Resenha #476 - Escrito a Fogo - Brilhantes #3 - Marcus Sakey - Galera Record

Título: Escrito A Fogo
Trilogia: Brilhantes #3
Autora (a): Marcus Sakey
Editora: Galera Record
Ano: 2017|Páginas: 392

- Recebido em parceria com a editora.

Comprar: Amazon |Submarino

Sinopse: O grande desfecho da trilogia Brilhantes.
Durante trinta anos, a humanidade lutou para lidar com os brilhantes, o 1% da população que nasceu com dons incríveis, e tentou evitar uma guerra civil arrasadora. E falhou.
Agora, com o mundo cambaleando à beira da destruição, Nick Cooper, que passou a vida inteira lutando pelos filhos e pelo país, precisa arriscar tudo o que ama para encarar seu mais antigo inimigo — um terrorista brilhante tão obcecado pelos próprios planos que pretende sacrificar o futuro da humanidade para realizá-los.
Marcus Sakey, “o mestre da leitura empolgante e inteligente” (Gillian Flynn) e “um de nossos melhores contadores de histórias de todos os tempos (Michael Connely),” nos traz a conclusão explosiva da trilogia best-seller Brilhantes.

Este é o terceiro e último volume da trilogia Brilhantes de Marcus Sakey e me pergunto por qual motivo essa trilogia não bombou por aí? Acho que faltou um pouco mais de divulgação do Marketing da Editora, pois sinceramente é uma trilogia intensa e completamente arrebatadora, realmente digna de virar filme!

Podem ler tranquilamente a resenha, pois não tem spoilers!

Bom, para quem não viu. Eu resenhei o primeiro volume aqui no blog e quem quiser dar uma lida basta CLICAR AQUI! 

Um porcento da população é composta por brilhantes, esses são caracterizados por "poderes ou dons" extraordinários que fogem a normalidade. Esses "poderes ou dons" podem ser cognitivos, emocionais, entre outros; porém essa coisa foi temida e com isso veio a necessidade de controlar por parte daqueles que não entendem ou almejam algo mais da situação; estando a beira de uma guerra entre normais e brilhantes.

Em Escrito A Fogo temos uma finalização para lá de eletrizante com muito suspense e tensão em cada página virada; o autor não apenas conseguiu manter o ritmo dos volumes anteriores, como se superou nessa conclusão, me deixando agoniada! E esse volume tem início com um país se recuperando de um forte ataque que deixou muitas sequelas e a uma espécie de 'contagem' que põe um chip em todos aqueles que não são normais, para que assim possam ser rastreados e até controlados; mas não para por aí; os brilhantes estão sendo dizimados, caçados e erradicados, apenas por serem diferentes. Já dizia minha avó, tudo aquilo que não compreendemos e não podemos controlar, tentamos dizimar.. Ironia cruel, mas real do mundo! Tendo isso em mente, temos uma espécie de guerra civil prestes a viver seus piores momentos e olha que muitos momentos ruins já aconteceram! Temos brilhantes bons e brilhantes ruins; assim como temos pessoas normais boas e ruins.. Ou com pensamentos que divergem.. Então, assim como temos o povo caçando as "aberrações", também temos aquele famoso terrorista brilhante que quer provar que seu povo e dons superam todo o resto e que devem se curvar aos seus caprichos, vontades e verdades!

Temos um Nick Cooper mais determinado e empenhado, mas talvez suas motivações não sejam mais as mesmas; antes ele escondia sua condição e ajudava a caçar semelhantes acreditando que eles seriam perigosos para a população em geral. Nick entende, e de perto os dois lados da moeda, afinal ele também tem seu pezinho lá no mundo das aberrações e ao mesmo tempo que teme pelos seus semelhantes, também teme pelos seus entes queridos e amigos; e uma guerra apenas iria causar ainda mais caos e destruição! E com isso Nick não medirá esforços para impedir que o mal prevaleça e o trem desgoverne de vez. Seria possível uma paz entre ambos os envolvidos? Anos de opressão, abusos, imposições e maldade até.. justificam mais violência e terror?

A ambientação da história é incrível e digna das telas de cinema com certeza; os personagens são muito bem construídos e passíveis de erros e acertos como qualquer "pessoa" o que nos aproxima ainda mais deles em se tratando de uma fantasia e ainda mais de "Super-Heróis" ou "Super-Vilões". Todas as pontas soltas mais importantes foram muito bem conduzidas e explicadas, sem deixar furos, apesar de não ter aquele famoso final redondinho como muitos amam.. O autor te deixa certa margem para um possível enredo dentro desse universo. O que achei maravilhoso, pois sou daquelas que quando ama uma história e encontra um autor bom, quer mais e mais!

O mundo com humanos e brilhantes é completamente insano e maravilhoso e a pergunta que nos fazemos desde o começo, é se será possível uma convivência tranquila entre a partes? O autor consegue essa ambientação tão crível que é impossível não imaginar essa história como algo possível. Sim! Eu sei! Meio louco! Mas sou meio louca! rsrs

Todo o avanço com os brilhantes, apesar das controvérsias da situação levaram também à grandes e incríveis descobertas que certamente fizeram toda diferença no mundo criado por Sakey. Ficção, ciência e imaginação caminham lado a lado transformando uma simples história em algo que nos deixa pensando muito tempo depois, pois poderia acontecer.. Quem sabe?

Bom, essa trilogia valeu a espera. Era para termos recebido o livro ano passado, mas devido alguns problemas internos na editora, fomos receber somente esse ano.. Mas estou super contente que tenha chegado o livro, pois eu amei demais! O simples fato de pensar que em um futuro próximo possa ter mais "pano para manga" dentro desse universo, já me deixou muito, mais muito animada mesmo! Os personagens são tão críveis e intensos que ficarão na memória por muito tempo. Este foi o livro mais macabro da trilogia, que me causou mais expectativas e não me decepcionou em nada!

Espero em breve poder ler mais histórias do autor!




0 comentários:

Deixe seu comentário

Comente, ficarei muito feliz em saber sua opinião!!!