhã as coisas saem da rotina e o mundo parece vir abaixo. 

Telly, quando foi para o sistema, não era tão jovem, então suas chances de ser adotado, ter uma família são mínimas, ele tem acessos de fúrias e alguns transtornos psicológicos o que dificulta sua vida também, mas ainda assim ele é alocado com uma família de acolhimento cujo único filho está na universidade e mesmo sabendo do histórico de Telly resolvem lhe dar uma chance. Ele não está mais à procura de uma família, apenas está aguardando seus dezoito anos, quando sai do sistema e terá de viver por conta própria. Mesmo assim, no começo sua relação com Sandra e Frank evolui melhor que as de antes, e as coisas pareciam ir bem, até que algo acontece e Telly acaba como suspeito principal da morte dos pais de acolhimento e de uma atendente e cliente de uma loja de conveniência.

Desde o começo da história temos Telly como assassino frio e possivelmente em massa que está em uma espécie de surto que desencadeou sua ira por matar pessoas que apareçam em seu caminho atrapalhando seu objetivo. O jovem está em fuga, aparentemente, e os ex policiais são chamados para prestar consultoria no caso já que são especialistas em perfis e criminologia e logo percebem pelo nome do suspeito que é identificado como atirador pela câmera da loja de conveniência que se trata do irmão mais velho de Sharlah. 

A história é adrenalina desde o começo, uma caçada mortal que me deixou acordada a noite inteira lendo. Quanto mais pistas, mais parecem se distanciar de Telly; ele é inteligente, sagaz e determinado e seu objetivo final parece ser Sharlah. Ele não vai parar até terminar e cabe a Quincy e Rainie protegerem Sharlah a todo custo. O quanto Sharlah lembra de seu passado? De seu irmão? O que aconteceu para que Telly surtasse dessa maneira indo em direção a irmã que no passado tentou proteger e agora parece querer ferir a todo custo? Vocês irão se surpreender!

A riqueza da trama é incrível, Lisa Gardner vai fundo na mente humana e destrincha suas nuances, doenças e traumas de maneira intrínseca! Quanto mais eu lia, mais vontade eu tinha de saber mais!

Amei a leitura! A melhor do gênero até agora em 2018!
Espero que vocês também curtam!


12 comentários:

  1. Não tenho vergonha nenhuma em admitir que acredito que Lisa seja uma espécie de Coben feminina! Amo as letras desta mulher e admiro demais a forma majestosa que ela tem de criar um enredo fascinante de suspense, investigações e ainda colocar uma vida por trás dos personagens, principalmente da detetive.
    Li três livros dela,mas depois ela deu uma sumidinha e agora retornou com este sétimo volume que por tudo que li até agora, parece espetacular!
    O livro já está na lista de desejados e eu espero ler o quanto antes.
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Oi Karini!
    Com essa é a segunda resenha que leio do livro, preciso confessar que estou adorando conhecer mais sobre ele e ler opiniões diferentes, tenho ainda mais vontade de ler e conhecer a escrita da autora, espero conseguir ler loguinho.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  3. Oi, Karini.

    Eu acho que esse possível envolvimento do irmão da Sharlah com esses assassinatos, poderia ter alguma relação, visto que os motivos poderiam ser o mesmo, tendo relação com seu possível primeiro assassinato. Ou, a própria Sharlah, por ter um trauma do passado, assim como seu irmão... Mesmo sendo muito óbvio.

    ResponderExcluir
  4. Oi Karini!

    Atualmente estou na vibe desse gênero e fiquei agoniada só por ler sua resenha, imagina lendo o livro. Toda essa trama psicológica me intrigou bastante pra saber se Telly é realmente tudo isso.
    Adorei a capa e já ouvi falar muito bem da autora.
    Com certeza já vou colocar na lista dos desejados que assim que eu me recuperar da quase falência devido as compras da saraiva irei compra-lo.
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. eu não leio muitos livros deste gênero e nunca li nada da autora, mas a premissa é realmente boa, a história parece nos fisgar do começo ao fim. Fiquei muito curiosa para saber o motivo de Telly agora querer ferir sharlah, e tudo o que vai acontecer e as pistas tbm, mds o livro parece ser mt bom, não sou boa com adivinhações ou desvendar mistérios mas quero esse livro !!

    ResponderExcluir
  6. Oi Karini,
    Já li muitos comentários elogiando a escrita dessa autora mas ainda não tive o prazer de ler um livro dela, mas já vou corrigir esse erro e começar a ler essa série o quanto antes. Amo romance policial, é um dos meus gêneros favoritos. Adoro acompanhar as investigações, fico fascinada com a descrição das cenas, e pelo jeito essa história é eletrizante o suficiente para permitir que o livro seja lido sem interrupções. Um livro com uma trama riquíssima, com personagens muito bem desenvolvidos, confesso que estou intrigada e ansiosa para conhecer melhor o Telly, que personagem!
    Espero me surpreender com a narrativa dessa autora.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Hey Karini.

    Me arrepiei toda durante a leitura da tua resenha e automaticamente fui instigada por essa obra de arte. Nunca li algo da Lisa Gardner, mas sei que elogios não faltam para a autora.
    Eu simplesmente adorei a premissa desse livro de tão eletrizante e misterioso. Eu estou tipo, em transe (mesmo sem ter lido o livro) pela história e com uma angústia no peito pelo Telly, pois não consigo acreditar que ele seja realmente o assassino.
    Espero adquirir esse livro em breve!

    Beijos ;*

    ResponderExcluir
  8. Pelo que parece esse é o sétimo livro de uma série, será que dá para ler fora da ordem? Gostei da história, parece ter bastante mistério junto com a aventura. E o mais importante é um romance policial escrito por uma mulher o que é bem difícil de encontrar atualmente.

    ResponderExcluir
  9. Os livros da autora me lembram muito os livros do harlan coben eu adoro esses livros com pegadas policiais e com toque de suspense e encontrei tudo isso nesse livro que me deixou simplesmente apaixonada

    ResponderExcluir
  10. Oi!
    Quero muito ler esse livro, ainda não li nada da autora, mas só por esse resenha da historia da para ver que é uma historia envolvente e nos deixa bem curiosos para saber mais, achei interessante essa conexão com a irmã que leva aos policiais, parece ser um livro muito bem escrito e que nos surpreende, irei colocar na minha lista de leitura !!

    ResponderExcluir
  11. Gosto muito dos livros da autora, li alguns que me deixaram totalmente presa na história. Esse é um livro que vou ler com toda certeza assim que tiver a oportunidade.

    ResponderExcluir
  12. Teve uma época em que eu estava a louca dos livros de suspense, porém agora estou mais na vibe dos livros de romance de época, por isso vou deixar passar essa recomendação no momento. Porém o mistério desse livro parece ser bastante interessante pois não é fácil encontrar um livro que seja adrenalina no começo, meio e fim.

    ResponderExcluir

Comente, ficarei muito feliz em saber sua opinião!!!