Resenha #488 - No Ritmo do Amor - Brittainy C Cherry - Editora Record

Título: No Ritmo do Amor
Autor(a): Brittainy C Cherry
Editora: Record
Páginas: 336
ISBN: 9788501113399
Ano: 2018


*Livro recebido em parceria com a editora.

Sinopse: Duas almas atormentadas unidas por uma grande paixão.
A linda e encantadora Jasmine Greene nasceu para brilhar. Cantora nata, ela cresceu sabendo que tinha vindo ao mundo para ser famosa, pois sua mãe — uma artista frustrada que concentrava na filha todas as suas expectativas — não a deixava se esquecer disso um minuto sequer. A vida da jovem de 16 anos se resume a estúdios, aulas de dança e canto e a inúmeros testes para ser o grande nome da música pop. Ela não tem tempo nem de ir à escola, é educada em casa e sofre com a rotina atribulada.
Para Jasmine, o pior de tudo é não poder cantar soul, sua paixão.
Mas ela não reclama, porque, na verdade, seu maior sonho é fazer com que a mãe tenha orgulho dela. Elliott Adams é uma alma atormentada. Para ele, cada dia é uma batalha a ser vencida. O rapaz tímido, humilde e franzino sofre bullying na escola por causa de sua aparência e por ser gago. Mas ele é mais forte do que imagina e encontrou em seu saxofone uma válvula de escape. Tira todas as suas forças dos acordes de Duke Ellington, Charlie Parker e Ella Fitzgerald, seus maiores ídolos.
Quando Jasmine finalmente consegue a permissão da mãe para frequentar a escola pela primeira vez na vida, sente que ganhou na loteria. Adora estar cercada de pessoas da sua idade, que vivem os mesmos dilemas e questionamentos... ela só odeia ver o garoto mais encantador que já conheceu na vida sofrer na mão dos valentões e fará tudo o que estiver ao seu alcance para mostrar a Elliott que ele não está sozinho. Aos poucos, esses dois jovens sofredores irão descobrir que têm muito mais em comum do que o amor pela música. Mas será que vão superar as reviravoltas que o destino preparou para eles?

Provavelmente esse é um dos livros mais sofridos da Brittainy. Que livro duro, cruel e difícil de ler.
Jasmine Greene é uma jovem que é constantemente sufocada e lembrada pela mãe que ela deve ser tudo que a mãe não pôde. Disposta a fazer de tudo para que sua mãe tenha orgulho dela, Jasmine engole os insultos, as cobranças e seu amor por soul e aceita todas as críticas da mãe e o pop, ritmo que sua mãe acha que levará Jasmine ao sucesso.

Elliot Adams é o garoto tímido, franzino e gago que sofre bullying na escola. Tentando ao máximo passar despercebido, Elliot tem como sua válvula de escape o saxofone, onde ele coloca toda sua alma ao tocar as músicas de seus ídolos.

Quando Jasmine e Elliot se conhecem, ela vê nele uma alma gentil, solitária e talentosa. Para Elliot não existe garota mais linda que Jasmine. Com o constante bullying que ele sofre na escola, Jasmine faz o que pode para evitar que Elliot sofra, mesmo as vezes sendo obrigada a fazer coisas que ela não gostaria.

Os dois logo desenvolvem uma amizade e uma ligação, entretanto, depois de um acontecimento trágico, a vida deles nunca mais será a mesma.

Sério, a primeira parte desse livro ia aos poucos partindo meu coração de tal forma, que eu podia jurar que escutava o barulhinho dos cacos caindo.

Não é segredo para ninguém que um dos assuntos que Brittainy mais aborda em seus livros é o bullying, mas nesse livro, ela não apenas abordou o assunto, como escreveu cenas bastante duras e realistas sobre o assunto.

Acho engraçado quando escuto algumas pessoas dizerem que exageramos ao nos referirmos a uma prática de uma criança ou adolescente com outro como bullying, afinal, eles só estão zoando. É fácil olhar pra uma agressão, mesmo que verbal, e dizer que é zoação, a pessoa que comete não entende e não sabe como aquilo afeta quem é agredido, muito menos sabe as consequências que isso traz pro resto da vida.

Brittainy aborda esse assunto de uma maneira direta e sem meias palavras. Derramei foi muita lágrima na primeira parte do livro. Todo o bullying que o Elliot sofre nas mãos dos valentões nos faz pensar como um pai ou uma mãe deixa seu filho fazer tais coisas com outras crianças.

Também não ficou atrás a forma opressora e até mesmo cruel com que a mãe de Jasmine trata a menina, constantemente culpando-a pelo fracasso que ela teve quando jovem.

Ver dois jovens adolescentes passando por situações tão pesadas, tristes e duras me fez refletir bastante sobre a forma como se cria uma criança. Me fez perceber que embora eu tenha sofrido bastante bullying quando criança, eu tive sorte de ter uma família amorosa ao meu lado, assim como Elliot teve sorte em ter uma mãe e uma irmã que sempre o defendem com unhas dentes e mostram pra ele que não tem problema algum em ser gago.

No Ritmo do Amor ainda não desbancou meu queridinho da autora que é Sr. Daniels, mas chegou bem próximo. Como sempre, Brittainy consegue trazer assuntos extremamente delicados, tristes e dolorosos de uma forma direta, porém delicada.

Jasmine e Elliot são dois personagens que torcemos para que sejam felizes desde o início. Duas almas que são constantemente jogadas no limbo, maltratadas, pisoteadas, mas que sempre sorriem e não deixam as coisas ruins da vida fazerem eles desistirem.

Sempre vou recomendar todos os livros dessa autora. Assim como também recomendo Arte & Alma o mais novo lançamento da autora. Simplesmente apaixonante!



Um comentário

  1. Mesmo que ainda não conheça as letras da autora, acompanho muito todos os trabalhos dela e quando este livro foi lançado, o burburinho foi enorme! Por trazer não somente essa opressão da mãe(tantos passam por isso),mas também, a fragilidade dos sentimentos. O cuidar, o proteger e os problemas que serão enfrentados.
    Mesmo tão jovens, o amor parece tão puro!
    Está na lista de desejados e espero ler!
    Beijo

    ResponderExcluir

Comente, ficarei muito feliz em saber sua opinião!!!